Carregando... aguarde
MOSTRA DE ARTE FEMINISTA É CENSURADA E DIRETORA DE MUSEU RENUNCIA - Guia das Artes
MOSTRA DE ARTE FEMINISTA É CENSURADA E DIRETORA DE MUSEU RENUNCIA
MOSTRA DE ARTE FEMINISTA É CENSURADA E DIRETORA DE MUSEU RENUNCIA
Uma exposição de arte feminista no Museu Nacional de Belas Artes de Bishkek, Quirguistão, foi censurada pelo governo e resultou na saída da diretora da instituição.
inserido em 2019-12-06 13:18:25
Conteúdo

 

Uma exposição de arte feminista no Museu Nacional de Belas Artes de Bishkek, Quirguistão, foi censurada pelo governo e resultou na saída da diretora da instituição.

 

Apelidada de “primeira Feminnale da arte contemporânea”, a mostra contou com 56 artistas de 22 países. A coletiva foi inaugurada em 25 de novembro e deve durar 17 dias – uma homenagem para as 17 mulheres que morreram em um incêndio em um armazém em Moscou em 2016, muitas das quais eram migrantes quirguizes.

Mas logo após a abertura, o governo do Quirguistão retirou várias obras da exposição, incluindo uma escultura da artista cazaque Zoya Falkova de um saco de pancadas reconfigurado como um torso feminino. As autoridades também proíbem a artista dinamarquesa Julie Savery de reproduzir um trabalho que envolvia despir-se diante do público.

O ministro da Cultura do país chamou o evento de “campanha com mulheres nuas sob a bandeira do feminismo”, explicando que uma comissão especial seria formada para revisar a “exposição escandalosa”, segundo a agência de notícias 24.kg do Quirguistão. O ministro também declarou que Mira Dzhangaracheva, diretora do museu, havia sido dispensada de suas funções.

Dzhangaracheva publicou no Facebook para explicar seu lado da história. “Eles não me demitiram” , disse ela , acrescentando que renunciou após receber ameaças de morte. Ela também respondeu com uma carta chamando o governo e o grupo nacionalista de direita Kyrk Choro, que ela acredita defender pela censura do programa. “É uma pena que tenha sido iniciado por pessoas que nunca vieram ao museu”, escreveu ela. “Aparentemente, alguém queria distrair a atenção e eles fizeram isso.”

A ex-presidente do Quirguistão, Roza Otunbayeva, ficou indignada com a censura e escreveu uma carta castigando o governo por sua resposta.

“Parem, senhores!” , Escreveu ela. “Você pode ter poder administrativo, mas há uma voz pública e solidariedade feminina. A exposição é dedicada a todos os problemas das mulheres e é dedicada ao combate à violência contra as mulheres. O que você, o Ministério da Cultura ou todo o governo, fez para resolver este problema? ”

“Isso é violência contra as mulheres”, disse um dos curadores da exposição, Altyn Kapalova. Isso é dor. Isso é medo. Artistas de todo o mundo expressam seus sentimentos, mas somos proibidos. Como sempre, eles tentam nos calar, mas não vai funcionar. A arte é sem censura.

 

Fonte:https://dasartes.com.br/de-arte-a-z/mostra-de-arte-feminista-e-censurada-e-diretora-de-museu-renuncia/

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
01/Jan
ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Qua
05/Ago
Galeria Paiva Frade - 2020-08-05 -IMPORTANTE: Esse leilão será apregoado A VISTA. MODALIDADES: DEPÓSITO BANCÁRIO. Entre em contato: (35) 3332 4150. No caso de arrematação os valores deverão ser quitados, em até 72 horas, após recebimento do E-MAIL DE COBRANÇA. O não cumprimento do prazo
Saiba mais