Carregando... aguarde
Especialista em pilhagem nazista se junta ao Louvre para investigar suas aquisições em tempo de guerra - Guia das Artes
Especialista em pilhagem nazista se junta ao Louvre para investigar suas aquisições em tempo de guerra
Especialista em pilhagem nazista se junta ao Louvre para investigar suas aquisições em tempo de guerra
Contratação da historiadora de arte francesa Emmanuelle Polack sugere uma postura mais proativa na pesquisa de proveniência da era nazista no museu de Paris
inserido em 2020-01-13 19:32:03
Conteúdo

 

O Museu do Louvre nomeou um especialista no mercado de arte francês sob a ocupação nazista, Emmanuelle Polack, para investigar suas aquisições durante o período de 1933 a 1945. 

 

Na semana passada, a historiadora de arte francesa ingressou no departamento de pesquisa e coleções do museu em um contrato que poderia ser estendido por um ano, segundo uma porta-voz do Louvre.

Polack, no ano passado, organizou uma exposição no Shoah Memorial, o Museu do Holocausto em Paris, com base em sua pesquisa sobre o mercado de arte francês em expansão durante a ocupação em 1940-44, quando cerca de 100.000 objetos foram saqueados e vendidos sob coação de famílias judias e negociantes de arte na França. Ela era membro da força-tarefa internacional criada pelo governo alemão para identificar saques nazistas entre o famoso tesouro de Gurlitt, e atuou como pesquisadora de arte spoliated na firma de advocacia ADD Associés de Paris e no Instituto Nacional de História da Arte da França.

A nomeação de Polack ocorre quase dois anos depois que o Louvre abriu uma exposição dedicada a cerca de 30 obras da era nazista em sua coleção que foram recuperadas da Alemanha após a Segunda Guerra Mundial, mas nunca foram devolvidas aos descendentes de seus legítimos proprietários. Outros 76 receberam novos rótulos em outras partes do museu. O Louvre conta um total de 1.752 obras não reclamadas, conhecidas como "MNR" (National Museums Recovery), em seu inventário, incluindo 807 pinturas. Quase 300 ainda são mantidos em Paris, com o restante distribuído em empréstimos de longo prazo para museus em toda a França.

"Nosso objetivo é claramente devolver tudo o que pudermos", disse Sébastien Allard, chefe do departamento de pinturas do Louvre, em uma entrevista ao New York Times em 2018. Polack comentou na época, no entanto, que os textos explicativos do museu falhavam. educar os visitantes sobre a procedência das pinturas e "a necessidade duradoura de devolvê-las".

Embora o escopo exato de seu papel no Louvre não tenha sido divulgado, a nomeação de Polack coincide com a postura mais proativa na pesquisa de proveniência da era nazista anunciada recentemente pelo governo francês. A França possui uma comissão especial para a compensação das vítimas de espoliação desde 1999, mas um relatório do governo publicado em 2018 culpou "falta de comunicação e transparência", bem como "respostas fracas e inação" pelo lento progresso na restituição dos nazistas art.

Uma nova força-tarefa centralizada, apoiada pelo ministério da cultura francês, foi criada com base na recomendação do relatório, com a missão mais ampla de pesquisar a proveniência de obras nas coleções nacionais francesas. Polack saudou a decisão como "um verdadeiro ponto de virada nessas questões na França".

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
01/Jan
ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Dom
24/Nov
SURSUM CORDA - No dia 23 de novembro de 2019, a Capela do Morumbi, unidade vinculada ao Museu da Cidade de São Paulo e à Secretaria Municipal de Cultura, abre a instalação “Sursum corda”, de Carlos Eduardo Uchôa.
Saiba mais
Ter
26/Nov
"Pardo É Papel" - Em individual no MAR, Maxwell Alexandre manipula narrativas de modo a construir seu lugar de poder
Saiba mais
Sáb
11/Jan
'UÓHOL', DE RAFAEL BQUEER - Abrindo a agenda expositiva de 2020, o Museu de Arte do Rio apresenta ao público a partir de 11 de janeiro “UóHol”, mostra individual do paraense Rafael BQueer.
Saiba mais
Sáb
18/Jan
Rua! - O Museu de Arte do Rio abre ao público no dia 18 de janeiro, com entrada gratuita, a exposição “Rua!”.
Saiba mais
Sáb
25/Jan
ARQUIVO PETER SCHEIER - As muitas fases de Peter Scheier
Saiba mais
Sáb
25/Jan
Limiares - Governo do Estado presenteia São Paulo com novo espaço dedicado à arte contemporânea.
Saiba mais
Sáb
01/Fev
Egito Antigo: do cotidiano à eternidade - São Paulo receberá exposição gratuita sobre Antigo Egito
Saiba mais