Carregando... aguarde
Luiz Aquila da Rocha Miranda - Guia das Artes
Luiz Aquila da Rocha Miranda
Informações
Nome:
Luiz Aquila da Rocha Miranda
Nasceu:
Rio de Janeiro (27/02/1943)
Biografia

Luiz Aquila da Rocha Miranda (Rio de Janeiro RJ 1943). Pintor, desenhista, gravador, professor. Em 1959 e 1960, tem aulas de pintura com Aluísio Carvão e de xilogravura com Oswaldo Goeldi. Muda-se para Brasília em 1962, e freqüenta cursos no Instituto de Arte e Arquitetura da Universidade de Brasília - UnB como aluno livre. Em 1965, recebe bolsa do governo francês e reside na Cité International des Arts [Cidade Internacional das Artes], em Paris. Nesse ano, viaja para Lisboa, e trabalha na Sociedade de Gravadores Portugueses. Permanece na Europa até 1968, quando volta ao Brasil e torna-se professor de desenho e plástica da UnB, função que exerce até 1972. Em seguida, vai a Londres e estuda gravura na Slade School of Fine Arts. Em 1978, coordena o Centro de Criatividade de Brasília, um projeto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco, e expõe na 27ª Bienal de Veneza. De 1979 a 1986, leciona pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage, Rio de Janeiro, período em que exerce importante papel na formação dos jovens artistas da Geração 80. Em 1988, torna-se diretor dessa instituição, cargo que ocupa até 1990. Participa da 17ª, 18ª e 20ª Bienal Internacional de São Paulo em 1983, 1985 e 1989. Em 1988, transfere-se para Petrópolis, Rio de Janeiro. Em 1992, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ e, em 1993, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - Masp realizam mostras retrospectivas de seu trabalho.

Cronologia

1959- 60 – Teve aulas de pintura com Aluísio Carvão e desenho com Tiziana Bonnazzola, no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro; e de xilogravura, com Oswaldo Goeldi, na Escola Nacional de Belas Artes, na mesma cidade.
1962 – Fez curso livre de pintura no Instituto de Arte e Arquitetura da Universidade de Brasília, Brasília
1965-67 – Morou em Paris, com bolsa do governo francês.
1967 – Frequentou o ateliê de gravura em metal da Cooperativa de Gravadores Portugueses, em Lisboa, com bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian.
1968-72 – Lecionou na Universidade de Brasília.
1972 – Estudou litografia na Slade School of Fine Arts (Escola de Belas Artes Slade), em Londres, com bolsa do British Council.
1977 ¬– Lecionou desenho no Centro de Estudos Brasileiros, em Lima.
1978 – Trabalhou no Centro de Criatividade de Brasília, um projeto da Unesco.
1979 – Ganhou Prêmio de viagem ao país, no Salão Nacional da Funarte.
1979-86 – Foi professor na Escola de Artes Visuais /Parque Lage, no Rio de Janeiro, influenciando a chamada Geração 80.
1983 -Pintou mural para o Chase Manhattan Bank, Curitiba.
1984 – Lecionou pintura no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro; realizou a pintura coletiva A Grande Tela, com John Nicholson e Claudio Kuperman, na Galeria Candido Mendes, Rio de Janeiro.
1985 -Criou e executou cenário para o espetáculo de dança de Regina Miranda no Festival International Le Ballet Pour Demain, Bagnolet, França
1988 – Transferiu-se para Petrópolis, RJ, onde fixou residência e ateliê.
1988-1990 – Foi diretor da Escola de Artes Visuais /Parque Lage, Rio de Janeiro.
1993 – Executou um outdoor em homenagem a Mário de Andrade, em evento realizado no Centro Cultural São Paulo, São Paulo.
2001 –Executou a obra A Pintura e o Nosso Losango, painel de 16 x 12 m instalado nos jardins do Museu Imperial, Petrópolis, RJ.


