Carregando... aguarde
Conversa com Ana Calzavara e Victor Gorgulho-2023-09-28 - Guia das Artes
Conversa com Ana Calzavara e Victor Gorgulho
Evento encerrado
Conversa com Ana Calzavara e Victor Gorgulho
Quando aconteceu
Quinta, 28 Setembro até Quinta, 14 Dezembro
Local
Mul.ti.plo Espaço Arte
Rua Dias Ferreira, 417/206 - Leblon – Rio de Janeiro?
Conteúdo

 

Mul.ti.plo promove bate-papo com Ana Calzavara e Victor Gorgulho

Pintora paulista e curador se encontram no dia 5 de dezembro, às 18h30, como parte da exposição ‘Quiçacas’, na galeria.

Prorrogada, mostra com obras inéditas da artista vai até 14 de dezembro, no Leblon, com entrada franca.

  

A Mul.tiplo Espaço Arte, no Leblon, reúne para um bate-papo a artista Ana Calzavara e o curador e pesquisador Victor Gorgulho. Os dois conversam sobre a exposição ‘Quiçaças’, que apresenta obras inéditas da pintora paulista na galeria. O evento acontece no dia 5 de dezembro (terça-feira), às 18h30, com entrada franca. É recomendado fazer reserva pelo WhatsApp +55 21 2042 0523.?

No vocabulário popular, quiçaça significa mato baixo e espinhento, capoeira de paus tortuosos e ásperos. Na exposição, a pintora paulista traz à cena com seu trabalho, essas pequenas plantas rebeldes e obstinadas, que rebentam de um muro descascado, das gretas de uma calçada, do asfalto esburacado. Victor Gorgulho assina o texto crítico. Todos os trabalhos são recentes e foram produzidos especialmente para a exposição, que é a primeira individual da artista no Rio de Janeiro.

“Quiçaça” reúne cerca de 25 pinturas em óleo sobre tela, cinco sobre cerâmica e um tríptico de xilogravuras. Há também nove frottages, feitas em papel japonês com carvão, bastão a óleo, guache e pastel. “Captei a rugosidade, a matéria bruta da rua esburacada, a selva de pedra e as plantas que vão nascendo nessas gretas”, diz a pintora natural de Campinas, que vive em São Paulo. Nas obras dela, a arte insiste em brotar nos locais mais inóspitos. “Essa vivacidade do broto que nasce apesar das adversidades fala de insubordinação, resiliência, mas igualmente de alegria e esperança. Isso me interessa”, resume a pintora. As obras possuem formatos diversos, que vão de 22 x 35 cm, a um díptico de 90 x 220 cm, e um tríptico de 100 x 250 cm, aproximadamente.

Em suas pinturas, Ana Calzavara tem a capacidade de lidar com elementos aparentemente banais e corriqueiros, que, envoltos por uma complexidade em termos pictóricos, desperta a partir da linguagem da arte, novas percepções de mundo. Segundo Maneco Müller, sócio da Mul.ti.plo, para falar da poética da artista vale lembrar uma afirmação de Ferreira Gullar (1930-2016) sobre a escrita de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987): “O que me marcou mais foi a exploração de certos aspectos muito banais da realidade que eram transformados em poesia”. E explica: “Calzavara tem essa rara faculdade de encontrar no ordinário, aos olhos comuns, matéria para atuar no seu tempo. Essa insurgência, que se dá pelas beiras, pelos entres, é absolutamente surpreendente e contemporânea, por trazer em si uma radicalidade monumental de quem enfrenta todas essas dificuldades e obstáculos”, diz o galerista, que comanda a casa ao lado de Stella Ramos.

A pintura de Calzavara nos convida também à fruição em um outro tempo. Em suas obras, a mesma cena pode estar repetida. “Alguns trabalhos têm uma espécie de cacofonia, uma repetição de um pedaço da pintura, um zoom de uma das partes... É um convite ao observador a desacelerar, reter o tempo de leitura da imagem, a olhar novamente, por diferentes ângulos”, conclui a artista.

A mostra ‘Quiçaça’ abriu no dia 28 de setembro e foi prorrogada, podendo ser visitada até 14 de dezembro.

 

SERVIÇO

Conversa com Ana Calzavara e Victor Gorgulho
Dia: 5 de dezembro de 2023 (terça-feira)
Horário: 18h30
Período da exposição: 28.09 a 14.12.23
Local: Mul.ti.plo Espaço Arte
Horário: de segunda a sexta, das 10h às 18h30 (sábados, sob agendamento)?
End: Rua Dias Ferreira, 417/206 - Leblon – Rio de Janeiro?
Entrada franca
www.multiploespacoarte.com.br

Contato
Tel: + 55 21 2294 8284 | +55 21 2042 0523 (WhatsApp)
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
Hiromi Nagakura até a Amazônia com Ailton Krenak -
Saiba mais
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Corpo Formoso -
Saiba mais
Diálogos -
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
O Pequeno Príncipe in Concert -
Saiba mais
Polo Cultural ItalianoRio – arte, design e inovação -
Saiba mais
Ser Mulher: um Percurso de Papéis -
Saiba mais