Carregando... aguarde
Max Bill - Guia das Artes
Max Bill
Informações
Nome:
Max Bill
Nasceu:
Berna, Suíça (22/12/1908)
Faleceu:
Berlim, Alemanha (09/12/1994)
Biografia

Foi um designer gráfico, designer de produto, arquiteto, pintor, escultor, professor e teórico do design, cuja obra o coloca entre os mais importantes e influentes designers do século XX e do século atual, tendo como principal o concretismo.

Cursou na Arts and Crafts Academy de Zurique entre 1924 e 1927, na Bauhaus, e na escola de artes e ofícios de Dessau. Considerado como um dos expoentes da Bauhaus, onde estudou artes, no seu percurso artístico foi um seguidor dos princípios estilísticos da Bauhaus.

Em 1929 mudou-se para Zurique e se tornou uma das figuras principais da Escola Suíça de Design Gráfico. Além disso abraçou o conceito universalista de arte concreta de Theo van Doesburg. Max Bill optava por um design tipográfico que era determinado pelo uso de grids (ou malhas tipográficas), e acreditava na relação entre o design e a precisão matemática. Sua arquitetura era anti-historicista e sua teoria e trabalho seguiam uma estética baseada no funcionalismo.

Criou, entre 1935 e 1953, no campo da escultura, diferentes variações sobre o tema do laço infinito em metal polido. Foi professor e diretor da Escola de Ulm e Zurique, e organizador de exposições de arte, particularmente, de arte concreta, durante 1944 e 1960.

Cronologia

Exposições coletivas:

Bienal Internacional de São Paulo (1. : 1951 : São Paulo, SP)

Bienal Internacional de São Paulo (2. : 1953 : São Paulo, SP)

Konkrete Kunst (1960 : Zurique, Suiça)

Bienal Internacional de São Paulo (15. : 1979 : São Paulo, SP)

As Bienais no Acervo do MAC: 1951 a 1985 (1987 : São Paulo, SP)

Exposição de Múltiplos (1971 : Rio de Janeiro, RJ)

MAC 25 anos: destaques da coleção inicial (1988 : São Paulo, SP)

Construtivismo: arte cartaz 40/50/60 (1991 : São Paulo, SP)

A Sedução dos Volumes: os tridimensionais do MAC (1992 : São Paulo, SP)

Bienal 50 Anos: uma homenagem a Ciccillo Matarazzo (2001 : São Paulo SP)

Caminhos da Forma (2001 : São Paulo, SP)

Paralelos: arte brasileira da segunda metade do século XX em contexto, Colección Cisneros (2002 : São Paulo, SP)

Paralelos: arte brasileira da segunda metade do século XX em contexto, Collección Cisneros (2002 : Rio de Janeiro, RJ)

MAC USP 40 Anos: interfaces contemporâneas (2003 : São Paulo, SP)

Ordem x Liberdade (2003 : Rio de Janeiro, RJ)

Plataforma São Paulo 450 Anos (2004 : São Paulo, SP)

Bienal de Artes Visuais do Mercosul (5. : 2005 : Porto Alegre, RS)

Concreta '56: a raiz da forma (2006 : São Paulo, SP)

Tendências Construtivas (2008 : São Paulo, SP)

60 Anos de Arte Construtiva no Brasil (2010 : São Paulo, SP)

É Assim Mesmo! (2011 : Rio de Janeiro, RJ)

Franz Weissman 1911-2005 (2011 : Rio de Janeiro, RJ)

Modernismos no Brasil (2011 : São Paulo, SP)

La Invención Concreta: Colección Patricia Phelps de Cisneros (2013 : Madri, Espanha)

As Tramas do Tempo na Arte Contemporânea: Estética ou Poética? (2013 : Rio Preto, SP)

Outras imagens
Colaboradores com informações sobre este artista

https://pt.wikipedia.org/wiki/Max_Bill

MAX Bill. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa217373/max-bill>. Acesso em: 01 de Ago. 2017. Verbete da Enciclopédia.
ISBN: 978-85-7979-060-7

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista