Carregando... aguarde
Fernando Lucchesi - Guia das Artes
Fernando Lucchesi
Informações
Nome:
Fernando Lucchesi
Biografia

   Em 1977 trabalha no setor de artes plásticas da Fundação Clóvis Salgado em Belo Horizonte. Participa de sua primeira exposição coletiva, A Paisagem Mineira, em 1977. Dois anos depois, realiza sua primeira exposição individual na Fundação de Arte de Ouro Preto. Em 1983, integra a Escola de Artes e Ofícios de Contagem, Minas Gerais, idealizada por Amilcar de Castro (1920 - 2002), onde ministra aulas de desenho, pintura e objetos para crianças carentes da cidade.

   Em 1989, muda-se para Ouro Preto, onde no ano seguinte, durante a Semana Santa, realiza uma exposição a céu aberto, cobrindo com banners as fachadas das casas. Volta a residir em Belo Horizonte em 1995, e passa a realizar pinturas constituídas, sobretudo, por pequenos toques circulares do pincel. Muda-se novamente para Ouro Preto em 1997 e monta seu ateliê. Fixa residência em Nova Lima, na região de Belo Horizonte em 1999.

Cronologia

Principais exposições individuais:

1981/88 – Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes), Belo Horizonte, MG
1986 – Galeria do Centro Cultural Cândido Mendes (Pequena Galeria), Rio de Janeiro, RJ
1991/93 – Anexo do Museu da Inconfidência, Ouro Preto, MG
1993 – Museu Casa Guignard, Ouro Preto, MG
1994 – Galerie Debret, Paris, França
1998/2004 – Quadrum Galeria de Arte, Belo Horizonte, MG
2000 – Marília Razuk Galeria de Arte, São Paulo, SP
2004 – Galeria Horizonte, São Paulo, SP.

Principais exposições coletivas:

1979 – Artistas Mineiros, Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes), Belo Horizonte, MG / Galeria Rodrigo Mello Franco de Andrade (Funarte), Rio de Janeiro, RJ
1983 – 15º Salão Nacional de Arte, Belo Horizonte, MG
1984 – Dez Artistas Mineiros, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), São Paulo, SP
1987 – Modernidade: Art Brésilien du XXème Siècle, Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris, França
1988 – Escultura e Objeto em Minas Gerais, no Palácio das Artes, Belo Horizonte, MG
1997-98 – Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaú Cultural, São Paulo / Belo Horizonte, Brasília / Penápolis, SP
1997 – 1ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Porto Alegre, RS
2005 – Minas das Artes, Gabinete de Arte da Câmara dos Deputados, Brasília, DF.

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas neste momento
iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Flores para Guignard – 50 x 70 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Canto Inferior Esquerdo e Dat. 2023

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

 


lores para Guignard – 105,5 x 205 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Verso e Dat. 2006


“Se há um artista em Minas – ou no Brasil – que mantém acesa a chama do barroco da primeira metade do século XVIII em nosso país, embora esteja além da racionalidade barroca lusitana e muito mais próximo do delírio do barroco mexicano de Puebla, por exemplo, este é, por certo, Fernando Lucchesi. Não é apenas no horror ao vazio com que preenche suas telas, não é apenas na grafia arrebatada ou alucinada em sua obsessão compulsiva, em composições das quais quase desaparece o “desenho” subjacente à pintura.”


 


“Os mesmos elementos são compulsivamente repetidos – o triângulo, a garatuja, a meia-lua, o arbusto etc. – em cromatismo vibrante, justapostos, sobrepostos, em composições dominadas pela ortogonal. Pinturas nas quais parece difícil ao artista suspender o gesto, não terminar a obra numa sessão de trabalho, ou definir sua finitude. Além do automatismo inegável, percebido em Lucchesi, pintura de obsessão, catarse vital, imperativa, a nos comunicar a intensidade desse envolvimento total do artista em sua árdua projeção imagética.” 


Aracy Amaral


Extraído do texto “Lucchesi: a vertigem do barroco” publicado no livro “Fernando Lucchesi”, editora C/Arte, 2000


 


“Não hesito em proclamar que Lucchesi constitui um dos mais verdadeiros e melhores artistas de sua geração em todo o país. Se em termos de grande público talvez seja nacional e internacionalmente menos badalado que outros, isso se deve à sua opção de permanecer em Minas, cuja caixa de ressonância é menor. Nos círculos especializados, seu prestígio tem-se provado imbatível.” 


Olívio Tavares de Araújo


Extraído do texto de apresentação do catálogo de sua exposição individual em 2015, em BH, na Errol Flynn Galeria de Arte


 


 

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Flores para Guignard – 50 x 50 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Canto Inferior Esquerdo e Dat. 2023

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Flores para Guignard – 50 x 50 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Canto Inferior Direito e Dat. 2023

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Africanas – 60 x 120 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Canto Inferior Direito e Dat. 2021

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Árvore da Vida – 80 x 190 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Verso e Dat. 2015

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Flores para Guignard – 50 x 50 cm – Acrílica Sobre Tela – Ass. Canto Inferior Esquerdo e Dat. 2023

iArremate leilões
22 de Abril às 19:30

Fernando Lucchesi - Africanas – 136 x 150 cm – Vinil Sobre Tela – Ass. Verso e Dat. 1993

Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
06 de Maio às 20:30

Fernando lucchesi - Neste livro, Aracy Amaral investiga a personalidade e a poética de Fernando lucchesi ao longo de sua trajetória artística a partir da matriz pictórica, revelando as pinturas delirantes e os requintados objetos que resgatam a chama do barroco latino-americano. O livro possui textos críticos de Frederico Morais, Ângelo Oswaldo de Araújo Santos e poema de Amilcar de Castro - Capa dura, formato: 27x22 cm, ricamente ilustrado, 127 páginas.

Obras deste artista