Carregando... aguarde
Miguel Rio Branco - Guia das Artes
Miguel Rio Branco
Informações
Nome:
Miguel Rio Branco
Biografia

Miguel da Silva Paranhos do Rio Branco (1946) filho de diplomata brasileiro, neto de J. Carlos, bisneto do barão do Rio Branco e tataraneto do visconde de Rio Branco... É pintor, fotógrafo, diretor de cinema, além de criador de instalações multimídia . Atualmente vive e trabalha no Rio de Janeiro. Trabalhou intensamente na Europa e Américas desde o começo de sua carreira, em 1964, com uma exposição em Berna, Suiça. 

Em 1966 estudou no New York Institute of Photography e em 1968 na Escola Superior de Desenho Industrial no Rio de Janeiro. Rio Branco começou expondo pinturas em 1964, fotografias e filmes em 1972. Trabalhou como fotógrafo e diretor de filmes experimentais em Nova Iorque de 1970 a 1972. Dirigiu e fotografou curtas metragens e longas nos próximos nove anos. Paralelamente, perseguindo sua fotografia pessoal, desenvolveu um trabalho documental de forte carga poética. Em pouco tempo foi reconhecido como um dos melhores fotojornalists de cor. 

Nos anos 80 Miguel Rio Branco foi aclamado internacionalmente por seus filmes e fotografias na forma de prêmios, publicações e exposições como o Grande Prêmio da Primeira Trienal de Fotografia do Museu de Arte Moderna de São Paulo e o Prêmio Kodak de la Critique Photographique, de 1982, na França, que foi dividido com dois outros fotógrafos. Seu trabalho fotográfico foi visto em várias exposições nos últimos 20 anos, como no Centre George Pompidou, Paris; Bienal de São Paulo, 1983; no Stedelijk Museum, Amsterdam, 1989; no Palazzo Fortuny, Venice, 1988; Burden Gallery, Aperture Foundation, New York, 1986; Magnum Gallery, Paris, 1985; MASP, São Paulo; Fotogaleria FUNARTE, Rio de Janeiro, 1988; Kunstverein Frankfurt, in Prospect 1996; Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 1996. 

Miguel Rio Branco dirigiu 14 curtas metragens e fotografou 8 longas. Seu trabalho mais recente como diretor de fotografia pode ser visto em 1988 no filme “Uma avenida chamada Brasil” de Otavio Bezerra. Ganhou o prêmio de melhor direção de fotografia por seu trabalho em “Memória Viva” de Otavio Bezerra e “Abolição” de Zozimo Bulbul no Festival de Cinema do Brasil de 1988. Também dirigiu e fotografou 7 filmes experimentais e 2 videos, incluindo “Nada levarei qundo morrer aqueles que mim deve cobrarei no inferno”, que ganhou o prêmio de melhor fotografia no Festival de Cinema de Brasília e o Prêmio Especial do Juri e o Prêmio da Crítica Internacional no XI Festival Internacional de Documentários e Curtas de Lille, França, 1982. 

As fotografias de Rio Branco foram publicadas em diversas revistas como Stern, National Geographic, Geo, Aperture, Photo Magazine, Europeo, Paseante. Dulce Sudor Amargo, o primeiro livro de Rio Branco foi publicado em 1985 pelo Fundo de Cultura Economica, Mexico. O segundo, Nakta, com um poema de Louis Calaferte foi publicado em 1996 pela Fundação Cultural de Curitiba. Em 1998 lançou dois livros: Miguel Rio Branco, com ensaio de David Levi Strauss, lançado pela Aperture; e Silent Book, pela Cosac Naify. 

Miguel Rio Branco possui obras no acervo de coleções públicas e particulares européias e americanas, que inclui as seguintes instituições: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; Museu de Arte Moderna de São Paulo; o Museu de Arte de São Paulo; Centro George Pompidou, Paris; o San Francisco Museum of Modern Art; o Stedelijk Museum, Amsterdam; o Museum of Photographic Arts of San Diego e no Metropolitan Museum of New York. 

