Carregando... aguarde
Museu da Igreja do Carmo e dos Capuchinhos - Guia das Artes
Museu da Igreja do Carmo e dos Capuchinhos
abrirá em 11 horas e 22 minutos
Museus
Museu da Igreja do Carmo e dos Capuchinhos
Horários de funcionamento
dom
seg
ter
14:00
18:00
qua
14:00
18:00
qui
14:00
18:00
sex
14:00
18:00
sab
Local
Praça João Lisboa, s/n. Centro
Conteúdo
A idéia de criar um museu da Igreja do Carmo e da Província Capuchinha Nossa Senhora do Carmo veio amadurecendo há alguns anos e o precursor foi Frei Ângelo Falomi. Ele, com efeito, tomou a iniciativa de recolher alguns objetos no intuito de preservar lembranças valiosas e significativas para a nossa história. Hoje se faz necessário seguirmos o exemplo de nosso confrade, pois o tempo urge e numerosos fragmentos desse empreendimento evangelizador e histórico, que é a Igreja do Carmo para São Luís, precisam ser resgatados e postos a salvo enquanto é tempo, para que não venham a cair no esquecimento ou a se perder. O acervo do Museu do Carmo terá de ser variado. O objetivo é recolher um vasto material: fotografias, documentos, objetos da vida cotidiana, alfaias, utensílios de cozinha, imagens sagradas, livros antigos, pinturas feitas por frades, discos, móveis, filmes, vídeos, livros, objetos litúrgicos, pequenas coleções e objetos de uso pessoal dos frades. O critério para a coleta do acervo é amplo: pode ser qualquer objeto, bem cultural ou documento que tenham uma relação com a Igreja do Carmo desde a sua fundação, a vida e as atividades dos frades e da Província Capuchinha, desde sua chegada até o presente. Tudo o que fala da nossa história pode e deve ser recolhido e cuidadosamente preservado. A Carta Circular Função Pastoral dos Museus Eclesiásticos da Pontifícia Comissão para os Bens Culturais da Igreja diz: ... o museu eclesiástico não é uma simples coleção de objetos que não se usam, mas sim uma instituição pastoral de pleno direito, já que guarda e valoriza os bens culturais que outrora estavam postos ao serviço da missão da Igreja e que agora são significativos sob o ponto de vista histórico-artístico. Nosso desejo é salvaguardar a memória da Igreja do Carmo e da Província Capuchinha Nossa Senhora do Carmo e ao mesmo tempo impulsionar suas atividades atuais. Não podemos construir uma história esquecendo o nosso passado. Os bens culturais da Igreja, da Ordem e da Província constituem um patrimônio que precisa ser conservado material e juridicamente e ser valorizado pastoralmente no interior da comunidade, para que possamos cultivar a memória do passado e continuar a exprimir no presente a nossa missão.Criar um Museu Capuchinho foi um antigo desejo de nossos frades que entenderam que esta seria uma louvável forma de manter sempre viva a lembrança de nossos antepassados, que com fé heróica aqui chegaram. Todavia, somente agora estamos concretizando este sonho, mesmo em meio a tantas críticas, pois acreditamos que se trata de um empreendimento da Província e não de um único frade. É história da Província e, portanto, de todos nós, pois todos somos frutos dos missionários que aqui chegaram há mais de cem anos e nos legaram esse patrimônio cultural digno de louvor. Hoje somos uma Província, mas temos uma história de mais de cem anos. Como província autônoma este é o oitavo ano de sua criação. Nada mais justo que comemorar esta data tão bonita inaugurando o Museu e com isso, assegurando e tornando pública, em obras artísticas, uma história ainda desconhecida por muitos. Trata-se de uma história não somente dos frades e de uma Província, mas de toda uma região, de todo um povo que, por justiça, não poderia ficar excluído dessa riqueza cultural. Por isso, a inauguração de um Museu não é apenas um presente da Província aos frades, mas dos frades a todo um povo que faz parte dessa história. Uma das finalidades desafiadoras do museu é promover a conservação e a proteção do nosso patrimônio cultural e artístico-religioso, tornando esse patrimônio visível e acessível ao público em geral e, através dele, divulgando o nosso carisma franciscano capuchinho. A origem do acervo do museu: todas as peças vieram da Igreja do Carmo, do Convento do Carmo e dos outros conventos pertencentes à Província Capuchinha do Maranhão, Pará e Amapá.
Informações adicionais
Vagas exclusivas no estacionamento;Rampa de acesso;
Contato
telefones: (98) 3231-9165 / 3231-8399

e-mail: curiaprov@promapa.org.br
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Como chegar
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Maranhão"
0,3Km - Museu Histórico e Artístico do Maranhão - Sua edificação data de 1836 e nele residiram três famílias representantes da elite local: a do major Ignácio Gomes de Souza, pai de uma dos nossos maiores intelectuais, o Souzinha; a de Alexandre Colares Moreira, atuante na política do Estado e a de José
Saiba mais
0,3Km - Museu de Artes Visuais - O acervo do Museu é formado por quadros de pintura em óleo, espátula, desenhos, gravuras, azulejos, esculturas de artistas plásticos maranhenses, de gerações passadas e da nova geração.
Saiba mais
0,4Km - Teatro Arthur Azevedo - É um teatro localizado em São Luís, no Maranhão.
Saiba mais
0,7Km - Memorial Maria Aragão -Sua estrutura é composta de uma praça, uma lanchonete, uma grande concha/palco com dois grandes camarins munidos de estrutura de baterias de banheiros e do memorial propriamente dito, com o obelisco, sala da administração, depósito, um auditório, espaç
Saiba mais
2,5Km - Memorial Cristo Rei - Somente institucionalizado em 1996 pela Resolução nº. 02/96-CONSUN, de 30 de abril de 1996, integrando-o ao Gabinete do Reitor tendo como um de seus principais objetivos resgatar, preservar e difundir a história da nossa Instituição, retratando a evolução
Saiba mais
11,8Km - Museu de Arte Sacra - “Adquirir,preservar,conservar peças da imaginária e ourivesaria sacra maranhense,colocando-as a disposição do público,possibilitando o conhecimento da história do Estado através da história da Igreja no Maranhão,bem como à valorização da memória maranhens
Saiba mais
18,7Km - Museu Casa Histórica de Alcântara - Foi construído no início do século XIX pelo comendador José Maria Correia de Souza, um imigrante português que enriqueceu no Brasil.
Saiba mais
280,1Km - Memorial da Balaiada -A Balaiada foi uma revolta de caráter popular, ocorrida entre 1838 e 1841 no interior da então Província do Maranhão, no Brasil,e que após a tentativa de invasão de São Luís, dispersou-se e estendeu-se para a vizinha província do Piauí. Foi feita por pob
Saiba mais
320,3Km - Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Rosário - Destaca-se o conjunto de imagens de roca e de vestir entalhadas em madeira, uma das principais coleções deste gênero no país.
Saiba mais
329,0Km - Museu do Piauí - Possui um acervo eclético, com perfil histórico, que se constitui aproximadamente de 7.000 (Sete mil) peças distribuídas em 12 salas de exposição permanente
Saiba mais
482,0Km - Salão Arte Pará-O salão apresenta obras de cerca de 60 artistas.
Saiba mais
1.935,1Km - Desenhar é Preciso, Viver Não é Preciso - A exposição é destaque da inauguração doAtrium , o novo espaço dedicado à exposições temporárias do Museu Mineiro.
Saiba mais
2.179,7Km - Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
2.268,1Km - Mundos Invisíveis – Mostra de Arte Científica Brasileira - O universo microscópico como obra de arte
Saiba mais
2.268,5Km - Galeria de Valores - A história da moeda, no Brasil e no mundo, com cerca de duas mil peças do acervo numismático do Banco do Brasil.
Saiba mais
2.268,5Km - A obra como espelho - Marilou Winograd
Saiba mais
2.269,3Km - Jazz - Henri Matisse
Saiba mais
2.269,3Km - Vamos Comer -Barbara Castro e Luiz Ludwig
Saiba mais
2.270,3Km - Povo Insônia - Inspirado na cultura afro-brasileira, artista ocupa a Chácara do Céu com telas, cerâmicas, tecidos, retratos, manequins e tambores
Saiba mais
2.275,0Km - Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais