Carregando... aguarde
Iluminuras-2022-05-12 - Guia das Artes
"Iluminuras"
amanhã às 11:00h
"Iluminuras"
Quando acontece
Quinta, 12 Maio até Terça, 24 Maio
dom
seg
11:00
18:00
ter
11:00
18:00
qua
11:00
18:00
qui
11:00
18:00
sex
11:00
18:00
sab
11:00
18:00
Local
Mul.ti.plo Espaço Arte
Rua Dias Ferreira, 417 - 206 - Leblon
Conteúdo

 

Mostra traz ao público trabalhos inéditosresultado de suas experimentações com processos alternativos de produção de imagem há mais de 20 anos.


Conhecido por seu trabalho em fotografia, cinema e televisão, Walter Carvalho apresenta ao público pela primeira vez sua produção artística autoral em Platinotipia. Na mostra "Iluminuras", na Mul.ti.plo Espaço Arte, no Leblon, o artista reúne uma vigorosa produção composta de trabalhos inéditos a partir de suas experiências poéticas com processos alternativos e rudimentares de impressão. A mostra será inaugurada no dia 12 de maio, às 17h, ficando em cartaz até 24 de junho, com entrada franca.

Utilizando como matriz seu acervo autoral de fotografias, Walter Carvalho atua sobre as imagens com pinceladas de platina em um complexo processo de impressão. O resultado são as "Iluminuras". "Novas formas e imagens surgem do inesperado e se aconchegam 'desplanejadas'. Uma profusão de pretos e meios tons surge de repente, podendo ser lascas de luz sobre os objetos ou derivados deles, mas com espessura", conta Walter Carvalho. Nas obras, de aproximadamente 70 X 90 cm, feitas sobre papel, um ferro de engomar gira como se estivesse fora do ritmo, numa dança improvável. Manchas, resíduos ou vestígios – o rastro do pincel – de alguma maneira dilaceram as imagens e formas originais sem entretanto, abalar sua estabilidade.

Há mais de 20 anos, Walter Carvalho dedica-se a sua pesquisa artística no universo de impressões alternativas e rudimentares: "Em 1998 comecei a experimentar impressão com gelatina de prata. Cheguei a expor em 2004, no Instituto Moreira Salles (Rio) e no Paço Imperial (Rio). Depois fui aos poucos tentando outros caminhos, até chegar à Platinotipia. São dez anos nesse estudo", conta o artista. "Vejo nesses trabalhos uma guinada importante. O artista nesse tempo desencantado desestabiliza a forma, investe em temporalidades que se somam ao seu gesto revelador. Walter Carvalho aposta no experimento e no risco poético", completa Maneco Müller, diretor da galeria Mul.ti.plo.

Um dos interesses de Walter pela técnica, patenteada em 1873 pelo inglês William Willys (1841-1923), é a possibilidade de unir processos diferentes separados por séculos de distância. "As matrizes são feitas a partir de fotos mecânicas com filme fotográfico ou arquivos digitais. A Platinotipia permite esse encontro entre o passado longínquo e os elementos de hoje", diz o artista, ressaltando também a longa durabilidade conferida pelo uso do nobre metal nas impressões fotográficas. "A platina resiste à impiedosa passagem do tempo", afirma. Entre os grandes nomes da fotografia mundial que se dedicaram ao processo estão Alfred Stieglitz (1864-1946), Edward Weston (1886-1958), Irving Penn (1917-2009) e Robert Mapplethorpe (1946-1989).

