Carregando... aguarde
Exposição permanente sobre o Palácio Quitandinha, em Petrópolis, fica como legado do Festival Sesc de Inverno - Guia das Artes
Exposição permanente sobre o Palácio Quitandinha, em Petrópolis, fica como legado do Festival Sesc de Inverno
Exposição permanente sobre o Palácio Quitandinha, em Petrópolis, fica como legado do Festival Sesc de Inverno
Mostra conta a história do antigo hotel-cassino erguido na década de 40 pelo magnata do jogo Joaquim Rolla, também dono do Cassino da Urca.
inserido em 2019-07-31 14:33:36
Conteúdo

 

PETRÓPOLIS/RJ - O Festival Sesc de Inverno 2019 acabou, mas deixou um legado para a cidade de Petrópolis: a exposição Memória Quitandinha. A mostra permanente, inaugurada durante o evento, na sala Dom Pedro do Palácio Quitandinha, conta a história desse antigo hotel-cassino, inaugurado em 1944, e que hoje abriga, além de apartamentos residenciais, um dos mais importantes centros culturais da Região Serrana: o Sesc Quitandinha. Fechado esta semana para desmontagem de estruturas do evento encerrado no domingo (28), o palácio e a mostra reabrem à visitação do público neste sábado (3/8).

 

Com curadoria do jornalista Flávio Menna Barreto Neves, a mostra apresenta 8 módulos expositivos, com 10 segmentos temáticos, onde estão objetos, informações e conteúdos audiovisuais de diferentes épocas, permitindo ao visitante uma viagem pela história desse que já foi considerado o maior centro internacional de turismo do Brasil. Erguido pelo ex-tropeiro e posterior magnata do jogo e do entretenimento do Brasil Joaquim Rolla, o empreendimento passou apenas dois anos como hotel-cassino. Em 1946, foi obrigado a encerrar sua principal fonte de receita depois de um decreto do presidente Eurico Gaspar Dutra proibir os jogos de azar no Brasil. 

 

A exposição, organizada de forma cronológica, começa mostrando o que havia naquela área da Zona Sul da Cidade Imperial antes do suntuoso palácio: uma fazenda de criação de gado. Segue apresentando o empreendedor Joaquim Rolla, dono de uma rede de cassinos, entre eles o da Urca, no Rio, e o processo de construção do palácio de 28 mil metros quadrados, com sua cúpula de 46,4 metros de diâmetro, maior que a da Basílica de São Pedro, no Vaticano. O visitante pode ver fotos da construção, as plantas arquitetônicas e conhecer os profissionais que trabalharam no projeto – que além do palácio, incluía a urbanização do entorno.

 

Pratos e talheres de época impressos com o famoso “Q”, marca do empreendimento, também podem ser encontrados na exposição, assim como móveis projetados pela norte-americana Dorothy Draper, que assina a decoração do palácio, toda ela inspirada nos cenários hollywoodianos. 

 

Um dos painéis da exposição é dedicado à decoradora norte-americana. Nele é possível assistir a um depoimento exclusivo para a exposição do vice-presidente da Dorothy Draper & Company, fundada por ela e sediada em Nova Iorque. Segundo Brinsley Matthews, o palácio “é um monumento nacional e o melhor e mais triunfante trabalho de Dorothy Draper”, constando como um dos destaques do portifólio da empresa.

 

Também há depoimentos de pessoas que vivenciaram o glamour do local, frequentado por chefes de estado, como os presidentes Henry Truman (EUA), Juan Domingo Perón (Argentina), Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek, além de celebridades como Carmen Miranda, Oscarito, Virginia Lane, Orson Welles e Greta Garbo. A atriz Adelaide Chiozzo conta como foram as gravações de “É fogo na roupa”, filme rodado no palácio; o pianista Oceano de Menezes “Coruba” relata o seu trabalho de cicerone de grandes artistas pela cidade; e o radialista Santos Ribeiro recorda da Rádio Quitandinha (ZYP-23), que entrou no ar em 1951 e foi responsável pelo lançamento de diversos artistas, como o ator e cantor Bill Farr (1925-2010).

 

Imagens do fotógrafo húngaro naturalizado brasileiro Carlos Moskovic retratam a atmosfera de tranquilidade do entorno do lago artificial, em formato de mapa do Brasil, criado em frente ao palácio. As fotografias mostram turistas praticando atividades desportivas e banhistas aproveitando o sol no balneário criado com areia retirada às toneladas da praia de Copacabana.

 

Outro personagem relevante da época também ganhou um painel exclusivo: o figurinista Alceu Penna, também desenhista e ilustrador da revista O Cruzeiro. Seus traços podem ser vistos dentro do palácio, nos desenhos que estampam as paredes da Sala das Crianças, inspirados na fábula de Jean de La Fontaine. Em frente a um aparelho de rádio da época, o visitante pode ouvir a recriação de áudios da Rádio Quitandinha com músicas e boletim de notícias. Outros dois painéis tratam dos grandes eventos sediados no palácio, como conferências internacionais e concursos de Miss Brasil, e do uso do palácio como locação para a gravação de diversos filmes.

 

SERVIÇO

Exposição permanente “Memória Quitandinha”

Sesc Quitandinha: Rua Joaquim Rolla 2 – Quitandinha – Petrópolis/RJ

Visitação: De terças a domingos e feriados, das 9h30 às 17h

Ingresso: R$ 10 e R$ 5 (inteira). Moradores de Petrópolis e associados Sesc pagam R$ 2.

Fotos
Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
01/Jan
ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
Ter
07/Jan
GALERIA TÁTIL- A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu. A seleção das obras foi realizada considerando a indicação do público com deficiências visuais que participou de visitas orientadas ao acer
Saiba mais
Seg
07/Jul
Galeria Tatil na Pinacoteca de Sâo Paulo - A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu
Saiba mais
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sex
05/Abr
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO NO MASP - Acervo em transformação é o título da exposição de longa duração da coleção do MASP.
Saiba mais
Dom
18/Ago
Exposição Scorzelli Megabichos - Museu reúne instalações e obras inéditas de Marcos Scorzelli
Saiba mais
Sáb
05/Out
MUIRAPIRANGA - EXPOSIÇÃO ‘MUIRAPIRANGA’, DE ELIZABETH TITTON, INAUGURA NOVO ESPAÇO NA FUNARTE COM OBRAS DE GRANDE PORTE
Saiba mais
Seg
14/Out
MUSEU DA CHÁCARA DO CÉU APRESENTA EXPOSIÇÃO “MUNDO”, CRIADA ESPECIALMENTE PARA O PÚBLICO INFANTO-JUVENIL - Crianças passarão por uma passagem secreta e terão acesso pela primeira vez a objetos de viagem de Castro Maya.
Saiba mais
Sáb
19/Out
Exposição Retratos de Ema Klabin - Confira as palestras e oficinas na Casa-Museu Ema Klabin
Saiba mais