Carregando... aguarde
Anatol Wladyslaw Naftali - Guia das Artes
Anatol Wladyslaw Naftali
Informações
Nome:
Anatol Wladyslaw Naftali
Nasceu:
Varsóvia, Polônia
Faleceu:
São Paulo (30/09/2004)
Biografia

Anatol Wladyslaw Naftali (Varsóvia, Polônia, 1913 - São Paulo SP 2004).Formado em engenharia, inicia estudos de pintura com Lucy Citti Ferreira (1911), Yolanda Mohalyi (1909 - 1978). Posteriormente, freqüenta também o ateliê de Flexor (1907 - 1971). A partir da metade da década de 1940 realiza suas primeiras pinturas de caráter figurativo. Por volta de 1950, produz obras inteiramente abstrato-geométrico. Integra o Grupo Ruptura, juntamente com os artistas Waldemar Cordeiro (1925 - 1973), Geraldo de Barros (1923 - 1998), Lothar Charoux (1912 - 1987), Féjer (1923 - 1989), Leopoldo Haar (1910 - 1954) e Luiz Sacilotto (1924 - 2003), em 1952. Em suas telas predominam composições ortogonais e a sugestão do desdobramento sucessivo de planos de cor. A partir do início dos anos 1960, volta ao figurativismo e apresenta formas reconhecíveis, realizadas com grande simplificação formal. Sua produção do período revela um caráter mítico que evoca, por vezes, a obra de Marc Chagall (1887 - 1985).

Cronologia

Realizou as seguintes exposições individuais: 1951 – Galeria Domus, São Paulo 1962 – Galeria Angelesky, Nova York, Estados Unidos. 1963 – Museu Nacional de Belas Artes, Buenos Aires, Argentina. 1966 – Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS. 1979 – Galeria de Arte do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, Santos, SP. 1986 – Galeria de Arte do Centro Municipal de Cultura, Guarujá, SP. 1992 – Rysunki, Muzem Naradowe, Wroclaw, Polônia; Galeria Krytyków Pokaz, Varsóvia, Polônia. 1993 – Pintura e Desenho em Retrospecto, Pinacoteca do Estado, São Paulo. 1997 – Pinturas: peneirando e burilando, Choice Galeria de Arte, São Paulo.

Participou, entre outras, das seguintes exposições coletivas: ca.1948 – Salão do Sindicato das Artistas Plásticos, São Paulo. 1951-67 – Bienal de São Paulo, São Paulo. 1952 – Grupo Ruptura, Museu de Arte Moderna, São Paulo. 1952 – Bienal de Veneza, Itália. 1963 – Bienal de Tóquio, Japão. 1965 – Salão de Arte Moderna de Brasília, DF. 1967 – Salão Municipal de Belo Horizonte. 1977 – Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro. 1978 – As Bienais e a Abstração, São Paulo 1984 – Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, Fundação Bienal São Paulo. 1987 – As Bienais no Acervo do MAC: 1951 a 1985, Museu de Arte Contesmporânea, Universidade de São Paulo, São Paulo. 1994 – Bienal Brasil Século XX, São Paulo. 1998 – Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner, Museu de Arte Moderna, São Paulo. 1999 – Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner, no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro. 2002 – Grupo Ruptura: revisitando a exposição inaugural, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo; Da Antropofagia a Brasília: Brasil 1920-1950, Museu de Arte Brasileira, Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo. 2003 – Cuasi Corpus: arte concreto y neoconcreto de Brasil: una selección del acervo del Museo de Arte Moderna de São Paulo y la Colección Adolpho Leirner, Museo Rufino Tamayo Cidade do México, México. 2004 – Tomie Ohtake na Trama Espiritual da Arte Brasileira, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro.

Colabore conosco
Você tem informações sobre este artista ou acredita que algum dos tópicos do conteúdo está errado?
clique aqui e colabore conosco enviando sua sugestão, correção ou comentários.
Nome
Email
Mensagem
Enviar
Peças sendo leiloadas, compre agora
iArremate leilões
30 de Setembro às 20:00

Anatol Wladislaw - Nu Feminino - nanquim s/ papel - ass. cid - 1980 - 31x23 cm - não emoldurado.
Obras deste artista