Carregando... aguarde
Exposição 'Caus' quer romper o preconceito em relação à arte urbana - Guia das Artes
Exposição 'Caus' quer romper o preconceito em relação à arte urbana
Exposição 'Caus' quer romper o preconceito em relação à arte urbana
Grafiteiros, designers, ilustradores e pintores expõem na galeria da Escola de Design da Uemg, na Praça da Liberdade, a partir desta terça-feira (19/10)
inserido em 2021-10-19 17:00:28
Conteúdo
Nove artistas exibem telas durante a montagem da mostra 'Caus' na galeria da Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais, em BH
Artistas criaram trabalhos especialmente para a mostra 'Caus', que será aberta na terça-feira (19/10), em BH(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

Um muro dentro de uma galeria de arte. No meio dele, uma porta quebrada. É sobre romper barreiras, disputar territórios, dar visibilidade, enfim, meter o pé na porta, a exposição “Caus”. Com abertura nesta terça-feira (19/10), no Espaço Cultural da Escola de Design – Uemg, na Praça da Liberdade, a mostra reúne trabalhos de artistas urbanos – grafiteiros, designers, ilustradores – da Grande Belo Horizonte, em sua maioria.

 
 
Com 15 metros de extensão e três de largura, o muro é, na verdade, uma grande instalação que reúne 63 painéis (telas de 1,2m por 80cm) criados exclusivamente para a mostra. Realizada sem patrocínio e de forma colaborativa, a iniciativa também apresenta, até dezembro, programação paralela de palestras, vídeos e workshops.
 
“Percebi, durante a pandemia, todo o meio frustrado, sem perspectivas. Existe uma produção grande que não tem escoamento, pois de maneira geral o trabalho que está na rua é desvalorizado. Mas quando ele vai para um espaço expositivo, ganha outro caráter”, afirma Rodrigo Scalabrini, que assina a curadoria ao lado de Rodrigo Ribeiro.
 
Os expositores são nomes emergentes na cena. Cada qual terá um minidocumentário, que será exibido presencial e virtualmente durante o evento. “O título ‘Caus’ é uma provocação, uma maneira de desafiar, repensar os estereótipos. A mostra está na Praça da Liberdade, espaço de museus e galerias importantes da capital. Queremos falar sobre a democratização, mostrar que artistas de rua transitam em vários territórios da cidade e dominam suas ferramentas de trabalho”, diz Ribeiro.
 
A arquitetura do antigo prédio do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), projeto do arquiteto Raphael Hardy Filho, é um convite para explorar essa ideia de rompimento de fronteiras. A edificação envidraçada permite às pessoas que circulam na região ver as obras dentro da galeria.
 
“A intenção é levar para dentro da galeria as pessoas que estão na praça. Esse é um dos poderes da arte urbana, do grafite, pois tem um pessoal que não vai a museu”, acrescenta Ribeiro.
 
 
Além do muro, a mostra terá, no mezanino da galeria, três instalações de artistas que trabalham com temáticas socioambientais. Relacionando arte e natureza, as obras pretendem chamar a atenção para a emergência da crise climática, o consumo consciente e a bioconstrução.
 
Uma delas é “Planeta Caus”, idealizada pelos curadores em parceria com a artista Vivian Blaso, que traz um globo produzido com materiais naturais – bambu revestido com musgo. Um tecido vermelho, saindo do continente sul-americano, representa o Brasil sangrando devido à devastação do meio ambiente.
 
A abertura da exposição vai contar com o artista Homem Gaiola, que realiza mapping (projeção de imagens em estruturas de grandes dimensões, como fachadas de edifícios), e utilizará como tela o próprio prédio da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).
Quadro ''Brain dain'', de Loo.E, mostra figuras humanas em círculo junto de um ser diabólico
''Brain drain'', pintura de Loo.E(foto: Caus/divulgação)


“CAUS”

Exposição de arte urbana. Abertura na terça-feira (19/10), às 18h, na galeria da Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). Rua Gonçalves Dias, 1.434, Praça da Liberdade. 
Às 19h, palestra “Mestres das ruas”, com Gud e Dninja. Entrada franca. Até 6 de dezembro. Informações: www.instagram.com/causbh e galeriacaus.com.br
Tão pintou a cara de um boi cercado de notas de dinheiro no quadro ''Capitalismo selvagem''
"Capitalismo selvagem", tela de Tão(foto: Caus/divulgação)

WORKSHOP PRESENCIAL

Na quarta-feira (20/10), às 19h, a artista visual e produtora cultural Lola Peroni apresenta o workshop “Currículo, clipping e portfólio” dentro da programação da mostra. O encontro, presencial, vai tratar de atividades para divulgação e publicação de marcas e produtos de artistas. Entrada franca. Inscrições: www.sympla.com.br

ARTISTAS

>> Alexandre Rato – Multiartista, trabalha o estilo que denominou como “realismo mágico”, mesclando realidade e toques surrealistas.
 