Cronologia

Exposições Individuais:

2012

- “La mécanique des femmes 1” - Galeria Silvia Cintra (inauguração em maio)
- “Exposição Porto Alegre” - Santander Cultural (inauguração em setembro)
- “La mécanique des femmes 2” - Galeria André Millan (inauguração em outubro)

2011

- “Solo” (Kulturhuset, Estocolmo, Suécia), inaugurada em outubro de 2011
- “Jazz” (Centro Cultural e Turístico do Sistema Fiemg, Ouro Preto, MG), inaugurada em setembro de 2011
- “Sem Texto” (Galeria Zoom de Fotografia, Paraty, RJ) inaugurada em setembro de 2011

2010

- Montagem do Pavilhão “Miguel Rio Branco” (Inhotim-Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico, Brumadinho, MG), inaugurado em setembro de 2010
- “Maldicidades- Marco Zero” (Museu da Imagem e do Som, São Paulo, SP), inaugurada em agosto de 2010
- “Miguel Rio Branco” (Paulo Darzé Galeria de Arte, Salvador, BA), inaugurada em maio de 2010

2009

- “Divagações de um Fugu Delirante” (Silvia Cintra Galeria de Arte, Rio de Janeiro, RJ) inaugurada em agosto de 2009
- “Miguel Rio Branco: Divagações de um Fugu Delirante” (Galeria Millan, São Paulo, SP) inaugurada em maio de 2009

2008

- “Amarrando Piedras” (Galeria Oliva Araúna, Madrid, Espanha) inugurada em janeiro de 2008
- “Dislecsia” (Casa América, Madrid, Espanha) inaugurada em fevereiro de 2008
- Exposição (Museu de Arte Contemporânea de Tóquio, Tóquio, Japão) inaugurada em outubro de 2008

2007

- “Museu de Tudo”, Garage Salles, Itaipava, Rio de Janeiro, Brasil
- “Dislecsia”, Galeria Millan, São Paulo, Brasil

2006

- Galeria Oliva Arauna, Madrid, Espanha
- “Out of Nowhere”, Groninger Museu, Groninger, The Netherlands
- “Dislecsia”, Noorderlicht Photogallery, Groninger, The Netherlands
- “Por Baixo dos Tubarões” , Silvia Cintra Galeria de Arte, Rio de Janeiro, Brasil

2005

- “Rencontres d'Arles” Église des Frères Prêcheurs, Arles, France
- “Plaisir La Douleur” Maison Européenne de La Photographie, Paris, France
- “Série Santa Rosa” JGM Galerie, Paris, Frence
- “Broyer du Noir” Galerie 1900/2000, Paris, France

2004

- “Algunas Habaneras, otras no…” Galeria Oliva Arauna, Madrid, Espanha
- “Homenagem a Goeldi” Galeria Christopher Grimes, CA , USA
- “Grtos Surdos” Galeria Millan Antonio, São Paulo, Brasil
- “Beauty, the Beast” Haggerty Museum of Art, USA

2003

- “Door into Darkness” Aperture’s Burden Gallery, New York, USA
- “Nakta” FNAC Montparnasse, Paris, France
- “Foto Arte Brasília” Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio, Brasília, Brasil
- “Bzzzz” Silvia Cintra Galeria de Arte, Rio de Janeiro, Brasil
- “Beauty, the Beast” The Art Institute of Boston, Boston, USA
- “Out of Nowhere” Fotoforum, Alemanha

2002

- “Teoria da Cor” Galeria André Millan, São Paulo, Brasil
- “Fast Flash Blacks” Galeria 1900- 2000, Paris, França
- “Objetos Diretos” Galeria Paulo Fernandes, Rio de Janeiro, Brasil

2001

- “Entre los ojos” Centro Cultural de la Villa, Madrid, Espanha
- “Between the eyes, the desert” D’ Amelio Terras, New York, USA
- “Miguel Rio Branco” Galeria Oliva Arauna, Madrid, Espanha
- “Gritos Surdos” Centro Portugues de Fotografia, Porto, Portugal
- “Miguel Rio Branco” FNAC Barra, Rio de Janeiro, Brasil

