Carregando... aguarde
Os Super Herois Negros-2024-07-02 - Guia das Artes
Os Super Heróis Negros
aberto agora
Os Super Heróis Negros
Quando acontece
Terça, 02 Julho até Domingo, 28 Julho
dom
10:00
17:00
seg
ter
10:00
17:00
qua
10:00
17:00
qui
10:00
17:00
sex
10:00
17:00
sab
10:00
17:00
Local
MUHCAB
Rua Pedro Ernesto, 80 - Gamboa - RJ
Conteúdo
 
 
OS SUPER HERÓIS NEGROS BRASILEIROS
 
 
A exposição "Os Super Heróis Negros Brasileiros", que será inaugurada no próximo dia 29, no MUHCAB, traz 21 personagens para homenagear a cultura afro-brasileira
 
 
 
"Os Super Heróis Negros Brasileiros", que será inaugurada no próximo dia 29 de junho, na Sala Mestre Marçal do MUHCAB, por ocasião da reabertura do local após obras de revitalização, é uma exposição pensada para mostrar a importância da cultura afro-brasileira através do quadrinho, e a qualidade de produção dos personagens. Ao contrário do que se possa pensar, são ricos em características e diversidade, existindo já há dois séculos e povoando as imaginações de todas as idades.
 
A cultura afro-brasileira, um dos pilares mais significativos da identidade e história do Brasil, estará representada por 21 super heróis, de quadrinistas de todo o Brasil, com diversos super poderes, representando suas vivências diversas, voltados para o público de todas as idades. O visitante poderá também conhecer as publicações e assistir a palestras com criadores como Valu Vasconcelos, Ropram, Ellyan Lopes e o CEO da Editora Kimera, Vanderlei Sadrack, o Stan Lee brasileiro.

A exposição, com curadoria de Paula Ramagem e co-curadoria de Adalberto Bernardino, Erick Lustosa e Raphael Gomide, vem para resgatar o antigo que nunca deixou de existir e apresentar o novo, que surge com novas ideias a cada dia.
Serão expostos personagens de quadrinhos, de super-heróis brasileiros negros. Considerada como a nona arte, o objetivo é trazer à luz sua importância em nossa história, ancestralidade, sua humanidade e seus super poderes.
 
 
Texto curatorial
 
"Conhecer e utilizar as histórias dos super-heróis negros pode contribuir como uma importante estratégia para a representatividade da população negra e para combate ao racismo".

 
 
"Os Super Heróis Negros Brasileiros" vem resgatar a importância das histórias em quadrinhos e as mensagens que transmitem através de seus personagens. Trazer antigos e novos fãs, mostrar as diversas áreas em que atuam, dando a visibilidade do que é considerado como a nona arte merece e trazendo novos fãs. Motivo pelo qual os super-heróis negros brasileiros foram escolhidos, por sua importância dentro da história, da cultura, do pertencimento, da inclusão, da diversidade da produção nacional e de sua identificação com o povo brasileiro que, da mesma forma, tem sua humanidade e é o super-herói de sua vida todos os dias.
 
Os visitantes vão poder conhecer a diversidade de personagens, temas e criadores relacionados às HQs e viajar com os personagens, percebendo que  sempre fizeram parte das memórias afetivas e de nossas histórias. Os heróis nacionais também fazem parte de nossas histórias e sempre estiveram de guarda na calada da noite ou nas correrias do dia.
 
 
Super Heróis e Quadrinistas

1)    Conector (Adalberto Bernardino)

2)    Alkimya (Ellyan)

3)    Corcel Negro (Alcivan Gameleira)

4)    Escorpião de Prata (Eloyr Pacheco)

5)    Muzenza (Chris Pereira)

6)    Lume (JP Kalowa)

7)    Dito (Valu Vasconcelos)

8)    Santo (Luciano Cunha, Gabriel Wainer e Alex Myr)

9)    Xangô - Conto dos Orixás (Hugo Canuto)

10)  Orixás (Alex Myr)

11)   Herói (Regis Rocha)

12)  Hiperestrela (Ropram)

13)  Karatê Mão de Ferro (Ignácio Justo e Minami Keizi)

14)  Super Tinga (Liciano Moucks)

15)  Mano K (Edna Pessanha)

16)  Serigy (Marlone Santana)

17)  Obelisco (Erick Lustosa)

18)  Fera da Capoeira (Allan Alex M. Alves)

19)  Pacificadora (Alex Myr e Diógenes Neves)

20) Vênus (Henry Garrit)

21)  Meia Lua O Rei da Capoeira (Heyle Gadelha e 
Julio Shimamoto)
 
 
Sobre o MUHCAB
 
O MUHCAB é um museu de território – situado na Pequena África, tendo como marco zero o Cais do Valongo, Patrimônio Mundial. O museu pretende contar a história da região que testemunhou o maior desembarque de africanos escravizados no mundo, de importantes marcos de afirmação negra no Brasil e do desenvolvimento da cultura afro-brasileira, bem como debater conceitos que emanam desta narrativa e a situação do negro no Brasil hoje.

A Pequena África, em conjunto com o Morro da Providência, dá conta de tratar diversos aspectos da história e cultura negra na cidade do Rio de Janeiro cobrindo desde a chegada dos africanos escravizados no Cais do Valongo, o período escravagista, os períodos pré- e pós abolição, até os dias contemporâneos passando por relevantes fatores históricos, sociais, culturais, artísticos e religiosos ligados à cultura negra.
 
 
Serviço
 
Exposição: "Os Super Heróis Negros"
Autores: Coletiva de quadrinistas 
Curadoria: Paula Ramagem
Co-curadoria: Adalberto Bernardino, Erick Lustosa, Raphael Gomide
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Fotografia: Alexandre Pinheiro /Samanta Toledo
Design gráfico: Maria Carolina Bastos Camacho
Gráfica: Policolor Gráfica e Representações Ltda.
Montagem/desmontagem: Carlos Eduardo Gomes
Audiodescrição: All Dub Estúdio
Apoio: MUHCAB / Secretaria Municipal de Cultura - Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro / 
PR Comunicação/Portfolio Dicas Culturais/ Editora Kimera / Arte Cult / Quadrimundi / O Martelo Quadrinhos
Abertura: 29 de junho de 2024
Visitação: 30 de junho até 28 de julho de 2024
Dias e horários: terça a domingo, das 10h às 17h
Local: MUHCAB - Rua Pedro Ernesto, 80 - Gamboa - RJ
Censura livre
Gratuito
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
Anna Bella Geiger – Entre o relevo e o recorte -
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Casa-Tempo: Assentamentos -
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
Exposição YVY MARÃEY - A TERRA SEM MALES -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
Mão de Vaca -
Saiba mais
No Céu da Pátria Nesse Instante – Audiovisual Expandido -
Saiba mais
Os Artivistas: Carlos Scliar e Cildo Meireles -
Saiba mais
Os Super Heróis Negros -
Saiba mais
TROMBA D’ÁGUA -
Saiba mais