Carregando... aguarde
Anibal Matos - Guia das Artes
Anibal Matos
Informações
Nome:
Anibal Matos
Nasceu:
Vassouras, RJ (26/10/1889)
Faleceu:
Belo Horizonte, MG
Biografia

Aníbal Matos que nasceu no Arraial do Comércio, em Vassouras, no Estado do Rio de Janeiro aos 26 de outubro de 1886, vindo a falecer em Belo Horizonte em junho de 1969. Além de pintor, foi conhecido como escritor, historiador da arte e professor. Casou-se com D. Maria Ester, com quem teve oito filhos dentre os quais o pintor modernista Haroldo Matos e a pintora decorativa Maria Ester Matos. Seus dois filhos participaram, conjuntamente com o pai e a mãe, de várias exposições realizadas em Belo Horizonte. Aníbal Matos foi ainda, fundador de várias sociedades culturais no Rio de Janeiro como o Centro Artístico Juventas, depois transformado em Sociedade Brasileira de Belas Artes, da qual foi benemérito. Aníbal Matos fez seus primeiros estudos de desenho no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro e, posteriormente, estudou na Escola Nacional de Belas Artes na mesma cidade, tendo sido aluno de João Batista de Costa, Daniel Berard e João Zeferino da Costa. Em 1910, aos 24 anos de idade, recebeu o prêmio de viagem ao estrangeiro no Salão Nacional do Rio de Janeiro. Foi reconhecido pela Escola Nacional de Belas Artes com a obtenção de três menções honrosas, uma medalha de ouro em 1912 e uma medalha de prata em 1916. Representante da mesma instituição, participou em 1914 do Congresso Acadêmico no Peru, tendo sido orador oficial de todas as delegações dos estudantes da América. Na trajetória de Matos, o período que mais interessa à abordagem deste texto, tem seu início no ano de 1917, momento em que se transfere para Belo Horizonte a convite de Bias Fortes para ocupar o cargo de professor da Escola Modelo. A cidade já conhecia o trabalho de Aníbal desde 1913, data das primeiras exposições realizadas nessa cidade como verificado nas matérias de jornais como o Diário de Minas. Em 1930, participou da fundação da Escola de Arquitetura e Belas Artes da Universidade de Minas Gerais na qual continuou trabalhando durante 27 anos, quatro dos quais como diretor. Atuou também como fundador da Biblioteca Mineira de Cultura, das Edições Apollo e do Centro de Proteção do Patrimônio Histórico e Artístico Mineiro, tendo lutado pela fundação de museus históricos locais em Ouro Preto, Diamantina, São João Del Rei e Belo Horizonte. Foi, ainda, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais e, em 1936, presidente da Academia Mineira de Letras. Publicou ainda vários livros.

Outras imagens
Colaboradores com informações sobre este artista

< http://www.catalogodasartes.com.br/Detalhar_Biografia_Artista.asp?idArtistaBiografia=9177 >

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Obras deste artista