2000

- “Pele do Tempo” Centro de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, Brasil
- “Door into Darkness” Hellenic American Union, Athens, Greece
- “Miguel Rio Branco” Patrick De Brock Gallery, Knokke, Belgium
- “Photographs” William Benton Museum, Connecticut, USA
- “Entre los Ojos”,Fundació La Caixa, Palma de Mallorca, Espanha
- “Entre los Ojos” Centro Insular de Cultura, Las Palmas de Gran Canaria, Espanha
- “Entre los Ojos” Sala de Exposiciones Alameda, Málaga, Espanha
- “Entre los Ojos” Colexio de Fonseca, Santiago de Compostela, Espanha

1999

- “Entre los Ojos” Fundación La Caixa, Barcelona, Espanha
- “Silent Book” Galeria Módulo, Lisboa, Portugal
- “Sketches of Fear” D’Amelio Terras, New York, USA
- “Natures presque morts” Galerie Ghislaine Hussenot, França
- “Miguel Rio Branco” Rena Bransten Gallery , San Francisco, USA

1998

- Galerie Ghislaine Hussenot, Paris, França
- Galeria Oliva Arauna, Madrid, Espanha
- London Projects, London, Inglaterra
- Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil
- “Nakta” Rena Bransten Gallery , San Francisco, USA

1997

- “Between the eyes, the desert” In Site 97, San Diego, USA
- “Nakta” D’Amelio Terras Gallery, New York, USA
- “Between the eyes, the desert” In site 97, Casa de La Cultura de Tijuana, Mexico
- Museu de Arte Moderna de Salvador, Bahia, Brasil
- “Objetos Diretos” Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil

1996

- “Out of Nowhere” Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
- “Out of Nowhere” Foto Forum, Frankfurt, Alemanha
- “Miguel Rio Branco” Throckmorton Fine Art Gallery, New York, USA
- “Nakta” I Bienal Internacional de Foto de Curitiba, Casa Vermelha, Paraná, Brasil
- Joel Edelstein Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil
- Galeria Agathe Gaillard, Paris, França

1995

- “Out of Nowhere” IFA Gallery, Stuttgart, Alemanha
- Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil

1993

- Centro de estudios Rómulo Gallegos, Caracas, Venezuela
- “La peau, les cendres” Espace Archide, Paris, France
- Galerie Agathe Gaillard, Paris, France
- “Out of Nowhere” Ludwig Forum, Achen, Alemanha
- “Revê la Bête” Galeria Agathe Gaillard, Paris, França

1992

- “Coração Espelho da Carne” Stadtliche Galerie Tuttlingen, Berlin

1991

- IFA Gallery, Bonn, Alemanha
- Foto Forum, Frankfurt, Alemanha
- “Petites réflexions sur une certaine bestialité” Chapelle St. Jean de Moustier, Rencontres d’Arles, France

1990

- “Desenhos e pinturas” Espaço Sergio Porto, Rio de Janeiro, Brasil

1989

- “Pinturas” Galeria Saramenha, Rio de Janeiro, Brasil
- “Coração Espelho da Carne” Gallery Fotoptica, São Paulo, Brasil

1988

- “Coração Espelho da Carne” Pallazo Fortuny, Venice, Italia

1987

- “Coração Espelho da Carne” (fotografias), Fotoptica, São Paulo, Brasil
- “Doce Suor Amargo” Fotogaleria FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil

1986

- “Foto Sequências” (fotografias) Fotogaleria Teatro San Martin, Buenos Aires, Argentina

1985

- “Coração espelho da carne” (fotografias), Galeria Magnum, Paris, França
- “Coração espelho da carne” Burden Gallery, Aperture Foundation, New York, USA
- “Coração espelho da carne” Fotogaleria FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil

