Carregando... aguarde
Nota de Falecimento: KAZUO WAKABAYASHI - Guia das Artes
Nota de Falecimento: KAZUO WAKABAYASHI
Nota de Falecimento: KAZUO WAKABAYASHI
inserido em 2021-12-03 20:33:52
Conteúdo

 

Nascido em 1931, em Kobe, no Japão, o artista plástico Kazuo Wakabayashi desperta para arte cedo. Isso porque, já em 1947, com apenas 16 anos, ele estuda artes em Tóquio, um curso que se estende até ele completar 19 anos. Além disso, também frequenta aulas de desenho e pintura.

No mesmo ano, em 1950, retorna à sua cidade natal para iniciar a faculdade de arquitetura. Porém, logo a abandona para voltar a se dedicar à pintura, o que demonstra o amor do artista plástico pela arte.

Assim, em 1951, ao lado de outros ícones da arte, como Rokuichi, Kazuo Wakabayashi passa a fazer parte do Grupo Babel. Dois anos depois, acontece a sua primeira publicação, um álbum incrível de poesias e pinturas. No ano seguinte, é chamado para ilustrar alguns jornais e realiza essa tarefa de forma sublime.

Logo, como resultado natural de seu empenho e talento, participa de diversos salões japoneses, em um período que dura 20 anos, e que acontece entre as décadas de 1940 e 1960. Assim, seu trabalho é reconhecido pela crítica especializada, um reconhecimento traduzido em forma de prêmios, assim concedidos a ele em 1947, 1950, 1954 e 1959.

TRAJETÓRIA DE KAZUO WAKABAYASHI NO BRASIL

Em 1961, aos 30 anos, o artista plástico Wakabayashi chega a terras tupiniquins. Logo, fixa-se em São Paulo e o amor pelo país o faz se naturalizar brasileiro poucos anos depois, em 1968. Durante esse período, na década de 1960, é apresentado a Manabu Mabe e também faz o seu primeiro contato com a célebre Tomie Ohtake. Dessa forma, ingressa no Grupo Seibi e se torna membro dessa associação.

É no Brasil que acontece a primeira exposição individual do artista, no ano de 1963, na Galeria Tenreiro, no Rio de Janeiro. Logo, participa de várias mostras da Bienal Internacional de São Paulo e, assim, entre 1963 e 1967, é agraciado com prêmios.

Nessa fase, as obras de Kazuo Wakabayashi já contam uma maturidade aparente. Focado em experimentar e pesquisar sobre técnicas, cores e materiais diversos, o trabalho do artista apresenta um forte caráter abstrato. Dessa forma, o artista fica conhecido como um dos pioneiros do abstracionismo no Brasil.

Mesclando contornos precisos com cores intensas, as peças do artista apresentam formas variadas. Criada em 1966, a peça “Sem título” exemplifica bem esse conceito.

 

Fonte: LaArte

 

Fotos
Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Qui
21/Jan
"Abstracionismo Gráfico" -
Saiba mais
Sex
22/Jan
"Referências Abstratas" - O artista plástico italiano Renzo Eusebi abre a exposição "Referências Abstratas" para homenagear o centenário da Semana de Arte Moderna de 22, no Espaço Cultural Correios Niterói.
Saiba mais
Sáb
18/Set
Buffoni, Desenhos Para A Modernidade -
Saiba mais
Qui
14/Out
Samsung Rock Exhibition Rita Lee - Exposição histórica sobre Rita Lee leva panorama da carreira e da vida da artista ao MIS
Saiba mais
Sex
22/Out
Melinda Garcia estende exposição-
Saiba mais
Seg
15/Nov
EXPOSIÇÃO “RETRATOS RELATOS” DE PANMELA CASTRO - EXPOSIÇÃO “RETRATOS RELATOS” DE PANMELA CASTRO É REABERTA AO PÚLICO NO MUSEU DA REPUBLICA, NO RIO DE JANEIRO
Saiba mais
Sáb
04/Dez
"Abdias Nascimento, Tunga e o Museu de Arte Negra" -
Saiba mais
Sex
17/Dez
"AMAZÔNIA" - Cristina Jobim abre exposição inédita sobre a Floresta e os Corais da Amazônia no Centro Cultural Correios RJ
Saiba mais