Carregando... aguarde
Galileu Emendabili obras e biografia - Guia das Artes
Galileu Emendabili
Informações
Nome:
Galileu Emendabili
Nasceu:
Ancona, Itália (08/05/1898)
Faleceu:
São Paulo, SP (14/01/1974)
Biografia

Escultor. Galileo Emendabili (1898: Ancona, Itália – 1974: São Paulo, SP).

Início do século XX – Ainda criança, iniciou aprendizado do ofício de entalhador no ateliê de móveis de seu pai. 1915 – Matriculou-se no curso de escultura da Academia Real de Belas Artes da cidade de Urbino, na Itália, onde foi aluno de Domenico Jollo. Posteriormente, frequentou o ateliê de Arturo Dazzi, em Roma, e travou contato com o escultor iugoslavo Ivan Mestrovic. 921 – Executou o monumento do túmulo do líder republicano Giusepe Meloni, em Ancona. 1923 – Transferiu-se para São Paulo e logo começou a trabalhar como entalhador no Liceu de Artes e Ofícios da cidade; no ano seguinte, montou o seu próprio ateliê. 1925 – Venceu o concurso internacional para o monumento dedicado ao médico e cientista Pereira Barreto, que foi inaugurado três anos depois na praça Marechal Deodoro, na capital paulista. Posteriormente, venceu também o concurso para o monumento em homenagem ao arquiteto e urbanista Ramos de Azevedo, inaugurado em 1934 na avenida Tiradentes e depois transferido para a Cidade Universitária. 1940-48 – Projetou e executou os altares e estátuas de terracota, mármore e bronze para a Igreja Nossa Senhora da Paz. 1949 – Iniciou a execução do Monumento aos Heróis Constitucionalistas de 1932, conhecido como Obelisco, inaugurado em 1955, no Parque do Ibirapuera. Década de 1960 – Passou a se dedicar também à produção de desenhos, aquarelas e cerâmicas.

Além dos monumentos espalhados pela capital paulista, a obra do artista pode ser vista também nos monumentos funerários dos cemitérios São Paulo, da Consolação e do Araçá. Em 1982, a Rádio e Televisão Italiana produziu o documentário Ancona - San Paolo Solo Andata, dedicado a sua obra, que foi retratada também nos livros Galileo Emendabili (1987), com textos de Maurício Loureiro Gama, e Monumento a Ramos de Azevedo: do concurso ao exílio (1997), organizado pela historiadora e crítica de arte italiana Annateresa Fabris, que redigiu ainda o texto sobre o artista publicado no Dizionario Biografico degli Italiani (1993).

Cronologia

Exposições individuais: 1923 – Casa Excelsior, São Paulo, SP. 1971 – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, São Paulo, SP. 1972 – 50 Anos de Arte no Brasil: esculturas, arquitetura e desenhos, Paço das Artes, São Paulo SP. 1987 – Galileo Emendabili: retrospectiva, Museu de Arte de São Paulo (Masp), São Paulo, SP.

Exposições coletivas: 1974 – Tempo dos Modernistas, Museu de Srte de São Paulo (Masp), São Paulo, SP. 1982 – Um Século de Escultura no Brasil, Masp, São Paulo, SP. 1994 – Bienal Brasil Século XX, Fundação Bienal, São Paulo, SP. 1997-98 – Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaú Cultural, São Paulo, SP / Belo Horizonte, MG / Brasília, DF / Penápolis, SP. 1999 – Galileo Emendabili: uno scultore emigrante nell'Ancona del primo Novecento, Sale del Lazzaretto Vanvitelliano, Ancona, Itália.

Outras imagens
Colaboradores com informações sobre este artista

<http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=artistas_ biografia&cd_verbete=1864&lst_palavras=&cd_idioma=28555&cd_item=1

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
30 de Janeiro às 20:00

GALILEO EMENDABILI - Escultura em bronze "Maternidade" - 39 cm altura. Base 16 cm larg. X 15,5 cm prof. Assinado e datado na base - 1955.
Obras deste artista