 
>> Ataíde Miranda – Ilustrador autodidata, inspira-se em temas lúdicos, mitológicos e teatrais.
 
>> Biga – Artista visual e designer, seu trabalho é influenciado pela psicodelia e elementos da natureza.
 
>> Clen – Grafiteiro, arte-educador e estudante de artes plásticas, desenvolveu seu trabalho no projeto Muros, no Jardim Teresópolis, em Betim.
 
>> Fênix – Artista, grafiteira e ilustradora autodidata, seu trabalho enfatiza as culturas indígena e afro.

>> Fhero – Grafiteiro paulista, suas obras são marcadas pela presença de letras. É integrante do coletivo de grafite PDF Crew.
 
>> Goma – Um dos grafiteiros mais conhecidos de BH, começou sua trajetória na pichação. É proprietário da loja Real Grapixo, que estampa a arte de diversos artistas do país.
 
>> Gud – Com ampla atuação em Minas e outros estados, o muralista, grafiteiro e arte-educador trabalha, geralmente, figuras humanas e bastante cor.
 
>> Hely – Artista plástico, faz grafite desde a adolescência. Com ilustrações realistas, seu principal tema 
é a cultura popular.
 
>> Henrique Coral – Grafitando em muros desde 2000, seus trabalhos têm forte relação com a cultura hip-hop. Também é arte-educador e tatuador.
 
>> Homem Gaiola – Integrante do coletivo internacional Darklight Studio, realiza projetos visuais. Já fez mapping no Cristo Redentor, produziu conteúdo para a turnê europeia de Anitta e desfiles de moda.
 
 
>> Kawany Tamoyos – De ascendência indígena, a ilustradora e grafiteira trabalha temas voltados para o feminino.
 
>> Kaos Scalabrini – Seu trabalho traz como temas a preservação da natureza e a crítica social.
 
>> Lax Aiala – Artista visual que atua há pouco mais de 20 anos no grafite, trabalha com temas retrô, muito voltados para a cultura pop dos anos 1980.
 
>> Loo.E – Holandês radicado no Brasil desde os anos 1990, é arquiteto e designer gráfico.
 
>> Lucas Pietro – Também fotógrafo e videomaker, cria imagens para moda, música e publicidade a partir do que ocorre nas ruas.
 
>> Mariana Marinato – Autodidata, após ingressar na Escola Guignard, há três anos, interessou-se pelo grafite. Seu tema principal é a passagem do tempo.
 
>> Nadu Soares – Com 30 anos de atuação no grafite, usa formas e elementos da natureza como  fonte de inspiração.
 
>> Rafael Boneco – Integrante do coletivo IN.Graffiti, tem obras tanto em intervenções urbanas quanto em suportes tradicionais.
 
>> Sodac – Autodidata e com atuação no desenho tradicional, na arte digital e tatuagem, trabalha com temas sociais.
 
>> Telma Martins – Professora de artes visuais e design da Uemg, pesquisa o impacto da arte urbana nas cidades.
 
>> Tã o – É criador da personagem Mimosa, a assinatura dele nas ruas de BH.
 
 
>> Vivian Blaso – Belo-horizontina radicada em São Paulo, trabalha com múltiplas linguagens, enfatizando a inclusão social e a preservação do meio ambiente.
 
Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sáb
18/Set
Buffoni, Desenhos Para A Modernidade -
Saiba mais
Qui
14/Out
Samsung Rock Exhibition Rita Lee - Exposição histórica sobre Rita Lee leva panorama da carreira e da vida da artista ao MIS
Saiba mais
Sex
22/Out
EXPOSIÇÃO- Autora do monumento em homenagem a Ayrton Senna convida o público a repensar a vida através de seus trabalhos.
Saiba mais
Sex
22/Out
"IMORTAL: ARTE, ALMA E FUTURO" - Criado como uma obra de arte, traz duas capas, enfatizando o movimento e a liberdade de escolha
Saiba mais
Sáb
30/Out
Exposição Ema e a Moda no século XX -
Saiba mais
Sex
05/Nov
“A Natureza na Arte” -
Saiba mais
Qua
10/Nov
Exposição Jean Guillaume e Hugo Rodriguez -
Saiba mais
Qui
11/Nov
“O próximo, o longe, o horizonte” -
Saiba mais