Carregando... aguarde
Alfred Agache pinturas - Guia das Artes
Alfred Agache
Informações
Nome:
Alfred Agache
Biografia

Arquiteto, urbanista, professor. Alfred Hubert Donat Agache (1875: Tours, França – 1959: Paris, França). “ Urbanismo é uma ciência e uma arte e, sobretudo, uma filosofia social. Entende-se por Urbanismo o conjunto de regras aplicadas ao melhoramento da edificação, do arruamento, da circulação e do descongestionamento das artérias públicas. É a remodelação, a extensão e o embelezamento de uma cidade levados a efeito mediante um estudo metódico da geografia humana e da topografia urbana, sem descurar as soluções financeiras.” (Alfred Agache, 1930, apud MOREIRA, Fernando Diniz. Urbanismo e modernidade: reflexões em torno do Plano Agache para o Rio de Janeiro. In: Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v. 9 nº 2, 2007)

Cronologia

1905 – Formou-se em arquitetura na Ecole des Beaux-Arts [Escola de Belas-Artes] em Paris, realizando em seguida o curso de sociologia do Collège Libre des Sciences Sociales [Escola Livre de Sociologia], também na capital francesa. 1909 – Passou a colaborar ativamente com o Musée Social de Paris, entidade de direito privado criada por profissionais liberais, políticos, universitários e representantes da burguesia industrial francesa, que advogavam um programa de reformas para solução da chamada questão social. 1911 – Participou da fundação da Société Française des Urbanistes [Sociedade Francesa de Urbanistas – SFU], atuando como secretário-executivo da instituição por mais de duas décadas. Conquistou a medalha de ouro no concurso internacional de projetos para a construção de Canberra, nova capital da Austrália. 1912-13 – Elaborou planos de remodelação urbana das cidades de Dunquerque, na França, e Casablanca, no Marrocos. 1914 – Participou da Exposição Internacional Urbana de Lyon, na França. 1916 – Publicou o livro Como reconstruir nossas cidades destruídas, em parceria com Jacques-Marcel Auburtin e Edouard Redont. 1925-1926 – Executou projetos urbanísticos para as cidades francesas de Creil e Poitiers. 1927 – Foi contratado pelo prefeito do Rio de Janeiro, Antônio Prado Jr., para elaborar o plano urbanístico da cidade. Chegando ao Rio, proferiu as seguintes conferências: O que é urbanismo; Como se elabora o plano de uma cidade; Cidades-jardins e favela; A fotografia aérea e a planta das cidades; A propaganda do urbanismo na França. 1928-30 – Elaborou o projeto de remodelação do Rio de Janeiro, conhecido como Plano Agache, propondo importantes mudanças como o zoneamento e a construção de um sistema de vias expressas para melhorar a circulação da cidade. Para a área central da então capital federal, projetou um grande boulevard (a futura Avenida Presidente Vargas), conectando a Praça da Bandeira com o porto e cruzando a área mais densa do centro. Com a Revolução de 1930 e a mudança do poder no país, a execução de seu plano foi postergada. 1930 – Projetou o ajardinamento do Parque Farroupilha, em Porto Alegre, à semelhança dos jardins franceses. Retornou à França e publicou o livro Cidade do Rio de Janeiro: extensão, remodelação, embelezamento (Paris: Foyer Brésilien). 1938 – Organizou a Exposição do Progresso Social, realizada em Lille, França. 1939 – Participou da Exposição do Progresso da Ciência, em Lille. Regressou ao Rio de Janeiro, passando trabalhar como consultor da empresa de engenharia Coimbra Bueno & Cia Ltda. 1940-1943 – Foi um dos principais responsáveis pelo plano de urbanização da cidade de Curitiba, encomendado pelo prefeito Rozaldo de Mello Leitão à firma Coimbra Bueno. Algumas proposições do plano para a capital paranaense foram implementadas, notadamente a abertura de extensas avenidas, a construção de galerias pluviais e a implantação do centro cívico, reunindo os principais edifícios administrativos do governo estadual. 1942 – Suas propostas para reurbanização do Rio de Janeiro foram retomadas pelo prefeito Henrique Dodsworth, e adaptadas às novas condições da cidade por uma comissão formada por Lucio Costa e Affonso Eduardo Reidy, entre outros arquitetos e urbanistas. Também elaborou projetos urbanísticos para São Paulo, Vitória e Recife, e cidades de outros países, como São Petersburgo, Chicago, Lisboa e Istambul. No decorrer de sua carreira, atuou ainda como professor do Instituto de Urbanismo da Universidade de Paris.

Outras imagens
Colaboradores com informações sobre este artista

BRUANT, Catherine. Un architecte à l’école d’énergie. Donat Alfred Agache, du voyage à l’engagement colonial. Revue du Monde Musulman et de la Mediterranée, nº 73-74, p. 99-15. 1994.

 

CAROLLO, Bráulio. Alfred Agache em Curitiba e sua visão de urbanismo. Dissertação de Mestrado, UFRGS: Programa de Pós Graduação em Arquitetura, 2002. MOREIRA, Fernando Diniz. Urbanismo e modernidade: reflexões em torno do Plano Agache para o Rio de Janeiro. In Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v. 9 nº 2, 2007.

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar