Carregando... aguarde
PRAGANA - Guia das Artes
PRAGANA
Informações
Nome:
PRAGANA
Sobre o artista


Biografia

 “TUDO É OUSADO PARA QUEM A NADA SE ATREVE!”

A frase do poeta português FernandoPessoa foi escolhida pelo próprio Carlos Pragana para definir uma de suasúltimas exposições. Sem dúvida, ousadia é uma das marcas deste Pernambucanonascido no Recife, em 1952, onde reside e trabalha. Pinturas, esculturas,colagens, desenhos, serigrafia e fotografia estão entre as técnicas utilizadaspelo mestre. Francisco Brennand, um dos maiores gênios das artes brasileiras,definiu assim a sua obra: “Um dos aspectos curiosos da pintura de Pragana éque, apesar da sua extrema ousadia, ele continua um pintor figurativo, embora amaior parte de suas figuras totêmicas, humanizadas ou animalizadas, estejamaprisionadas por um grafismo carbonário, isto é, revolucionário, porquanto,inusitado. Ele é novo como um astronauta e tão antigo quanto um feiticeiro dascavernas a pintar na escuridão. Essas palavras não têm outra destinação senãodemonstrar o meu apreço e admiração por esse artista pernambucano que podeperfeitamente se inscrever desde há algum tempo na galeria dos grandes pintoresbrasileiros.”

Autodidata, Pragana começou aindacriança nas artes plásticas. Já aos 14 anos foi convidado para exibir seusdesenhos em tinta água na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB-Recife).A partir daí, pintou por 21 anos sem parar. Em seguida, deu um tempo ao artistae foi desbravar outras áreas, só retornando aos 46 anos à pintura. Desde entãose dedica exclusivamente às artes plásticas, produzindo intensamente.

Atualmente, ele trabalha em um ateliê nobairro do Pina, zona sul do Recife, onde também expõe suas obras. Sem dúvida umdos melhores e mais bem-sucedidos artistas do Brasil.

Cronologia

MOSTRASINDIVIDUAIS:

2019– Pragana – De 1966 a 2019 – Ateliê Pragana - Recife

2016– Tudo é ousado para quem nada se atreve - Arte Plural Galeria - Recife

2015– Colagem Impressa – Florense - Recife

2013– Aglutinar – Arte Plural Galeria - Recife

2012– Desconstrução – Centro Cultural dos Correios - Recife

2010– Primeira mostra Artefacto (artista homenageado) – Recife

2009– O homem e sua sombra – Museu do Estado de Pernambuco – Recife

2003- Galeria de Arte Segundo Jardim - Recife

2001– Pragana – Museu do Estado de Pernambuco - Recife

1999– Iphan – Museu da Abolição – Recife

 

MOSTRASCOLETIVAS:

2019– Ideal Diverso – Coletivo Cuscuz

2013– Os 5 – Galeria Ranulpho – Recife

2013– Coletiva de Junho – Espaço Brennand – Recife

2011– Ano 11 – Galeria Mariana Moura – Recife

2010– Coletiva de Junho – Espaço Brennand – Recife

2009– Coletiva Inaugural Galeria Ufici.

2005– Recife 468 anos – Galeria Ranulpho

2003 – Artes Plásticas Itinerantes

Outras imagens
Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar