Carregando... aguarde
Rubem Valentim - Guia das Artes
Rubem Valentim
Informações
Nome:
Rubem Valentim
Nasceu:
Salvador, BA (09/11/1922)
Faleceu:
São Paulo, SP (30/11/1991)
Biografia

   Inicia-se nas artes visuais na década de 1940, como pintor autodidata. Entre 1946 e 1947 participa do movimento de renovação das artes plásticas na Bahia, com Mario Cravo Júnior (1923), Carlos Bastos (1925) e outros artistas. Em 1953 forma-se em jornalismo pela Universidade da Bahia e publica artigos sobre arte. Reside no Rio de Janeiro entre 1957 e 1963, onde se torna professor assistente de Carlos Cavalcanti no curso de história da arte, no Instituto de Belas Artes. Reside em Roma entre 1963 e 1966, com o prêmio viagem ao exterior, obtido no Salão Nacional de Arte Moderna - SNAM. Em 1966 participa do Festival Mundial de Artes Negras em Dacar, Senegal.

   Ao retornar ao Brasil, reside em Brasília e leciona pintura no Ateliê Livre do Instituto de Artes da Universidade de Brasília - UnB. Em 1972, faz um mural de mármore para o edifício-sede da Novacap em Brasília, considerado sua primeira obra pública. O crítico de arte Frederico Morais elabora em 1974 o audiovisual A Arte de Rubem Valentim. Em 1979, Valentim realiza escultura de concreto aparente, instalada na Praça da Sé, em São Paulo, definindo-a como o Marco Sincrético da Cultura Afro-Brasileira e, no mesmo ano e é designado, por uma comissão de críticos, para executar cinco medalhões de ouro, prata e bronze, para os quais recria símbolos afro-brasileiros para a Casa da Moeda do Brasil. Em 1998 oMuseu de Arte da Moderna da Bahia - MAM/BA inaugura a Sala Especial Rubem Valentim no Parque de Esculturas.

Cronologia

Realizou as seguintes exposições individuais:

1954 – Galeria Oxumaré e Palácio Rio Branco, Salvador
1961 – Petite Galerie, Rio de Janeiro; Museu de Arte Moderna, São Paulo
1962 – Galeria Relevo, Rio de Janeiro, prêmio da crítica como a melhor exposição do ano
1965 – Galeria d'Arte della Casa do Brasil, Roma
1967 – Hotel Nacional, Brasília, DF; Galeria Bonino, Rio de Janeiro
1970 – 31 Objetos Emblemáticos e Relevos-Emblemas de Rubem Valentim, Brasília, DF, e Rio de Janeiro 1971 – Documenta Galeria de Arte, São Paulo
1973 – Galeria de Arte Ipanema, Rio de Janeiro
1975 – Panorama de Arte de Rubem Valentim, Fundação Cultural do Distrito Federal, Brasília; Bolsa de Arte, Rio de Janeiro
1978 – Mito e Magia na Arte de Rubem Valentim, Brasília e Rio de Janeiro
1980 – Variações Meta-Sígnicas Visuais de Rubem Valentim, Fundação Cultural do Distrito Federal, Brasília
1988 – Rubem Valentim: pinturas emblemáticas, Versailles Galeria de Arte, Rio de Janeiro
1991 – Brazilian-American Cultural Institute, Washington, Estados Unidos
Participou, entre outras, das seguintes mostras coletivas: 1949 – 1º Salão Baiano de Belas Artes, no Hotel Bahia, Salvador
1955 – 3ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão das Nações, São Paulo
1962 – 11º Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, prêmio de viagem ao exterior; 31ª Bienal de Veneza, Veneza, Itália
1965 – Alternative Attuali/2: ressegna di pittura, scultura, gráfica, L'Aquila, Itália
1966 – 1º Festival Mundial de Artes Negras, Dacar, Senegal
1969 – 1ª Bienal Internacional de Arte Construtiva de Nuremberg, Alemanha
1987 – Modernidade: arte brasileira do século XX, Musée d'Art Moderne de La Ville de Paris, França
1990 – Introspectives: contemporary art by americans and brazilians of african descent, The Bronx Museum, Nova York, Estados Unidos
1991 – Dois Retratos da Arte, Brasília; Curitiba, PR; Porto Alegre, RS; Rio de Janeiro; Recife, PE; Salvador; Belo Horizonte, MG; e São Paulo
Seus trabalhos foram exibidos postumamente, entre outras, nas seguintes exposições:

1992 – Forma e Cor Essencial, Casa de Cultura da América Latina, Brasília; Rubem Valentim: serigrafias, Museo de La Estampa, Cidade do México, México; Eco Art, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro; A Sedução dos Volumes: os tridimensionais do MAC, Museu de Arte Contemporânea, Universidade de São Paulo, São Paulo; Brasilien: entdeckung und selbstentdeckung, Kunsthaus, Zurique, Suíça
1996 – Arte Contemporânea Brasileira na Coleção João Sattamini, Museu de Arte Contemporânea, Niterói, RJ
1997 – Escultura Brasileira: perfil de uma identidade, no Centro Cultural do BID, Washington, Estados Unidos
2001 – Brazil: body and soul, no Solomon R
Guggenheim Museum, Nova York, Estados Unidos.

Compre agora
iArremate leilões
03 de Outubro às 20:00

RUBEM VALENTIM - Emblema - Serigrafia - CID - 36/100 - Brasilia - dat 1988 - 29 x 20 cm.
Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista