Carregando... aguarde
Piza - Guia das Artes
Piza
Informações
Nome:
Piza
Nasceu:
São Paulo, SP (13/01/1928)
Biografia

Arthur Luiz Piza (São Paulo SP 1928). Gravador, desenhista e escultor. Inicia a formação artística em 1943, estudando pintura e afresco com Antonio Gomide (1895 - 1967). Após participar da 1ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1951, viaja para a Europa e passa a residir em Paris. Freqüenta o ateliê de Johnny Friedlaender (1912 - 1992) e aperfeiçoa-se nas técnicas de gravura em metal, água-forte, talho-doce, água-tinta e ponta-seca. Em 1953, participa da 2ª Bienal Internacional de São Paulo e obtém o prêmio aquisição. Na 5ª Bienal, em 1959, é contemplado com o grande prêmio nacional de gravura. Nesse período, começa a fazer relevos, picotando suas aquarelas e aproveitando os fragmentos em colagens sobre tela, papel, cobre e madeira. Posteriormente cria relevos de metal sobre sisal, e produz peças tridimensionais em grande escala e trabalhos em porcelana e ourivesaria. Realiza ilustrações para diversos livros, de tiragens reduzidas. No fim dos anos 1980, cria um mural tridimensional para o Centro Cultural da França, em Damasco, Síria. Em 2002, são apresentadas na Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp, e no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - Margs, em Porto Alegre, duas amplas retrospectivas de sua obra.

Cronologia

Realizou, entre outras, as seguintes exposições individuais: 1948 – Galeria Itapoá, São Paulo. 1951 – Livraria Jaraguá e Clube dos Arquitetos, São Paulo. 1958 – Museu de Arte Moderna de São Paulo. 1959 – Galeria La Hune, Paris, França; Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro. 1960 – Grafisches Kabinett Weber, Dusseldorf, Alemanha. 1962 – Galeria Mala, Liubliana, Eslovênia. 1964 – Galeria de Artes Gráficas, Nova York, Estados Unidos. 1969 – Galeria Taille Douce, Bruxelas, Bélgica. 1971 – Galeria Leandro, Genebra, Suíça. 1976 – Galeria Det Lille, Bergen, Noruega. 1977 – Galeria Mestre Mateo, La Coruña, Espanha. 1980 – Galeria Madoura, Vallauris, França. 1981 – Galeria Bacou, Tóquio, Japão. 1983 – Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo. 1986 – Gravura Brasileira, Rio de Janeiro. 1989 – Galeria Tina Zappoli, Porto Alegre, RS. 1990 – Museu de Arte e de História, Chambéry, França. 1992 – Galeria Yon, Seul, Coreia do Sul. 1994 – Museu de Gravura da Cidade de Curitiba, Curitiba, PR. 1998 – Galeria 111, Lisboa, Portugal. 2002 – Relevos 1958/2002, Pinacoteca do Estado de São Paulo. 2004 – Museu Murilo Castro, Belo Horizonte. 2008 – Meu Tatu, Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo.

Participou, entre outras, das seguintes exposições coletivas: 1951 – Bienal Internacional de São Paulo. (Primeira de nove participações). 1957 – Bienal Internacional de Gravura, Liubliana, Eslovênia (primeira de oito participações). 1957 – Salão de Maio, Paris (primeira de 21 participações). 1959 – 2ª Documenta, Kassel, Alemanha. 1959-1960 – Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa, várias cidades. 1960 – Artistas Brasileiros, Museu Bezalel, Jerusalém, Israel. 1961 – O Relevo, Galeria do XXème Siècle, Paris. 1964 – Cinquenta anos de colagem, Museu de Artes Decorativas, Saint Etienne, França. 1965 – Exposição Internacional de Havana.  1966 - 33ª Bienal de Veneza, Itália. (Prêmio David Brighton).  1967 – Exposição Internacional de Gravura de Vancouver, Canadá. 

1968 – Bienal Internacional de Gravura, Cracóvia, Polônia (primeira de cinco participações). 1970 – Bienal de San Juan del Grabado Latinoamericano y del Caribe, Instituto de Cultura Puertorriqueña, San Juan, Porto Rico. (Primeira de 13 participações). 1976 – Cerâmicas Francesas, Museu de l'Ermitage, Leningrado, Rússia. 1978 – Festival Internacional de Desenho, Christchurch, Nova Zelândia. 1980 – 2ª Bienal Iberoamericana de Arte, Cidade do México. 1982 – Arte Internacional de Kyoto, Japão. 1986 – América Latina, Instituto Ítalo-latino-americano, Roma. 1988 – Visões Latinas, União Latina, Lisboa. 1993 – Grupo Roularta, Centro de Pesquisa, Zellik, Bélgica. 1997 – Jovem Gravura Contemporânea, Antony, França. 1999 – Mostra Rio Gravura. Gravura Moderna Brasileira: acervo MNBA, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro. 2002 – Le Signe et le Marge, Museu de Arte Moderna Richard Anacréon, Granville, França. 2003 – A Gravura Vai Bem, Obrigado: a gravura histórica e contemporânea brasileira. Espaço Virgílio, São Paulo. 2004 – Modernidade Transitiva, Museu de Arte Contemporânea, Niterói (RJ). 2009 – Edições Limitadas de Mondrian e Piza, Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo.

Compre agora
iArremate leilões
15 de Agosto às 20:00

PIZA - S/T - Gravura em metal - CID - numerada - E 6/60 - 68 x 58 cm.
iArremate leilões
15 de Agosto às 20:00

PIZA - Eclatement - Gravura em metal - CID - 1960 - 46,5 x 29,5 cm (medida interna) - Apresenta manchas amareladas (no estado) - Catalogada sob numero 83 no Catalogue General de L Oeuvre Gravé par K. MASROUR.
Colaboradores com informações sobre este artista

< http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9617/piza >

< http://raulmendessilva.com.br/brasilarte/nacional/piza_arthur_luiz.htm >

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista