Carregando... aguarde
Como Sera o Amanha-2024-05-17 - Guia das Artes
Como Será o Amanhã
aberto agora
Como Será o Amanhã
Quando acontece
Sexta, 17 Maio até Sábado, 15 Junho
dom
seg
ter
13:00
18:00
qua
13:00
18:00
qui
13:00
18:00
sex
13:00
18:00
sab
Local
10º andar (sala 1003), Cinelândia - Centro. Rio de Janeiro - RJ
Rua México, 31
Conteúdo

 

Ateliê 31 comemora um ano de atuação com exposição coletiva:

Como Será o Amanhã

Em seu primeiro aniversário de atuação, o Ateliê 31 celebra a data com a exposição coletiva “Como Será o Amanhã”, com a participação de 14 artistas contemporâneos que passaram por residência artística no espaço cultural. A mostra vislumbra o futuro almejado pelos artistas, depositando esperança na capacidade transformadora da arte.

Ateliê 31
Exposição “Como Será o Amanhã”
Abertura: 17 de maio (sexta-feira), das 15h às 19h
Visitação pública: até 15 de junho de 2024
Entrada: 1kg de alimento não perecível
(para as vítimas das chuvas no RS)

 

Ateliê 31 apresenta a partir de 17 de maio (sexta-feira), das 15h às 19h, a exposição coletiva
“Como Será o Amanhã”, em comemoração ao seu primeiro ano de atuação, no Centro do Rio
de Janeiro, ao mesmo tempo em que mantém um olhar para o futuro, como lugar em
constante transformação.
Sob a coordenação e curadoria de Shannon Botelho, 14 artistas foram convidados a participar
da exposição. Eles estão entrelaçados com a história do Ateliê 31, pois ocuparam o espaço
neste primeiro ano - seja em residência ou nos ateliês fixos, e colaboraram de forma mútua
para o desenvolvimento artístico uns dos outros, e do espaço em si. São eles: Andrea Antonon,
Beto Fame Camile Soares, Cecília Maraújos, Cibelle Arcanjo, Cibele Nogueira, Elisa Maciel,
Karin Cagy, Lucia Meneghini, Maria Pitú, Noah Scherner, Paloma Carvalho, Renan Andrade e
Séan Savage Ferrari.
“Como Será o Amanhã” revive o enredo marcante da GRES União da Ilha do Governador, de
1978. Idealizado por Maria Augusta Rodrigues, o desfile explorou o futuro como tema,
destacando esperanças e sonhos em contraste com a ditadura no Brasil. A mostra convida o
público a refletir sobre o presente como ponto de partida para moldar o futuro, resgatando
memórias e inspirando novas perspectivas sobre o que está por vir. Pinturas, desenhos e
gravuras discutem um aspecto daquilo que os artistas almejam para o futuro. “Cada trabalho
que compõe esta exposição discute um aspecto daquilo que almejam os artistas para o futuro.
Cada obra é, sobretudo, um depósito de esperança na capacidade transformadora da arte”,
justifica o curador.

A obra “Ninguém Nunca Te Avisou Pra Não Brincar Com Fogo?” (2024), do artista Renan
Andrade, discute, a partir de um posicionamento afro-centrado, a pintura como uma instância
de discurso social, onde a ideia de acolhimento e memória afetiva tornam o futuro mais
palpável, pois não se limita apenas na dor, mas também em experiencias positivas.

Nas gravuras “Queimadas (Burned)” e “Urbanização (Urbanization)”, ambos de 2023, o artista
inglês Séan Savage Ferrari, que residiu por um mês no ateliê, utiliza sementes de urucum e
fibras naturais em contraste com detritos recolhidos nas caminhadas pelo centro do Rio de
Janeiro. Nos trabalhos, a natureza triunfa sobre a destruição. Em “Pormenores de um dia que
passou” (2023), a artista Cibele Nogueira apresenta gravuras com impressões de folhas
recolhidas na Floresta da Tijuca, conectando a força poética da natureza com um ideal de
produção artística mais sustentável.

