Carregando... aguarde
Caleidoscopio - Exposicao da Colecao Correios-2023-09-06 - Guia das Artes
"Caleidoscópio - Exposição da Coleção Correios"
Evento encerrado
"Caleidoscópio - Exposição da Coleção Correios"
Quando aconteceu
Quarta, 06 Setembro até Segunda, 04 Dezembro
Local
Centro Cultural Correios RJ - Galeria de Passagem, térreo
Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro
Conteúdo

 

O Centro Cultural Correios RJ abre, nesta quarta-feira (6), a coletiva "Caleidoscópio - Exposição da Coleção Correios".

Com obras de 28 artistas, os visitantes irão mergulhar na poética das formas, de trajetórias e estilos diversos. Um presente para a cidade que transborda criatividade e movimentos artísticos. 

  

Em um espaço democrático, artistas consagrados e em processo de consagração estarão juntos e dialogando entre si. O resultado? Um caleidoscópio – do grego kalós (belo); eidés (imagem) e skopein (ver) – aproximando objeto mostrado e visitante. Um banquete para o sentir. 

 

Nessa primeira versão, as pinturas expostas são dos artistas Analino Zorzi, Analu Prestes, Andréia Tavares, Claudiah Arantes, Eliardo França, Felícia Kornreich, Fernando Mendonça, Georgete Melhem, Izabel Persijn, João Favoretto, Júlio Vieira, Lucas Reis, Marcos Duprat, Maria Luiza Leão, Marilou Winograd, Marina Nazareth, Martha Poppe, Masumi Yamaguchi, Milla Nast, Miriam Jerusalmi, Odícia Morais, Patricia Di Loreto, Paulo Nunan, Piero Tartaglia, Rosiane Gouvêa, Sandra Cinto, Sebastião Rodrigues e Vany Novello. 

 

A curadoria é da museóloga do Centro Cultural Correios RJ, Roseane Novaes, que, para a primeira mostra, fez uma seleção baseada na poética das formas e das palavras, no afeto e no desejo de instigar. As obras foram adquiridas ao longo desses anos por meio de doação, como contrapartida contratual. 

 

 

Sobre o Centro Cultural Correios RJ 

 

As linhas arquitetônicas da fachada, em estilo eclético, caracterizam o prédio do início do século, construído para sediar uma escola do Lloyd Brasileiro. Mas isto não ocorreu e o prédio foi utilizado, por mais de 50 anos, para funcionamento de unidades administrativas e operacionais dos Correios. Na década de 80, o imóvel foi desativado para reformas, sendo reaberto em 2 de junho de 1992, parcialmente restaurado, para receber a "Exposição Ecológica 92", evento integrante do calendário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente - RIO 92. 

A inauguração oficial do Centro Cultural Correios aconteceu em agosto do ano seguinte, com a exposição mundial de filatelia “Brasiliana 93”. Há 30 anos, o Centro Cultural Correios vem marcando a presença da instituição na cidade com promoção de eventos em áreas diversas, como teatro, vídeo, música, artes plásticas, cinema e demais atividades voltadas à integração da população carioca. 

Suas instalações, adequadas à realização de diversificada programação, ocupam integralmente os 3.480m2 da área do prédio. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro é dotado de três pavimentos interligados por um elevador, também do início do século, de onde se pode ter uma visão panorâmica de todo o ambiente interno.  

No andar térreo, está localizado o teatro com 320 m2 e capacidade para 199 pessoas. No mesmo andar, há uma galeria de arte para pequenas mostras. No segundo e terceiro pavimentos, estão localizadas dez salas de exposições, com infraestrutura e iluminação propícias a eventos de grande porte. A Praça dos Correios é uma área aproximada de 1,3 mil m2 ao ar livre, com espelho d'água e suporte de uma concha acústica, que pode receber um público numeroso para eventos a céu aberto. O local também está apto a acolher ações propostas por artistas, curadores e produtores culturais. 

 

 

Serviço 

"Caleidoscópio - Exposição da Coleção Correios" 

Local: Centro Cultural Correios RJ - Galeria de Passagem, térreo 

Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro 

Abertura: 6 de setembro, às 16h 

Período: 6 de setembro a 4 de dezembro de 2023 

De terça a sábado - Das 12h às 19h 

Censura livre 

Entrada gratuita  

 

Como chegar: metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção à Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio Branco/Uruguaiana).  

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br 

Acessibilidade: adaptado para pessoas cadeirantes

Contato
21 2253-1580

centroculturalrj@correios.com.br
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
Hiromi Nagakura até a Amazônia com Ailton Krenak -
Saiba mais
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
Alquimia Abstrata -
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
EXPOSIÇÃO BLOCO DO PRAZER -
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
HACKEANDO O PODER -
Saiba mais
INAUGURAÇÃO RECIPIENTE PORONGO -
Saiba mais
Krajcberg & Zanine -
Saiba mais
Quadrelas Fluminenses -
Saiba mais
Ser Mulher: um Percurso de Papéis -
Saiba mais
“TOPIARIUS” - Vanessa Freitag -
Saiba mais