1982

- “Fotografias” Gabinete de Cultura, Bilbao, Espanha

1980

- “Nada levarei qundo morrer aqueles que mim deve cobrarei no inferno” (photographs and audio- visual) Galeria Fotoptica, São Paulo, Brasil
- “Nada levarei qundo morrer aqueles que mim deve cobrarei no inferno” Fotogaleria FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil

1979

- “Negativo Sujo” (photographs) Theater Castro Alves, Salvador, Brasil
- “Negativo Sujo” Núcleo de Arte Contemporânea, João Pessoa , Brasil
- “Negativo Sujo” Museu de Arte de São Paulo, Brasil

1978

- “Negativo Sujo” (photographs) Escola de Artes Visuais, Rio de Janeiro, Brazil

1977

- “Photographs” Ipanema Gallery, Tel Aviv, Israel

1974

- “Photographs” Galeria Grupo B, Rio de Janeiro, Brazil

1972

- “Filmes e Fotografias, Veste Sagrada” Rio de Janeiro, Brazil

1967

- “Drawings” Galeria Relevo, Rio de Janeiro, Brazil

1966

- “Paintings” Columbia University, New York, USA

1964

- “Pinturas e Desenhos” Gallerie Anlikerkeller, Bern, Switzerland

 

 

Exposições Coletivas

 

2005

-    “Artistas da Galeria Millan Antonio na 5 Bienal do Mercosul” Galeria Millan Antonio, São Paulo, Brasil
-    “Piscinas” Galeria Silvia Cintra, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Bresil = Foot Art” Galeria 1900-   2000, Paris, France
-    “Arte Pará 2005” Fundação Romulo Maiorana, Belém, Pará, Brasil
-    “Espelho Meu” Centro Cultural Belém, Portugal
-    “Gritos Surdos” Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil.

2004

-    “Brazil Body Nostalgia” The National Museum of Art, Tokio, Japão
-    “Arte Contemporânea no Atelier Ibere Camargo” Atelier de gravura da Fundação Ibere Camargo, São Paulo, Brasil
-    “Paralela 2004” Vila Olimpia -    São Paulo, Brasil
-    “Santíssima Trindade: Miguel Rio Branco, Arthur Omar, Mario Cravo Neto” Murilo Castro Escritório de Arte, Minas Gerais , Brasil
-    Centro de Arte Contemporanea Inhotim, Minas Gerais, Brasil
-    “Casa da luz – Fotografias da coleção de Mário Teixeira da Silva” Fundació Foto Colectania, Barcelona, Espanha

2003

-    “Revisitar Canárias” Centro de Arte La Regenta, Las Palmas
-    “Gran Canaria” Galeria Elba Benítez, Madrid, Espanha
-    “Calcio di Rigore, uno sguardo latinoamericano” Scuderie del Palazzo Santacroce, Roma, Italia
-    “Arte em Movimento” Galeria BNDS, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Arte Foto” Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil
-    “A Subversão dos Meios” Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
-    “Beauty, the Beast” The Art Institute of Boston, USA

2002

-    “Mundos Creados” Fotogalerie n°5, Nederland
-    “La Mirada” Daros Exhibitions, Zurich
-    “Polaroid, silent and live auction” New York, EUA
-    “Violência e Paixão” Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
-    “The Thread Unravele” El Museo del Barrio, New York, EUA

2001

-    “Brazil Body and Soul” Guggenheim, New York, USA
-    “The Thread Unraveled” El Museo del Barrio, New York, USA
-    “Virgin Territory” The National Museum of Woman for the Arts, Washington, USA
-    “Trágetoria da Luz Brasileira” Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
-    “Atípicos” Silvia Cintra Galeria de Arte, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Arte e Esporte na sociedade Contemporanêa” SESC, São Paulo, Brasil
-    “CINEPIFANIA” Museu de Imagem e do Som, São Paulo, Brasil

2000

-    “Two Brazilian Photographers: Miguel Rio Branco and Mario Cravo Neto” University of Massachussets Amherst, USA
-    “Mostra Brasil +500” Módulo de Arte Contemporânea, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
-    “A fotografia no Espelho” Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
-    “AMNESIA” Blibioteca Luis Angel Arango, Bogotá, Colombia
-    “AMNESIA” Contemporary Art Museum, University of South Florida, Tampa, USA
-    “AMNESIA” Contemporary Art Center, Ohio, USA
-    “ARCO” Feira Internacional de Arte Contemporanêa, Madri, Espanha
-    ‘Situações: Arte Brasileira, anos 70(filme)” Casa França Brasil, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Journées Photographiques de Bienne” Lousanne
-    “AIRES, Luz e Sombra” CAAM, Centro Atlantico de Arte Moderna, Las Palmas de Gran Canaria

1999

-    “Biennal of Contemporary Art” Tate Gallery, Liverpool, London
-    “Magnum 50 Ans” Paris, France 
-    “Carnaval” Museo Extremeño de Arte Contemporâneo, Badajoz
-    “A imagem do Som de Caetano Veloso” Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Viva Brasil” Galeria 1900-   2000, Paris, France
-    “ARCO 98, Feira Internacional de Arte Contemporanêa” Madri, Espanha
-    Zeno x Gallery, Antwerp, Belgium

1998

-    “AMNESIA , Track 16” Christopher Grimes Gallery, Santa Monica, California 
-    “LUMO” Jyvaskila, Finland
-    “Mysterious Voyages” Contemporary Museum Baltimore
-    “Exterminating Angel” Galerie Ghislaine Hussenot, Paris, France
-    “The Garden of the Forking Paths” Kunstforenningen Copenhagen, Oslo and Helsinki 
-    “Poéticas da Cor” Centro Cultural Light , Rio de Janeiro, Brasil
-    “Poéticas da Cor” Centro Culural São Paulo, São Paulo, Brasil
-    “Roteiros Roteiros Roteiros…. “ XXIV Bienal de São Paulo, Brasil
-    “Arte Contemporânea Brasileira:Um e Outro” XXIV Bienal de São Paulo, Brasil

1997

-    “TRUCE: Echoes of Art in an Age of Endless Conclusions” Site Santa Fé, New Mexico
-    “Exterminating Angel” Galerie Ghislaine Hussenot, Paris, França
-    “Between the eyes, the desert” In Site 97, San Diego, USA
-    “Objetos Diretos” Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil
-    “Photographee ne présent” Biblioteca Nacional da França, Paris, França

1996

-    “Door into Darkness” (instalação), Prospect 96 Kunstverein, Frankfurt, Alemanha
-    “Excesso” Paço das Artes, São Paulo, Brasil
-    Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil

1995

-    “Panorama da arte brasileira” Museu de Arte Moderna de São Paulo e Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
-    “75-   85 Prix Kodak de la critique photographique” Kodak Paris, França

1994

-    “Out of Nowhere” Castillo del Morro, Quinta Bienal de Havana, Cuba
-    “Out of Nowhere” Ludwig Forum, Germany
-    “A Hidden View” Barbian Center Concourse Gallery, London
-    “Image and Memory – Latino American Photoraphy”, Exposição Itinerante, USA

1993

-    “Paixão do olhar” Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
-    “Arte Amazonas” Berlin Kunsthalle, Alemanha
-    “Sobre Santiago – três de Magnum” Universidade de Santiago de Compostela, Santiago de Compostela, Espanha

1992

-    “Arte Amazonas” Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
-    “Diversidade Latino Americana” Galeria 1900-   2000, Paris, França
-    “Arte e Poder” Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
-    “Brazilian Color Photography” Houston Photofest, EUA

1990

-    Suadouro (fotografias), Galerie 1900-   2000, Paris, França
-    “Pequenas reflexões sobre uma certa bestialidade” (instalação), Photo Biennale Rotterdam 
-    “Art Frankfurt” Galeria Bruno Mussath Arco Arte Contemporânea, São Paulo Brasil

1989

-    “3a Bienal de Arte de Cuba” (fotografias) La Habana, Cuba
-    “UABC: Contemporary Art in Uruguai, Argentina, Brasil, Chile” (photographs) Stedelijk Museum, Amsterdam, Holanda 
-    “Rio Hoje” (pintura), Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
-    “Brasil, cenários e personagens” Galeria de Fotografia da FUNART, Rio de Janeiro Brasil

1988

-    “Brazil Projects” P.S.1, Long Island – NY, USA

1987

-    “Latin American Photography” Australian Center of Photography, Sydney, Australia
-    “On the Line, the New Color Photojournalism” Spencer Museum of Art, Laguna
-    “Gloria Art Museum” Carnegie Mellon Art Gallery
-    “Masters of Street Photography III” Museum of Photographic Arts, San Diego, USA

1986

-    “50 Jahre Moderne Farbfotografie” Fotokina, Cologne
-    “On the Line, the New Color Photojournalism” Walker Art Center of Minneapolis, Portland Museum of Art, Oakland Art Museum
-    “1a Quadrienal de Fotografia” Museu de Arte de São Paulo, Brasil
-    “Diálogo com Amaú” (multi-   visual installation), Rencontres Photo d’Arles, França
-    “Color Photographs from south America” Burden Gallery, New York, USA

1985

-    “Auto retrato do brasileiro” Museu de Arte de São Paulo, Brasil

1984

-    “Brazilian Color Photography” Burden Gallery – Aperture Foudation, New York, USA
-    “Les Présidents” Magnum Gallery, Paris, França

1983

-    “1a Bienal de Arte de Cuba” (photographs), La Havana, Cuba
-    “Diálogo com Amaú” (multi-   visual installation), XVII Bienal de São Paulo, Brasil
-    “Photographs” Galeria Arco, São Paulo, Brazil
-    “Brésil des Brésiliens” Centre George Pompidou, Paris, France
-    “O tempo do olhar” (photographs), Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro), Brasil 
-    “Journées audio visuelles” (film), Centre George Pompidou, Paris, França
-    “De l’eau dans le jazz” (audio-   visual installation), Rencontres Photo d’Arles, França

1982

-    “O tempo do olhar” (photographs), Museu de Arte de São Paulo, Brazil
-    “Nada levarei quando morrer aqueles que mim deve cobrarei no inferno” (film) Oberhausen Film Festival, West Germany
-    “Fotografia Contemporânea Latino-   Americana” Centre Georges Pompidou, Paris, France
-    “Prix Kodak Color” Kodak Paris, France

1981

-    “Coloquio Latino Americano de Fotografia” (audiovisual: nada levarei…), Mexico City
-    “Coleção Gilberto Chateaubriand” (photographs), Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brazil
-    “Quasi Cinema” (instalation with projections), FUNARTE, Rio de Janeiro
-    “Bienal de São Paulo” Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brazil

1980

-    “1a Trienal de Fotografia” Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brazil
-    “Quasi Cinema” (film projection) Centro Internazzionale di Breza, Italy
-    “Camera Incantate” (negativo sujo installation), Palazzo Reale, Milano

1979

-    “Foto Bahia” (photographs) Teatro Castro Alves, Salvador, Bahia, Brazil
-    “Nossa Gente” (photographs) Fotogaleria FUNARTE, Rio de Janeiro, Brazil

1977

-    “Photographs” Galeria Grafitti, Rio de Janeiro, Brazil

1976

-    “Grande São Paulo” (photographs), Museu de Arte de São Paulo, Brazil

1968

-    “Objects and Sculpture” Galeria Goeldi, Rio de Janeiro, Brazil

1967

-    “Paintings” Salão Esso de Artes Plásticas, Rio de Janeiro, Brazil
-    “Paintings” IX Bienal de São Paulo, Brazil

1966

-    “The Young Three” (paintings) Sawdust Gallery, New York, USA

1964

-    “Brazilian Art Today” The Chase Manhathan Bank, New York, USA

 

 

 

Outras imagens
Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
16 de Julho às 20:00

Miguel Rio Branco 


6 fotografias - série Óbidos, 2005/2011


Fotografia


82 x 82 cm cada.

Obras deste artista