 

 

SOBRE WALTER CARVALHO (João Pessoa, PB, 1947)

Fotógrafo e cineastaé formado em Design Gráfico pela Escola Superior de Desenho Industrial do Rio de Janeiro (ESDI). Desde 1972, desenvolve intensa atividade como profissional da imagem: em fotografia, no cinema e na TV. No cinema, foi responsável pela direção de fotografia de Lavoura arcaica, Abril despedaçado, Madame Satã, Central do Brasil, Amarelo manga e Terra estrangeira, entre outros. Conquistou o Golden Frog, no Film Festival of Cinematography Camerimage, com Central do Brasil, e The International Cinematographers Film Festival "Manaki Brothers" por três vezes. Conquistou a Golden Camera com os filmes: Terra estrangeira, Central do Brasil e Lavoura arcaica. Seu percurso duplo de fotógrafo e cineasta reflete-se em todo seu trabalho autoral. Conta com diversas publicações, como o livro "Contrastes simultâneos" e "Fotografias de um filme", ambos da Cosac Naify; "Walter Carvalho – Fotógrafo", editado pelo IMS (2003), "Terra Estrangeira, Leitura das imagens do filme Terra Estrangeira", Ed. Dumará. Em cinema, recebeu mais de 80 prêmios nacionais e internacionais. Em fotografia, destacam-se os prêmios no Concurso Nacional de Fotografia da Revista Realidade, 1972; e o primeiro lugar no Concurso Nikon (Viagem ao México), 1973. Suas últimas exposições foram "Retraço", no Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo, 2018, com texto de Texto Agnaldo Farias; e no Paço Imperial do Rio de Janeiro, 2019. Sua obra fotográfica integra as coleções do Museu de Arte do Rio (MAR), do Maison Européenne de la Photographie (MEP-Paris), da Coleção Pirelli/Masp, do Instituto Moreira Salles, do Museu de Arte Moderna (São Paulo) e da Coleção Fnac, entre outros. Integra a "Photographers Encyclopaedia International, 1839 to the present". É membro da Academia de Cinema de Hollywood. Participou de mais de 30 exposições de fotografia no Brasil e no exterior. Como artista, é representado pela Mul.ti.plo Espaço Arte.

 

SOBRE IMPRESSÃO COM PLATINA (PLATINOTIPIA)

Também conhecida por impressão em Platina/Paládio, a Platinotipia é um processo de impressão fotográfica patenteado pelo inglês William Willis (1841-1923), em 1873. Durante a 1ª guerra mundial, o valor da platina subiu exponencialmente devido ao uso militar do metal e os fotógrafos tiveram de se concentrar noutros processos. A técnica permite ao artista uma infinidade de possibilidades de interpretação da imagem. Graças à fina e rica gradação tonal que confere a cada fotografia, a técnica foi explorada por grande nomes da fotografia mundial, como Alfred Stieglitz (1864-1946), Edward Weston (1886-1958), Irving Penn (1917-2009) e Robert Mapplethorpe (1946-1989). Uma das grandes vantagens da técnica é que ela confere à imagem a mesma durabilidade do papel em que é impressa devido à impregnação de sais de platina/paládio na fibra do papel.

 

 

SERVIÇO
Exposição de arte
Título: Iluminuras
Artista: Walter Carvalho
Abertura: 12 de maio (quinta-feira), das 17h às 20h
Exposição: até 24 de junho (sexta-feira)
Local: Mul.ti.plo Espaço Arte
Tel: +55 21 2259-1952
Novo horário: segunda a sexta-feira, de 11h às 18h
End: Rua Dias Ferreira, 417 - 206 - Leblon - Rio de Janeiro
Entrada franca

 

Fonte: Mul.ti.plo Espaço Arte

Contato
+55 21 2259-1952
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
"Iluminuras" - WALTER CARVALHO EXPÕE NA MUL.TI.PLO
Saiba mais
"Symbola" - LURIXS: Arte Contemporânea anuncia a abertura de ‘Symbola’, individual de Heberth Sobral, com curadoria de Christiane Laclau
Saiba mais
'Terra em tempos: fotografias do Brasil -
Saiba mais
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
BU! 2022 – O Relacionamento Perfeito para o Século 21. - Crítica de teatro: Bu! Tudo que faz da Arte, Arte (por Diário do Rio)
Saiba mais
Caravana Literária na Zona Oeste-  A abertura será com o professor e historiador Luiz Antonio Simas. 
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
“Van Gogh e seus contemporâneos – Experiência imersiva” -
Saiba mais