Carregando... aguarde
Alemanha devolve 14 obras de arte roubadas por nazistas - Guia das Artes
Alemanha devolve 14 obras de arte roubadas por nazistas
Alemanha devolve 14 obras de arte roubadas por nazistas
Filho de um negociante de arte da era nazista escondeu obras por décadas.
inserido em 2021-01-28 13:54:00
Conteúdo

 

Entregues a herdeiros de legítimos donos, peças faziam parte da coleção que ficou conhecida como o "Tesouro de Munique", descoberta há oito anos. 

Autoridades alemães anunciaram nesta quarta-feira (13/01) que devolveram a seus legítimos donos 14 obras de arte que foram roubadas pelos nazistas e faziam parte da coleção apelidada de "Tesouro de Munique", que estava em posse do colecionador alemão Cornelius Gurlitt.

A ministra alemã da Cultura, Monika Grütters, disse que todas as obras identificadas como roubadas pelos nazistas num relatório no início deste ano foram devolvidas. As peças faziam parte da coleção de Gurlitt, filho de um negociante de artes da era nazista que morreu em 2014. Esse acervo só foi descoberto há oito anos. Cerca de 1.200 peças eram mantidas pelo octogenário em seu apartamento em Munique e em torno de 250 estavam na casa que ele possuía em Salzburg, na Áustria.

A obra mais recente devolvida foi a pintura Klavierspiel (Tocando piano), do pintor romântico alemão Carl Spitzweg. Ela foi repassada para a casa de leilão Christie's, de acordo com o desejo dos herdeiros do editor musical judeu Henri Hinrichsen, que foi morto por nazistas no campo de extermínio de Auschwitz em 1942.

A transferência foi coordenada com o Kunstmuseum de Berna, que herdou a coleção de Gurlitt em 2014.

Grütters disse que é "importante sinal" que todas as obras identificadas como roubadas até agora tenham sido devolvidas aos herdeiros de seus proprietários. "Cada uma destas pinturas carrega um destino humano e trágico como o de Hinrichsen, vítima de Auschwitz", ressaltou a ministra em comunicado.

"Não podemos compensar esse sofrimento enorme, mas estamos tentando com a análise das obras roubadas por nazistas contribuir para a justiça histórica e cumprir nossa responsabilidade moral". Grütters ressaltou o compromisso da Alemanha em continuar a avaliação de procedência de obras de arte.

 

Obras surgiram após décadas


O recluso Cornelius Gurlitt, que morreu em 2014, escondeu durante décadas centenas de obras que herdou da coleção de seu pai. As peças foram descobertas por autoridades em 2012 durante uma investigação fiscal.

Ao todo 1.500 obras foram apreendidas, incluindo pinturas de artistas notáveis como Picasso, Renoir, Cézanne e Matisse.

Mantida em segredo até o ano seguinte, a descoberta do tesouro virou notícia no mundo todo e reacendeu o debate sobre o empenho da Alemanha para devolver obras roubadas por nazistas a seus legítimos donos.

Em seu testamento, Gurlitt deixou as obras para o Kunstmuseum de Berna. No entanto, uma fundação apoiada pelo governo alemão vem trabalhando junto com o museu suíço para garantir que todas as peças roubadas de judeus sejam devolvidas.

O número relativamente pequeno de peças devolvidas nos último anos é atribuído ao cuidadoso processo para definir a proveniência de cada uma delas.

Muitos herdeiros e ativistas criticam a demora do processo de restituição. Eles afirmam que o caso ressalta a necessidade contínua de uma pesquisa minuciosa de proveniência de obras mantidas por museus e pertencentes a coleções particulares.

 

Fonte: https://www.dw.com/pt-br/alemanha-devolve-14-obras-de-arte-roubadas-por-nazistas/a-56217456

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sáb
12/Dez
MAM recebe exposição com obras de Hélio Oiticica - Mostra conta com cem obras relacionadas ao ritmo, música e dança
Saiba mais
Sex
18/Dez
Obra de Beatriz Milhazes é exposta no Itaú Cultural e no Masp - Simultaneamente nos dois espaços, a exposição ocorre até 30 de maio de 2021. A visitação deve ser agendada nos sites de ambas as instituições
Saiba mais
Qui
21/Jan
CATARSIS - Abertura: dia 21 de janeiro, quinta-feira, às 18h
Saiba mais
Seg
25/Jan
ArTeMs - Exposição coletiva - Em cartaz até 23 de março de 2021 em São Paulo
Saiba mais
Qua
27/Jan
Encontros Culturais do Ecomuseude Santa Cruz (virtual) - Encontros Culturais do Ecomuseu de Santa Cruz
Saiba mais
Qua
27/Jan
Véxoa: nós sabemos (ou o que não sabemos) - Mostra na Pinacoteca é uma reescrita das artes e deve ser vista para além do marco de primeira dedicada às produções indígenas
Saiba mais
Dom
31/Jan
Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro– Espaço Vivo - Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro– Espaço Vivo
Saiba mais
Qui
04/Fev
GESTUALIDADE - Abertura: dia 3 de fevereiro, quarta-feira, às 18h
Saiba mais