Carregando... aguarde
Dos BrasisArte e Pensamento Negro--- - Guia das Artes
Dos Brasis – Arte e Pensamento Negro
amanhã às 10:00h
Dos Brasis – Arte e Pensamento Negro
Quando acontece
termina na Domingo, 27 Outubro
dom
10:00
17:00
seg
ter
10:00
17:00
qua
10:00
17:00
qui
10:00
17:00
sex
10:00
17:00
sab
10:00
17:00
Local
Centro Cultural Sesc Quitandinha (CCSQ)
Avenida Joaquim Rolla, nº 2 – Petrópolis/RJ
Conteúdo
 
Exposição no Quitandinha, em Petrópolis, bate recorde de público
 
Mostra dedicada à produção artística negra nacional, “Dos Brasis: arte e pensamento negro” reúne mais de 380 obras e poderá ser vista até 27 de outubro. Entrada gratuita
 
PETRÓPOLIS/RJ – Em apenas um mês de exibição, a mostra “Dos Brasis – Arte e Pensamento Negro”, a mais abrangente exposição dedicada exclusivamente à produção de artistas negros, recebeu 92 mil visitantes no Centro Cultural Sesc Quitandinha (CCSQ), em Petrópolis – um recorde entre as exposições apresentadas no espaço. Inaugurada no último dia 3 de maio, a mostra reúne 384 obras de 241 artistas do país e receberá visitantes até 27 de outubro. A entrada é gratuita. 
 
Sob curadoria de Igor Simões, Lorraine Mendes e Marcelo Campos, a mostra, cujo título foi inspirado em verso do samba “História para ninar gente grande”, que deu o 20º título à Mangueira, em 2019, é resultado de um trabalho desenvolvido pelo Sesc em todo o país. A exposição conta com sete núcleos temáticos - que têm como referência pensamentos de importantes intelectuais negros da história do Brasil como Beatriz Nascimento, Emanoel Araújo, Guerreiro Ramos, Lélia Gonzales e Luiz Gama. A exposição apresenta obras em diversas linguagens artísticas, como pintura, fotografia, escultura, instalações e videoinstalações, produzidas desde o fim do século XVIII até o século XXI. 
 
Elogiada pela crítica e sucesso de público, a mostra esteve em exibição no Sesc Belenzinho, em São Paulo, onde recebeu 130 mil visitantes de agosto de 2023 a fevereiro de 2024. Desde maio, as obras ocupam os salões da área monumental do Quitandinha. Parte dos trabalhos, alguns inéditos, também são exibidos pela primeira vez na área externa do prédio histórico, que em 2024 completou 80 anos.
 
Desde que foi reinaugurado pelo Sesc RJ como um Centro Cultural, em abril do ano passado, o Quitandinha vem sendo ocupado por exposições que resgatam a forte identidade afro-brasileira em Petrópolis. A primeira, intitulada “Um oceano para lavar as mãos”, com curadoria de Marcelo Campos e Filipe Graciano, apresentou uma revisão da história do Brasil a partir de narrativas não eurocentradas, pensada por curadores e artistas negros, levando o espectador à reflexão sobre a forte memória e produção artística negra na contemporaneidade, no Brasil e no município, e sua relação com o passado imperial. Depois, dos mesmos curadores, recebeu a coletiva “Da Kutanda ao Quitandinha”, em que o ponto de partida foi o território onde o edifício está inserido – uma região marcada por quilombos formadores da cidade.
 
“Essa recepção do público à ‘Dos Brasis’, que apresenta um recorte extraordinário da arte negra nacional no CCSQ, é motivo de grande celebração, sobretudo por se tratar de uma exposição em exibição no interior do estado”, disse o presidente do Sistema Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior. “O Sesc RJ tem um compromisso inegociável com a democratização da cultura e do acesso à informação, sobretudo frente a um histórico de narrativas invisibilizadas ao longo da formação do nosso país”, acrescentou.
Com obras de diferentes temporalidades, linguagens e estilos que dialogam com questões como tecnologias ancestrais e afrofuturismo, a exposição poderá ser vista até 27 de outubro. O público poderá ainda participar atividades educativas, que incluem mediação cultural, debates e palestras com convidados. Depois do Quitandinha, a mostra circulará em espaços do Sesc por todo o Brasil pelos próximos 10 anos.
 
SERVIÇO
Exposição "Dos Brasis – Arte e Pensamento Negro"
Centro Cultural Sesc Quitandinha (CCSQ)
Avenida Joaquim Rolla, nº 2 – Petrópolis/RJ
Visitação até 27 de outubro de 2024
Terças a domingos e feriados, das 10h às 17h
Entrada gratuita 
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
Anna Bella Geiger – Entre o relevo e o recorte -
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Casa-Tempo: Assentamentos -
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
Exposição YVY MARÃEY - A TERRA SEM MALES -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
Mão de Vaca -
Saiba mais
No Céu da Pátria Nesse Instante – Audiovisual Expandido -
Saiba mais
Os Artivistas: Carlos Scliar e Cildo Meireles -
Saiba mais
Os Super Heróis Negros -
Saiba mais
TROMBA D’ÁGUA -
Saiba mais