Carregando... aguarde
Arte da Diplomacia-2023-10-09 - Guia das Artes
Arte da Diplomacia
Evento encerrado
Arte da Diplomacia
Quando aconteceu
Segunda, 09 Outubro até Domingo, 15 Outubro
Local
R. Voluntários da Pátria, 35 - Botafogo, Rio de Janeiro - RJ, 22270-000
Conteúdo

 

'Arte da Diplomacia': longa-metragem de Zeca Brito ganha première nacional do Festival do Rio

 

Longa do diretor gaúcho detalha episódio da diplomacia brasileira que envolveu artistas modernistas contra o nazifascismo em 1944.

 

"Arte da Diplomacia", nono longa-metragem de Zeca Brito, terá sua première nacional no 25° Festival do Rio. O filme passa nos dias 9, às 19h, 13, às 16h20min (sessão para convidados), e 15 de outubro, às 14h, dentro da mostra Itinerários Únicos. Durante a Segunda Guerra Mundial, o Brasil enviou de navio mais de 160 pinturas doadas por 70 artistas modernistas para serem exibidas e leiloadas no Reino Unido. O documentário investiga este gesto de diplomacia cultural que uniu territórios e definiu o papel do país na luta contra o nazifascismo.

Na Londres de 1944, em meio aos bombardeios da guerra, a Arte Moderna brasileira era apresentada ao mundo pela primeira vez. "Tem uma certa provocação ali de mandar para os inimigos da Alemanha justamente o tipo de arte que o próprio Hitler mais detesta", avalia a pesquisadora Clara Marques, em uma das falas do filme. "Arte da Diplomacia" retrata os meandros deste ato de resistência, que ficou esquecido por décadas, enquanto procura novos significados para a arte moderna brasileira do período.

"O filme investiga o modernismo brasileiro em seu primeiro levante de internacionalização", avalia Zeca Brito. Antes do Festival do Rio, o longa terá sua primeira exibição mundial na Argentina, no 11º FIDBA - Festival Internacional de Cine Documental de Buenos Aires no dia 7 deste mês, sábado. "Um fascinante episódio em que os artistas e suas obras influenciaram na composição geopolítica, e posicionaram simbolicamente o país na Segunda Guerra Mundial - arte como soft power no combate ao nazifascismo", conclui.

Partindo da investigação do diplomata Hayle Melim Gadelha, o documentário traz relatos de diferentes críticos e historiadores da arte com gravações em Londres e Rio de Janeiro. Com diferentes versões e perspectivas, participam a crítica de arte brasileira Aracy Amaral e a inglesa Dawn Adès, as historiadoras Glaucea Britto e Anita Leocadia Benário Prestes, além de familiares dos artistas que participaram da exposição em Londres, como a pesquisadora Lisbeth Rebollo e o pintor Luiz Aquila.

"Arte da Diplomacia" é uma produção da Anti Filmes, em coprodução com Boulevard Filmes Donna Features. Assinam a produção: Celina TorrealbaFrederico RuasLetícia Friedrich, Sergio Carpi e Zeca Brito.

 

'Arte da Diplomacia' no 25° Festival do Rio

Mostra Itinerários Únicos

09/10 (segunda), 19h, na Estação NET Rio 4;

13/10 (sexta), 16h20min (sessão para convidados) - Estação NET Gávea 2;

15/10 (domingo), 14h - Estação NET Rio 3.

Ingressos: https://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/arte-da-diplomacia 

 

 

Sobre Zeca Brito

Zeca Brito é cineasta, atuando como diretor, produtor e roteirista. Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), graduado em Realização Audiovisual pela Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos) e em Poéticas Visuais pela UFRGS. Foi diretor do Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul (2019- 2023). Dirigiu e roteirizou curtas e longas-metragens exibidos e premiados no Brasil e no exterior; "O Guri" (2011), "Glauco do Brasil" (2015), "Em 97 Era Assim" (2017), "A Vida Extra-Ordinaria de Tarso de Castro" (2018), "Grupo de Bagé" (2018), "Legalidade" (2019), "Trinta Povos” (2020) e "Hamlet" (2022).

 

Filmografia:

  • Um Breve Assalto (2009, 12’)
  • Aos Pés (2009, 18’)
  • O Sabiá (2011, 15’)
  • O Guri (2011, 94’)
  • Glauco do Brasil (2015, 90’)
  • Em 97 Era Assim (2017, 94’)
  • A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro (2018, 90’)
  • Grupo de Bagé (2018, 75’)
  • Legalidade (2019, 122’)
  • Trinta Povos (2020, 78’)
  • Hamlet (2022, 87')

 

Sobre Anti Filmes

A Anti Filmes é uma empresa gaúcha dedicada à produção e difusão do audiovisual brasileiro, com filmes e séries de documentário e ficção premiados no Brasil e no exterior. Dentre as produções realizadas, destacam-se filmes de Zeca Brito, como "Glauco do Brasil", "A Vida Extra-ordinária de Tarso de Castro", "Grupo de Bagé", "Trinta Povos", "Hamlet" e obras criadas pelo cineasta Frederico Ruas, como o longa-metragem "TERRAQUEOS - Vestígios de uma Era Digital",  e a série "A Benção".

 

Sobre Boulevard Filmes

Boulevard produziu curtas, longas e telefilmes. Dentre eles, se destacam os longas de ficção “Amor, Plástico e Barulho” (Indie Lisboa 2015, Festival de BrasíIia 2014, Mostra SP 2014), “Açúcar” (IFFR- Festival Internacional de Cinema de Rotterdam 2018, Festival do Rio, Mostra SP) e os documentários “Libelu – Abaixo a Ditadura”, de Diógenes Muniz (Melhor Filme Festival É Tudo Verdade 2020)e “A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro”, de Leo Garcia e Zeca Brito (Festival do Rio e Mostra SP 2017).

 

Sobre Donna Features

Donna Features nasceu com projetos em busca do feminino em suas dimensões poética, política e resiliente, como nos documentários "The Breeding Shed" (2022) e "O Tempo das Chuvas" e "Voto de Esperança” (em pós-produção). Fundada pela documentarista Celina Torrealba e o produtor Sergio Carpi, a empresa é produtora associada de longas internacionais, entre eles "Wasp Network - Prisioneiros da Guerra Fria" (2019) de Olivier Assayas, e "O Farol" (2018) de Robert Eggers, em coprodução com a A24. Também é realizadora de  "Dama da Floresta" em produção.

 

 

Créditos:

Roteiro: Frederico Ruas, Denise Silveira, Jardel Machado Hermes e Zeca Brito 

Produção: Celina Torrealba, Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Sergio Carpi e Zeca Brito

Coprodução: Boulevard Filmes e Donna Features

Produção executiva: Letícia Friedrich

Direção de Fotografia: Bruno Polidoro

Montagem: Frederico Ruas e Jardel Machado Hermes

Direção de Arte: Leo Lage

Direção de Som: Tiago Bello

Direção Musical: Rita Zart

Pesquisa: Hayle Melim Gadelha e Clara Marques

 

* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
Anna Bella Geiger – Entre o relevo e o recorte -
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
Argus -
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Casa-Tempo: Assentamentos -
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
Exposição YVY MARÃEY - A TERRA SEM MALES -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
Mão de Vaca -
Saiba mais
Os Artivistas: Carlos Scliar e Cildo Meireles -
Saiba mais
Os Super Heróis Negros -
Saiba mais
TROMBA D’ÁGUA -
Saiba mais