Carregando... aguarde
Ismael Nery artista - Guia das Artes
Ismael Nery
Informações
Nome:
Ismael Nery
Nasceu:
Belém, Pará (09/10/1900)
Faleceu:
Campo Grande, Rio de Janeiro (06/04/1934)
Biografia

Muda-se ainda criança para o Rio de Janeiro onde, em 1917, matricula-se na Escola Nacional de Belas Artes - Enba. Viaja para França em 1920 e freqüenta a Académie Julian. De volta ao Rio de Janeiro, no ano seguinte, trabalha como desenhista na seção de Arquitetura e Topografia da Diretoria do Patrimônio Nacional, órgão ligado ao Ministério da Fazenda. Lá conhece o poeta Murilo Mendes (1901 - 1975), que se torna grande amigo e incentivador de sua obra. Em 1922 casa-se com a poeta Adalgisa Nery (1905 - 1980). Ismael Nery aplica à sua produção os princípios do Essencialismo, sistema filosófico que ele mesmo cria. Segundo Murilo Mendes, esse sistema diz respeito às concepções do artista sobre a abstração do tempo e do espaço. Em 1927, novamente na França, conhece Marc Chagall (1887 - 1985), André Breton (1896 - 1966) e Marcel Noll. A volta ao Brasil marca a fase surrealista de sua obra, a princípio por influência de Chagall. Em 1930, contrai tuberculose. Enfermo, seus trabalhos passam a revelar seu drama pessoal e a fragilidade do corpo. Falece aos 33 anos. Em 1948, uma série de artigos de Murilo Mendes publicados nos jornaisO Estado de S. Paulo e Letras e Artes busca resgatar a obra plástica, literária e filosófica do artista. Esquecido, Ismael Nery, passa a ser valorizado em meados dos anos 1960 com exposições realizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Cronologia

Realizou apenas três exposições individuais (sempre se considerou mais poeta e escritor do que pintor): 1929 - Palace Théatre, Belém; Galeria do Palace Hotel, Rio de Janeiro. 1930 - Studio Nicolas, Rio de Janeiro.

Participou de apenas quatro mostras coletivas, relacionadas abaixo: 1930 – The First Representative Collection of Paintings by Brazilian Artists, Nicholas Roerich Museum, Nova York. 1931 – Salão Revolucionário, Escola Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro. 1933 – 3ª Salão da Pró-Arte, Rio de Janeiro; 2ª Exposição de Arte Moderna da SPAM, Palacete Campinas, São Paulo.

Postumamente, seus trabalhos integraram diversas exposições coletivas e sobretudo individuais. Além das já mencionadas, merecem destaque as seguintes: 1965 – Bienal de São Paulo, São Paulo (sala especial dedicada ao surrealismo e à arte fantástica). 1967 – Mostra JB/Resumo, Rio de Janeiro; Bienal de São Paulo, São Paulo. 1974 – Museu de Arte de São Paulo, São Paulo. 1979 – Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo. 1984 – Museu de Arte Contemporânea, Universidade de São Paulo, São Paulo; Kraft Escritório de Arte, Porto Alegre, RS. 1985 – Rio Vertente Surrealista, Galeria Banerj, Rio de Janeiro. 1996 – Casa das Artes, São Paulo. 2000 – Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
30 de Junho às 18:00

Ismael Nery - Figura Masculina. Lápis preto e aquarela, monogramado em cima à direita: IN; 26 x 17 cm. - Origem: ex-coleção Maria Helena e Eldino F. Brancante.
Obras deste artista