Carregando... aguarde
Tunga ganha primeira exposição após a sua morte - Guia das Artes
Tunga ganha primeira exposição após a sua morte
Tunga ganha primeira exposição após a sua morte
Com 200 obras, atração no MAR abrange um lado quase desconhecido da carreira do artista que transformou a cena contemporânea
inserido em 2018-06-22 20:38:49
Conteúdo

Antigo palácio de reis e rainhas, aberto no fim do século XVIII, o Louvre é o maior museu de arte do planeta. Dividir o teto, e as atenções do público, com a Mona Lisa, a Vênus de Milo e outros muitos tesouros de importância histórica inatingível é, naturalmente, façanha para poucos. Pois bem: em 2005, um brasileiro tornou-se o primeiro artista contemporâneo convidado a exibir seu trabalho no prestigiado cartão-postal parisiense. A proeza na França é notável, mas foi apenas uma das várias surpresas causadas por Antônio José de Barros Carvalho e Mello Mourão, o Tunga (1952-2016). Dois anos após sua morte, o criador libertário, influência reconhecida para contemporâneos e sucessores na arte brasileira, volta a protagonizar uma exposição. Na mostra Tunga — O Rigor da Distração, em cartaz a partir de sábado (30) no Museu de Arte do Rio (MAR), o assombro se renova. A maioria das obras escolhidas, produzidas desde 1975, é inédita.

Desenhos dominam o acervo, selecionado e organizado em ordem cronológica. Nessa lista estão sete raros estudos para À Luz de Dois Mundos, monumental instalação com 3 toneladas de bronze, aço e ouro, sustentadas por fios trançados, apresentada no Museu do Louvre. A coleção particular do artista norteou o trabalho dos curadores Luisa Duarte e Evandro Salles. “É curioso perceber como uma mesma ideia foi explorada por ele em variadas frentes, mas sempre tendo o desenho como base de elaboração”, observa Salles, que é diretor cultural do Museu de Arte do Rio. Outra escolha da dupla foi a série de esboços da instalação True Rouge, a primeira aquisição do empresário Bernardo Paz para o Inhotim, monumental centro de arte contemporânea em Minas Gerais. Tunga, homenageado com a acomodação de suas obras (À Luz de Dois Mundos, inclusive) em um dos mais belos pavilhões que ocupam o parque, foi incentivador de primeira hora do projeto. No MAR, a celebração póstuma, realizada doze anos após sua última individual no Rio, vai contar com esculturas, filmes, fotografias e textos (veja outros destaques abaixo).

Fotos
Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
01/Jan
ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
Ter
07/Jan
GALERIA TÁTIL- A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu. A seleção das obras foi realizada considerando a indicação do público com deficiências visuais que participou de visitas orientadas ao acer
Saiba mais
Seg
07/Jul
Galeria Tatil na Pinacoteca de Sâo Paulo - A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu
Saiba mais
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sáb
22/Out
Galeria José e Paulina Nemirovsky - Arte Moderna - A mostra é uma reorganização e ampliação da exposição sobre o Modernismo.
Saiba mais
Dom
27/Ago
Arte no Brasil: Uma história na Pinacoteca de São Paulo. Vanguarda brasileira dos anos 1960 - Coleção Roger Wright - A mostra de longa duração celebra o comodato de 178 obras estabelecido em março de 2015 entre a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, a Pinacoteca e a Associação Cultural Goivos, responsável pela Coleção Roger Wright.
Saiba mais
Dom
22/Out
Galeria José e Paulina Nemirovsky - Arte moderna - Essa é uma exposição única e especial, que percorre grande parte do cenário histórico-cultural brasileiro do século XX. Sem contar que ampliamos de 49 para 110 obras essa mostra, todas emblemáticas e de reconhecimento internacional. Estamos muito satisfei
Saiba mais
Qua
20/Fev
Leonilson tem sua obra celebrada por exposição no Centro Cultural Fiesp - Depois de permanecer em cartaz no Espaço Cultural Unifor, de 14 de março a 9 de julho de 2017, a exposição “Leonilson: arquivo e memória vivos” foi aberta nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, na Galeria de Arte do Centro Cultural da Federação das Indústri
Saiba mais
Sex
01/Mar
exposições individual de Farnese de Andrade- Iniciamos nossa programação anual de exposições com a individual de Farnese de Andrade, não percam! "Anunciação e um Pássaro", 1995, 51 x 22,5 x 47 cm, assemblagem: madeira, vidro e bronze.
Saiba mais