Carregando... aguarde
Breve Desarmonia-2023-11-10 - Guia das Artes
Breve Desarmonia
Evento encerrado
Breve Desarmonia
Quando aconteceu
Sexta, 10 Novembro até Sexta, 08 Dezembro
Local
Ateliê 31
Rua México, 31, sala 1003, Cinelândia – Centro. Rio de Janeiro – RJ
Conteúdo

 

Beto Fame apresenta obras em pintura e colagens na exposição solo

“Breve Desarmonia”, no Ateliê 31.

 

Artista reúne, em sua mais recente série de trabalhos, elementos da arquitetura popular, da vida cotidiana, da paisagem tropical e da cultura brasileira, utilizando a pintura sobre tela e colagens. As obras serão expostas em sua primeira individual no

Ateliê 31, a partir do dia 10 de novembro de 2023.

 

Beto Fame - Breve Desarmonia

Curadoria: Shannon Botelho

Abertura: 10 de novembro de 2023, 16h às 20h

Visitação até 08 de dezembro de 2023

Ateliê 31– Centro, RJ

Entrada gratuita

 

O artista Beto Fame inaugura, a partir do dia 10 de novembro (sexta-feira), das 16 às

20h, a exposição solo “Breve Desarmonia”, no Ateliê 31, centro do Rio de Janeiro, com

curadoria de Shannon Botelho.

“Breve Desarmonia” apresenta cerca de 13 obras compostas por pinturas em acrílica

sobre tela e colagens sobre papel. “Na contracorrente da busca por uma suposta

harmonia, Beto Fame estabelece em sua mais recente série de trabalhos uma

investigação sobre o tempo e forma, num contexto que se ancora nas vivências

urbanas”, afirma o curador.

Em sua pesquisa, Beto aborda a cidade como um organismo vivo que se revela de

diferentes maneiras através de diversos pontos de vista e elementos. Suas pinturas se

estruturam a partir de uma lógica da colagem, construindo novos enfoques para

paisagens que culminam em composições precisas e, ao mesmo tempo,

despretensiosas.

 

TRAJETÓRIA E REFERÊNCIAS

Foi nas andanças pela zona norte da cidade do Rio de Janeiro, mais precisamente pelo

bairro da Tijuca, onde nasceu e cresceu, que Beto aguçou seu olhar crítico sobre o

espaço urbano e suas características, transpondo imediatamente seus pensamentos

para sua arte e fundindo os dois mundos. A sua formação em arquitetura – e passagem

pela Escola de Belas Artes –, pode ser entendido como lugar de assimilação teórica da

cidade e sistematização do pensamento das ruas. “Meu papel tem sido documentar o

que vejo em meu dia a dia, como um diário visual. Tenho interesse na vida e na

arquitetura ordinária, sem muitas pretensões, sendo sempre atraído pelo caos e

movimento da cidade”, diz Beto Fame.

 

No texto curatorial da exposição, Shannon Botelho destaca as referências intrínsecas

no trabalho de Beto: “Em uma dimensão verificamos a fatura do gesto de Lúcia

Laguna, ou, ainda que compondo o conjunto de fundo, o apelo moderno que tempera

a forma e cor, fazendo com que vejamos os fantasmas de Guignard, Portinari e o

traçado elegantemente preciso de arquitetos modernistas como Jorge Moreira”.

Beto Fame reúne elementos da arquitetura popular, da vida cotidiana, da paisagem

tropical e da cultura brasileira em seus trabalhos.

 

PINTURAS E COLAGENS

Nas pinturas, a paleta de cores surge durante o processo de composição dos trabalhos,

sem precisão. O artista, que migrou do muralismo das ruas para a pintura em telas,

utiliza no ateliê a prática de não misturar as cores, seguindo a premissa da tinta em

spray, que impossibilita essa mistura. “Deixo que as cores surjam no trabalho, de

formas pontuais e seguindo a desordem da evolução da paisagem urbana, da

arquitetura e da vegetação”, afirma Fame.

Já as colagens, surgem como metodologia para a construção. São sobreposições de

papeis, fotos, embalagens, coletados pelas suas andanças pela cidade, que criam

camadas e texturas aglomeradas, conectadas com a construção constante das urbes.

“Esta exposição trata do encontro do agora com um passado incontornável que se

presentifica a todo instante no cotidiano do artista, desde seu trajeto até o seu lugar

de trabalho – um prédio intensamente marcado pelos valores modernos. Aqui não há

simetrias e padrões para admirar, como uma cidade em constante transformação, as

obras de Beto Fame aguçam o nosso olhar, fazem com que percebam as desarmonias

do cotidiano como partes significativas da própria vida”, ressalta Shannon.

 

ATELIÊ 31

Com um total de 220 m² e localizado em um ponto estratégico do centro do Rio de

Janeiro – Rua México 31 -, próximo aos principais museus, centros culturais, estações

de metrô e teatros da cidade, o Ateliê 31 é um espaço de arte independente e com a

proposta de proporcionar aos artistas cinco salas exclusivas de ateliês; uma sala para

exposições que abrigará mostras coletivas e individuais; uma sala para residentes

nacionais e/ou estrangeiros; áreas comuns para encontros, troca de ideias e criações;

ambiente colaborativo para workshops, palestras e outros eventos; e suporte para

artistas contemporâneos, através do acompanhamento artístico e de carreira com

Shannon Botelho, curador e crítico de arte, responsável pela gestão artística do

espaço. O Ateliê 31 é um ponto de encontro para a cena artística carioca e

potencializador do projeto de revitalização do centro do Rio de Janeiro.

 

SERVIÇO

Exposição: Breve Desarmonia

Artista: Beto Fame

Curadoria: Shannon Botelho

Abertura: 10 de novembro de 2023, 16h às 20h

Visitação até 08 de dezembro de 2023 |segunda-feira a sábado

Ateliê 31 – Rua México, 31, sala 1003, Cinelândia – Centro. Rio de Janeiro – RJ

Entrada gratuita.

 

Informações para a imprensa:

Ludimila de Oliveira

75 99944-2223 (WhatsApp)

ludimilaoliveira30@gmail.com

* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
Anna Bella Geiger – Entre o relevo e o recorte -
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
Até onde marca -
Saiba mais
Até onde marca -
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
Exposição YVY MARÃEY - A TERRA SEM MALES -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria de Arte Ibeu apresenta as exposições individuais simultâneas dos artistas Henrique de França e Renata Nassur -
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
HACKEANDO O PODER -
Saiba mais
Trajetória -
Saiba mais
TROMBA D’ÁGUA -
Saiba mais