Carregando... aguarde
Chefe italiano do tráfico de drogas ligado aos Van Goghs roubados, preso em Dubai - Guia das Artes
Chefe italiano do tráfico de drogas ligado aos Van Goghs roubados, preso em Dubai
Chefe italiano do tráfico de drogas ligado aos Van Goghs roubados, preso em Dubai
Raffaele Imperiale, suspeito de comprar quadros de Van Gogh no mercado ilegal, é considerado um dos fugitivos mais perigosos da Itália.
inserido em 2021-08-23 18:45:10
Conteúdo

 

Imperiale, 46 anos, está detido nos Emirados Árabes Unidos enquanto o Ministério da Justiça italiano completa os procedimentos de extradição.



Desde janeiro de 2016, o Imperiale era procurado pela Itália por tráfico internacional de drogas como parte de uma atividade criminosa organizada, de acordo com o Ministério do Interior italiano.
"Ele foi capaz de construir uma rede imponente de tráfico internacional de drogas, em particular de cocaína", disse a polícia. Segundo os investigadores italianos, Imperiale começou como "corretor internacional" no comércio de drogas no início dos anos 2000, com seus laços com poderosos clãs da Camorra sobrevivendo a várias rixas entre os mafiosos de Nápoles.
Em 2016, duas obras de Van Gogh, roubadas em 2002 de um museu de Amsterdã, foram encontradas escondidas em uma fazenda de propriedade de Imperiale na cidade de Nápoles de seu nascimento, Castellamare di Stabia.
"A riqueza ilicitamente acumulada lhe permitiu comprar no mercado ilegal dois quadros Van Gogh de valor não quantificável". Eles se referiram à Vista do Mar de 1882 em Scheveningen e a uma obra de 1884-1885, a Congregação deixando a Igreja Reformada em Nuenen, que havia sido roubada do Museu Van Gogh em Amsterdã.

A polícia italiana encontrou os quadros embrulhados em lençóis de algodão, enfiados em uma caixa e escondidos atrás de uma parede em um banheiro. As obras de arte foram descobertas como parte de uma apreensão de propriedade de Imperiale e de outro reputado chefe da droga da Camorra.
A polícia observou que a Imperiale no início deste ano deu uma entrevista ao diário Il Mattino de Nápoles na qual ele negou qualquer ligação com o roubo dos quadros e alegou ter comprado as obras porque é um apaixonado pela arte.
"Comprei-as diretamente do ladrão, porque o preço era atrativo". Mas acima de tudo porque eu amo a arte", foi citada como revelada ao jornal Imperiale.

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Qui
21/Jan
"Abstracionismo Gráfico" -
Saiba mais
Sex
22/Jan
"Referências Abstratas" - O artista plástico italiano Renzo Eusebi abre a exposição "Referências Abstratas" para homenagear o centenário da Semana de Arte Moderna de 22, no Espaço Cultural Correios Niterói.
Saiba mais
Sáb
18/Set
Buffoni, Desenhos Para A Modernidade -
Saiba mais
Qui
14/Out
Samsung Rock Exhibition Rita Lee - Exposição histórica sobre Rita Lee leva panorama da carreira e da vida da artista ao MIS
Saiba mais
Sex
22/Out
Melinda Garcia estende exposição-
Saiba mais
Seg
15/Nov
EXPOSIÇÃO “RETRATOS RELATOS” DE PANMELA CASTRO - EXPOSIÇÃO “RETRATOS RELATOS” DE PANMELA CASTRO É REABERTA AO PÚLICO NO MUSEU DA REPUBLICA, NO RIO DE JANEIRO
Saiba mais
Sáb
04/Dez
"Abdias Nascimento, Tunga e o Museu de Arte Negra" -
Saiba mais
Qui
16/Dez
“Luiz Aquila - A Procura da Pintura”-
Saiba mais