Carregando... aguarde
Arcângelo Ianelli - Guia das Artes
Arcângelo Ianelli
Informações
Nome:
Arcângelo Ianelli
Nasceu:
São Paulo, SP (18/07/1922)
Faleceu:
São Paulo, SP (26/05/2009)
Biografia

Arcangelo Ianelli (São Paulo SP 1922 - idem 2009). Pintor, escultor, ilustrador e desenhista. Inicia-se no desenho como autodidata. Em 1940, estuda perspectiva na Associação Paulista de Belas Artes e, em 1942, recebe orientação em pintura de Colette Pujol. Dois anos depois, freqüenta o ateliê de Waldemar da Costa com Lothar Charoux, Hermelindo Fiaminghi e Maria Leontina. Durante a década de 1950 integra o Grupo Guanabara juntamente com Manabu Mabe,Yoshiya Takaoka, Jorge Mori, Tomoo Handa, Tikashi Fukushima e Wega Nery, entre outros. A partir da década de 1940, produz cenas cotidianas, paisagens urbanas e marinhas, que revelam grande síntese formal e uma gama cromática em tons rebaixados. Por volta dos anos 1960, volta-se ao abstracionismo informal e produz telas que apresentam densidade matérica e cores escuras. No fim dos anos 1960, sua obra é ao mesmo tempo linear e pictórica, onde se destaca o uso de grafismos. Já a partir de 1970, volta-se à abstração geométrica e emprega principalmente retângulos e quadrados, que se apresentam como planos superpostos e interpenetrados. Atua ainda como escultor, desde a metade da década de 1970, quando realiza obras em mármore e em madeira, nas quais retoma questões constantes na obra pictórica. Em 2002, comemora os seus 80 anos com retrospectiva montada pela Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp.

Cronologia

1927-32 – Estudou, como interno, no Liceu Coraçăo de Jesus, Săo Paulo. 1940 – Frequentou, após um período como autodidata, a Associaçăo Paulista de Belas Artes, onde teve como professores Perissinotto, Angelo Simeone e Mário Zanini. 1942 – Teve aulas de pintura com Colette Pujol. 1944 – Estudou desenho e pintura com Waldemar da Costa, realizando entăo marinhas e paisagens, além de cenas urbanas, utilizando tons mates. 1948 – Passou a integrar o recém-criado Grupo Guanabara, formado em Săo Paulo predominantemente por artista japoneses de nacionalidade ou de origem (como Yoshiya Takaoka, Wega Nery, Takashi Fukushima, Manabu Mabe e Wega Nery). Realizou, nesse período, marinhas, cenas urbanas e paisagens, em tons mates, com grande apuro formal. 1959 – Deixou o Grupo Guanabara, extinto nesse ano. 1960-70 – Voltou-se para o abstracionismo informal. 1966-67 – Permaneceu na Europa em razăo do Pręmio de Viagem ao Exterior. 1974 – Realizou em Săo Paulo um mural em concreto de 20 metros de extensăo. Começou a trabalhar em maquetes para esculturas. Realizou, nestes últimos 26 anos, inúmeras esculturas em mármore e em madeira, bem como vários painéis e murais. Década de 1970 – Caminhou para a abstraçăo geométrica, apresentando, sobretudo, retângulos e quadrados. Neste período, realizou esculturas em madeira e mármore. 1975 – Pręmio da Associaçăo Brasileira de Críticos de Arte. 1988 – Lançado o vídeo IANELLI: artista brasileiro, sob direçăo do crítico Olívio Tavares de Araújo. 1992 – Pręmio Eco Art 92. 1996 – Lançou o livro No mundo das nuvens, para crianças. 1997 – Foi lançado o CDRom Ianelli: Arte do Brasil. 1998 – Inaugurou estátua no Parque da Aclimaçăo, em Săo Paulo. 1999 – Recebeu o pręmio Lumičre, em Roma, Itália. 2001 – Duas esculturas de sua autoria foram colocadas no Parque da Aclimaçăo. “(...) Percebe-se que sua evoluçăo foi orgânica, e que ele chegou ŕ geometria por força de acontecimentos internos de sua própria pintura. E comprova-se que ele foi sempre perfeccionista com cada minúcia da técnica, e com preservar o espaço para a intuiçăo, a sensibilidade e o lirismo.” (Olívio Tavares de Araújo).

Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
05 de Julho às 20:30

Ianelli - Balé das Formas – 80 x 100 cm – TST - Ass. CID e Dat. 1973 - Registrada no Instituto Ianelli sob o código BTST 20
iArremate leilões
26 de Junho às 20:30

Ianelli, Arcangelo
No silêncio da mata -P.A. Serigrafia, 70x100 cm, 1992, A.C.I.D.
iArremate leilões
10 de Julho às 19:30

Ianelli - Os caminhos da figuração - Neste livro "Estão reunidas as mais significativas obras de sua fase figurativa, pintadas ao longo das décadas de 1940 a 1960, obras que revelam toda a expressividade e o talento do jovem pintor... A década de 1950 é decisiva na sua busca pelo essencial, a estrutura figurativa ainda permanece, mas sua obra caminha em direção à geometrização" - Capa dura, 142 páginas, formato: 23 x 29 cm
iArremate leilões
26 de Junho às 20:30

Ianelli, Arcangelo
Sem título. Óleo sobre tela, 100x80 cm, 1974, A.C.I.D.
iArremate leilões
10 de Julho às 19:30

ARCÂNGELO IANELLI - Livro ricamente ilustrado, e fonte de consulta sobre vida e obra do artista. Ianelli encontrou seu caminho para a abstração a partir da pura simplificação das cores e formas. É um expoente do abstracionismo Geométrico. jp
600g; 29x24 cm; 96 págs.; capa dura

iArremate leilões
28 de Junho às 20:30

IANELLI, Arcângelo - "Sem titulo" - pastel sobre papel - 66 x 48 cm - a.c.i.d. 1988
iArremate leilões
05 de Julho às 20:30

Ianelli - Composição em Azul – 28,2 x 21,2 cm - Pastel – Ass. CID – Década de 1980 - Registrado no Instituto Ianelli
iArremate leilões
28 de Junho às 20:30

IANELLI, Arcângelo - "Natureza morta" - óleo sobre tela - 23 x 17 cm - a.c.i.d.
iArremate leilões
05 de Julho às 20:30

Ianelli - Vibrações - 100 x 130 cm - OST - CID - 1985 - Registrada no Instituto Ianelli sob o código VOST 247 - Enganam-se os que julgam que um quadro colorido é aquele que contém variedades e acúmulo de cores dominando uma superficie mal disposta. A sutileza e elaboração da própria cor, quando criada pelo verdadeiro artista, poderá conter uma riqueza infinita de matizes dentro de um só azul ou de um só gris. A cor é suficiente para construir e expressar nosso universo. Díficil é saber como usá-la. Penso que há uma relação entre minha proposta abstrata como fenômeno plástico e as vibrações sonoras da música fenômeno acústico. Minhas cores e formas, organizo-as num espaço em que os tons se harmonizam num efeito semelhante à polifonia e ao contraponto. Acredito que um músico possa criar igualmente uma arquitetura sonora em que os timbres se organizem em planos cromáticos, transparentes e efeitos de pura abstração, como aqueles que se podem distinguir em minha obra. Por exemplo, Bach, que compôs sua magistral 'Arte da Fuga' sem indicação de instrumentos. Arcângelo Ianelli
iArremate leilões
05 de Julho às 20:30

Ianelli - Composição em Azul – 33,5 x 25,2 cm - Pastel – Ass. CID – Década de 1990 - Registrado no Instituto Ianelli
iArremate leilões
10 de Julho às 19:30

ARCÂNGELO IANELLI - Catálogo expográfico / Registro iconográfico do início da década de 1990. Em comemoração aos 50 anos de pintura do artista. COM DEDICATÓRIA DO ARTISTA.
R$ 30,00
iArremate leilões
26 de Junho às 20:30

Ianelli, Arcangelo
Pintura em relevo. Óleo sobre MDF, 71x91 cm, 1999, A.C.I.D.
Reproduzida no livro do artista.
Compre agora
iArremate leilões
29 de Maio às 20:00

IANELLI - "Geométrico", gravura, 58 X 47cm. Assinado no canto inferior esquerdo, datado de 1973.
iArremate leilões
20 de Junho às 20:00

A. Ianelli - Sem Título - (O Contador de historias) - Óleo sobre tela / Cid - 1954 - 73 x 60 cm
Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista