Carregando... aguarde
Bruno Giorgi - Guia das Artes
Bruno Giorgi
Informações
Nome:
Bruno Giorgi
Nasceu:
Mococa, São Paulo (13/08/1905)
Faleceu:
Rio de Janeiro (07/09/1993)
Biografia

No ano de 1913, muda-se com a família para a Itália, fixando-se na cidade de Roma. Inicia seus estudos em desenho e escultura em 1920. Milita nos movimentos antifascistas e por tal razão é preso em 1831 sendo condenado a sete anos de prisão. Retorna ao Brasil, extraditado, em 1935 por interferência do embaixador brasileiro na Itália. Neste momento, trava contato com Joaquim Figueira e Alfredo Volpi. Giorgi freqüenta as academias de arte La Grand Chauiére e Ranson, sediadas em Paris, no ano de 1937 onde tem a oportunidade de estudar com AriStide Maiollol. Em 1939, grupo de artistas formado por Mário de Andrade, Lasar Segall, Sérgio Milliet e Oswald de Andrade, o convida a retornar para São Paulo quando começa a praticar desenho de modelo-vivo e pintura. Transfere-se para o Rio de Janeiro em 1943 onde instala a convite do ministro Gustavo Capanema, ateliê no antigo Hospício da Praia Vermelha, dedicado a orientar jovens artistas. Bruno Giorgi revela em sua obra interesse pela temática dos tipos brasileiros. As esculturas passam da estilização a deformação da figura humana. As esculturas também se integram á arquitetura, revelando jogos de espaços e formas. Possui obras em espaços públicos, como o monumento Candangos, 1960, na praça dos Três Poderes, em Brasília, Meteoro, 1967 no espelho d’água do edifício do Ministério das Relações Exteriores, também na capital federal, o Monumento à Juventude Brasileira, 1947, no atual Palácio Gustavo Capanema no Rio de Janeiro e Integração, 1999, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Cronologia

Exposições individuais: 1940 – Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo, SP. 1950 – Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), São Paulo, SP. 1952 – Museu de Arte Moderna de do Rio de Janeiro (MAM-RJ), Rio de Janeiro, RJ. 1960 – Galeria Bonino, Rio de Janeiro, RJ. 1970/71 – Galeria Cosme Velho, São Paulo, SP. 1974 – Bruno Giorgi: esculturas, na Galeria Arte Global, São Paulo, SP. 1978/79/80 – Skultura Galeria de Arte, São Paulo, SP. 1991 – Bruno Giorgi: um mestre da escultura, Espaço Cultural BFB, Porto Alegre, RS / Skultura Galeria de Arte, São Paulo, SP. Principais exposições coletivas: 1940 – 3º Salão da Família Artística Paulista, no Palace Hotel, Rio de Janeiro, RJ. 1950/52 – 25ª e 26ª Bienal de Veneza, Itália. 1951/53/57/67/79 – São Paulo SP - 1ª, 2ª, 4ª, 9ª e 15ª Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, SP – prêmio melhor escultor nacional (1953) 1959-60 – Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa, Leverkusen, Munique e Hamburgo, Alemanha / Viena, Áustria / Lisboa, Portugal / Madri, Espanha / Paris, França / Utrecht, Holanda. 1980 – Milton Dacosta, Volpi, Bruno Giorgi, Acervo Galeria de Arte, Rio de Janeiro, RJ. 1982 – Um Século de Escultura no Brasil, Museu de Arte de São Paulo (Masp), São Paulo, SP. 1987 – Modernidade: Arte Brasileira do Século XX, Musée d' Art Moderne de la Ville de Paris, França. 2002 – Bruno Giorgi: desenhos de um escultor, Solar Grandjean de Montigny, Rio de Janeiro RJ.

Outras imagens
Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
23 de Outubro às 21:00

"Bruno Giorgi
A luta
bronze
37 cm altura
assinada na base
1953"
iArremate leilões
31 de Outubro às 20:30

BRUNO GIORGI
Torso feminino Mármore preto Belga
45 x 16 x 10 Ass. Parte inferior
Com documento de Leontina Giorgi
iArremate leilões
23 de Outubro às 21:00

"Bruno Giorgi
Mulher sentada
bronze patinado
80 cm de altura
assinada na base
1945
Reprodução: Catálogo da Exposição B.Giorgi 80 anos, Galeria de Arte Skultura 1985."
Obras deste artista