“A despeito de todas as notícias más, que sublinham os esgotamentos ambientais, os colapsos
climáticos e as urgências, insistimos na esperança do plantio e confiamos no poder das
sementes e da germinação. Por isso, nossos projetos e obras aqui expostas, corporificam
aquilo que acreditamos ser o mais essencial para o futuro: a liberdade. Para os corpos, para os
gêneros, para os pensamentos, para as produções, para as relações, para o sistema de arte.
Desejamos e propomos aqui um amanhã artístico, semelhante ao que escutamos no samba
enredo: ‘leio a mensagem zodiacal e o realejo diz que eu serei feliz! Sempre feliz!’”, destaca
Shannon Botelho, no texto curatorial.

O ATELIÊ 31
Inaugurado em abril de 2023, o Ateliê 31 se firmou como um ponto de encontro para a cena
artística carioca e potencializador do projeto de revitalização do centro do Rio de Janeiro,
colaborando para impulsionar a arte contemporânea.
Neste período, realizou dez exposições: “Quadrantes da Miragem” (coletiva); individual de
Cibelle Arcanjo; “Espaços Etéreos”, individual de Lucia Meneghini; ?”Vozes do Fogo”, individual
de Ana Herter; “?Transbordar em si”, coletiva promovida pelo instituto Artistas Latinas; “?Plantas
Imaginárias de Proteção”, individual de Yuli Anastassakis; “?Breve Desarmonia”, individual de
Beto Fame, “?É pra ontem” (coletiva); “?Marcelo Lago: esculturas, pinturas e gravuras”
(individual); e “?Vestíigios do Tempo”, individual de Karin Cagy.
Além das mostras, o Ateliê 31 promoveu o lançamento livro “200 Anos de Crítica de Arte no
Brasil”, e a “?Feira de Múltiplos”, evento que se desdobrou em uma exposição coletiva com a
participação de 31 artistas, com o intuito de angariar fundos para manutenção do programa de
residência artística do espaço.
Residência artística
O programa de residência artística consiste em um laboratório de experimentação poética, no
qual os artistas participantes têm disponibilizado um espaço de produção para a execução de
seus trabalhos. Neste um ano, o Ateliê 31 recebeu quatro residentes, tendo suas pesquisas e
trabalhos sob o acompanhamento curatorial de Shannon Botelho, curador e crítico de arte,
responsável pela gestão artística do espaço.

Estrutura

Com um total de 220 m² e localizado em um ponto estratégico do centro do Rio de Janeiro –
Rua México 31 -, próximo aos principais museus, centros culturais, estações de metrô e teatros
da cidade, o Ateliê 31 é um espaço de arte independente e com a proposta de proporcionar
aos artistas cinco salas exclusivas de ateliês; uma sala para exposições que abriga mostras
coletivas e individuais; uma sala para residentes nacionais e/ou estrangeiros; áreas comuns
para encontros, troca de ideias e criações; ambiente colaborativo para workshops, palestras e
outros eventos; e suporte para artistas contemporâneos, através do acompanhamento
artístico e de carreira.

Serviço: Exposição “Como Será o Amanhã”
Curadoria: Shannon Botelho
Artistas: Andrea Antonon, Beto Fame Camile Soares, Cecília Maraújos, Cibelle Arcanjo, Cibele
Nogueira, Elisa Maciel, Karin Cagy, Lucia Meneghini, Maria Pitú, Noah Scherner, Paloma
Carvalho, Renan Andrade e Séan Savage Ferrari.
Abertura: 17 de maio (sexta-feira) | das 15h às 19h
Visitação pública: até 15 de junho de 2024
Entrada: 1kg de alimento não perecível (para as vítimas das chuvas no RS)
Ateliê 31
Rua México, 31, 10º andar (sala 1003), Cinelândia - Centro. Rio de Janeiro - RJ
Horário: Terça a sexta-feira, das 13h às 18h.

* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
Alquimia Abstrata -
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
Até onde marca -
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Como Será o Amanhã -
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
Exposição YVY MARÃEY - A TERRA SEM MALES -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
HACKEANDO O PODER -
Saiba mais
Ser Mulher: um Percurso de Papéis -
Saiba mais
Trajetória -
Saiba mais
“TOPIARIUS” - Vanessa Freitag -
Saiba mais