Realizou numerosas mostras individuais, entre as quais as seguintes:
1968 – Galeria 111, Lisboa, Portugal.
1973 – University of Liverpool, Liverpool, Inglaterra.
1974 – Galerie Debret, Paris, França; Galeria Seiquer, Madri, Espanha.
1975 – Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, SP.
1977 – Galeria Nueve, Lima, Peru.
1979 – Brazilian-American Cultural Institute, Washington D. C, EUA. .
1985 – Espaço Capital Arte Contemporânea, Brasília, DF; Gare D. Pedro II da Central do Brasil, Rio de Janeiro, RJ; Luiz Aquila, na Oficina de Molduraria da Sérgio Porto. A exposição fez parte do evento Luiz Aquila por toda a Cidade, realizado em 14 galerias em São Paulo e no Rio de Janeiro.
1987 – Espaço Capital Arte Contemporânea Brasília, DF.
1988 – Galeria Ignez Fiuza, Fortaleza, CE.
1992 – Escola de Artes Visuais/Parque Lage, Rio de Janeiro, RJ.
1993 – Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, BA.
1994 –Museu de Arte Contemporânea, Campo Grande, MS.
1996 – World Economic Forum, Davos, Suíça.
1998 – Centro de Fiação e Tecelagem de Uberlândia, Uberlândia, MG.
1999 – Museu da Mãe d'Água, Lisboa, Portugal.
2002 – Paço Imperial. Rio de Janeiro, RJ; Gallery 32, Londres, Inglaterra.
2003 – Museu de Arte Contemporânea, Niterói, RJ.
2004 – Galeria Matthei, Santiago, Chile.
2008 – Paço Imperial, Rio de Janeiro, RJ.
2009 – Valu Oria Galeria de Arte São Paulo, SP; Caixa Cultural, Brasília, DF.


Participou, igualmente, de muitas exposições coletivas, das quais foram selecionadas as seguintes:
1960 – Escolinha de Arte do Brasil, Rio de Janeiro, RJ.
1966 – Galerie Letrigôme Paris, França.
1972 – Bienal de Quito, Equador; Arte/Brasil/Hoje: 50 anos depois, Galeria da Collectio, São Paulo, SP.
1974 – Museo de Arte Moderno de Bogotá; Museo de Arte Moderno La Tertulia, Cali; e Medellín, na Colômbia; e em Caracas, Venezuela; Lima, Peru; Santiago, Chile.
1977 – Galeria Nueve, Lima, Peru.
1978 – Bienal de Veneza, Itália; Museu de Arte e Cultura de Cuiabá, Cuiabá, MT.
1979-84 – Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, RJ.
1983-85, 89 – Bienal Internacional de São Paulo, Fundação Bienal, São Paulo, SP.
1986 – Escola de Artes Visuais/Parque Lage, Rio de Janeiro, RJ.
1987 – Musée d´Art Moderne de la Ville de Paris, França; Quito, Equador.
RJ; Bienal Brasil Século XX, Fundação Bienal, São Paulo, SP.
1995 –Musée de Pully, Lausanne, Suíça.
1997 – 25º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, Museu de Arte da Pampulha, Sala especial, Belo Horizonte, MG.
2006 – A Imagem do Som de Dorival Caymmi, Museu Afro-Brasil, São Paulo, SP.
2008 – After School, Bruxelas, Bélgica; Berlim, Alemanha; Roma, Itália; e Viena, Áustria.

Outras imagens
Colaboradores com informações sobre este artista

ATELIER Contemporâneo. Projeto Finep no Paço Imperial. Minc/Iphan, Rio de Janeiro, 1998.
CAVALCANTI, Lauro. Luiz Áquila. Galeria Nara Roesler/Paço Imperial, Rio de Janeiro, 1998.
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário Crítico da Pintura no Brasil. p.292, Artlivre, 1988.
MORAIS, Frederico. Luiz Áquila. Dan Galeria, São Paulo, 1993.
VINTE e cinco anos. Centro Cultural Cândido Mendes. Rio de Janeiro, 2003.
< http://www.itaucultural.org.br/apliceexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=
artistas_biografias&cd_verbete=2527&cd_idioma=28555&cd_item=1>
< http://www.luizaquila.com.br/> (site do artista)
< http://www.luizaquila.com.br/curriculum>
< http://www.artnews.org/artist.php?i=4425>

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista