Carregando... aguarde
pinturas - Guia das Artes
Eugenio Latour
Informações
Nome:
Eugenio Latour
Biografia

Estuda com Zeferino da Costa (1840-1915), Henrique Bernardelli (1858-1936) e Rodolfo Amoedo (1857-1941) na Escola Nacional de Belas Artes (Enba), no Rio de Janeiro. Recebe o Prêmio Viagem ao Exterior da Enba em 1902, com a pintura de gênero Escolha Difícil, 1901. Como pensionista, estuda na França e Itália, até 1908. Retorna à Itália em 1910 para trabalhar como decorador da cúpula do pavilhão brasileiro na Exposição Internacional de Turim, em 1911. Em Florença, monta um ateliê e se radica como cidadão italiano entre ca.1911 e ca.1941. Participa de várias edições do Salão Nacional de Belas (SNBA) entre 1899 e 1908. É membro do júri do 23º Salão Nacional de Belas Artes de Porto Alegre, em 1919. Participa do 1º Salão Paulista de Belas Artes, em 1934. O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) faz uma retrospectiva de seus trabalhos em 1944, expondo seus auto-retratos. No mesmo museu, suas obras participam da exposição Um Século de Pintura Brasileira, em 1952. Explora em sua pintura temáticas de cunho social e moral, além de paisagens e figuras femininas. Realiza trabalhos no campo da gravura em metal e em madeira.

Cronologia

Após sua morte, foi homenageado em diversas mostras individuais e coletivas:
1944 – 1ª Exposição de Auto-Retratos, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro. 1948 – Pintura no Brasil, Rio de Janeiro.
1950 – Um Século da Pintura Brasileira: 1850-1950, Rio de Janeiro.
1961 – Arte Rio-Grandense do Passado ao Presente, Instituto de Belas Artes, Porto Alegre.
1976 – O Retrato na Coleção da Pinacoteca, Pinacoteca do Estado, São Paulo.
1980 – A Paisagem Brasileira: 1650-1976, Paço das Artes, São Paulo.
1984-85 – Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, Fundação Bienal de São Paulo.
1986 – Dezenovevinte: uma virada no século, Pinacoteca do Estado, São Paulo.
1994 – Brasil Século XX, Fundação Bienal, São Paulo; Um Olhar Crítico sobre o Acervo do Século XIX, Pinacoteca do Estado, São Paulo.
1998 – Iconografia Paulistana em Coleções Particulares, Museu da Casa Brasileira, São Paulo.
2001 – 30 Mestres da Pintura no Brasil, Museu de Arte de São Paulo, São Paulo.
2002 – Barão do Rio Branco: sua obra e seu tempo, Ministério das Relações Exteriores, Palácio do Itamaraty, Brasília; Artistas Professores, Museu da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre; Imagem e Identidade: um olhar sobre a história na coleção do Museu Nacional de Belas Artes, Instituto Cultural Banco Santos. São Paulo.

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista