Carregando... aguarde
DAMIEN HIRST GANHA MOSTRA DE UM ANO DE DURAÇÃO NA GAGOSIAN - Guia das Artes
DAMIEN HIRST GANHA MOSTRA DE UM ANO DE DURAÇÃO NA GAGOSIAN
DAMIEN HIRST GANHA MOSTRA DE UM ANO DE DURAÇÃO NA GAGOSIAN
inserido em 2021-03-11 18:37:12
Conteúdo

 

Não é sempre que uma galeria – especialmente uma com status de “mega” – cede um espaço inteiro para um único artista por um ano.

Mas este é o poder de Damien Hirst, convidado pela Gagosian para assumir sua galeria da Britannia Street, um de seus três espaços em Londres, este ano. E Hirst está prestes a começar com um estrondo. Quando as restrições de bloqueio de Londres forem suspensas em 12 de abril, o artista revelará uma série de pinturas e esculturas (em sua maioria) inéditas feitas nos últimos 15 anos. Os temas abrangem desde eventos globais, como uma pintura hiperrealista baseada em fotos do terrível incêndio que envolveu a catedral de Notre Dame de Paris em 2019, passando por elementos de séries anteriores, como borboletas e cabeças de vaca, até cenas de sua vida pessoal, como o nascimento de seu filho.

“Estamos dando a ele carta branca para expressar seu trabalho da maneira que ele deseja que o público o veja no espaço”, disse o diretor de Gagosian, Millicent Wilner. “É um processo bastante orgânico e criativo para ele”. Uma das primeiras obras da série, de 2005, é a representação da cabeça de um touro, elemento de uma de suas peças escultóricas. Há também imagens de borboletas – um tema comum no trabalho de Hirst – que aparecem agora em pinturas a óleo baseadas em fotos de borboletas em close (Quando Gagosian abriu sua galeria de Hong Kong, há mais de uma década, a mostra inaugural foi das pinturas de borboletas de Hirst).

Damien Hirst, Self-Portrait as Surgeon (2007)

As pinturas “Fact” misturam história natural baseada em fotos com referências ao trabalho anterior de Hirst, diz Wilner. “Damien ficou fascinado com a ideia de representar a realidade. Você tem a realidade, então você tem uma representação fotográfica da realidade, e então você tem essas pinturas lindas e meticulosamente criadas, feitas ao longo de um período de tempo”, diz ela. Os espectadores também reconhecerão um riff em uma das obras mais sensacionais da carreira de Hirst: um crânio incrustado de diamantes que ele produziu em 2008, intitulado “For The Love of God”, que teria sido vendido na época por £ 50 milhões ($ 100 milhões) para um consórcio que incluía o próprio artista. Na exposição, uma pintura do artista Michael Craig-Martin segurando a caveira, emprestada pelo próprio Craig-Martin, homenageia aquele momento, quando a crise econômica global estava chegando ao auge. Para o bem ou para o mal, Hirst e sua ascensão no mercado de arte estão intrinsecamente ligados à crise. No mesmo dia em que o Lehman Brothers pediu concordata, 223 obras que Hirst havia consignado diretamente para a Sotheby’s London geraram apenas US $ 201 milhões em vendas, excedendo a alta estimativa de pré-venda em US $ 24 milhões.

Wilner diz que alguns dos trabalhos assumiram novas camadas de significado, como a representação de um gabinete com equipamento médico e cirúrgico que, quando inicialmente criado, refletia a obsessão de Hirst pela ciência e pela medicina, mas agora conota imediatamente o EPI relacionado à pandemia que tornou-se parte de nosso cotidiano. Outras esculturas fazem conexões com readymades, como um carrinho de chá em tamanho real, uma referência carinhosa a um acessório nos torneios de sinuca que Hirst frequenta com frequência. Aqui, Hirst está mais uma vez “brincando com altos e baixos”, diz Wilner. Um carrinho de chá de torneio de sinuca “não é algo que normalmente estaria no olhar da arte, ou que estaria na galeria”. Juntas, as séries em exibição equivalem menos a uma história retrospectiva do trabalho de Hirst do que a uma nova interpretação de suas ligações. “Como espectador, você pensa nessas séries diferentes, mas na mente de Damien há uma linhagem muito clara”, diz Wilner. Hirst está “reapresentando obras através de seus olhos”.

Damien Hirst, Warsaw (2008)

Fonte: ArtNet Newst

Traduzido por : dasartes.com.br

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sex
02/Abr
Vozes do Silêncio – Filme não Filme - Híbrido de linguagens, projeto apresenta três curtas com textos do premiado escritor irlandês Samuel Beckett que dão vozes às mulheres silenciadas pela sociedade
Saiba mais