Carregando... aguarde
Estética de uma amizade Alfredo Volpi e Bruno Giorgi-2019-03-25 - Guia das Artes
Estética de uma amizade - Alfredo Volpi e Bruno Giorgi
Evento encerrado
Estética de uma amizade - Alfredo Volpi e Bruno Giorgi
Quando aconteceu
Segunda, 25 Março até Sábado, 25 Maio
Local
Pinakotheke São Paulo
Rua Ministro Nelson Hungria, 200 - Morumbi
Conteúdo

Foram dez anos de pesquisas para construir uma exposição sobre a amizade entre dois grandes mestres da arte brasileira do século XX. Estética de uma Amizade, que será exibida na Pinakotheke São Paulo, procura pontuar com memórias e produção artística os 50 anos de estreita convivência entre - Alfredo Volpi (Lucca, Itália, 1896 - São Paulo, Brasil, 1988) e Bruno Giorgi (São Paulo, 1905 - Rio de Janeiro, 1993).   

A mostra reúne cerca de 100 obras - a maioria apresentada ao público pela primeira vez -, entre pinturas, desenhos e esculturas provenientes, da Coleção Leontina e Bruno Giorgi e colecionadores particulares. Os trabalhos são entremeados por fotografias, documentos, depoimentos e gravações com saborosas narrativas sobre esta amizade que perdurou de 1936 até a morte de Volpi em 1988.  

No raro conjunto de numerosas pinturas de Volpi, esculturas, desenhos e telas de Giorgi, sobrepõem-se as obras surgidas de relações de amizades ou familiares, como os retratos de Mira Engelhardt e Gilda Vieira, feitos por Volpi, além de Judith, sua mulher, retratada por ele, e um desenho dedicado à sua única aluna Lore Koch; o retrato de Leontina Giorgi, as joias/esculturas projetadas por Giorgi; nus femininos assinados pelos dois artistas; retrato de Giorgi por Volpi e as cabeças de Volpi e Mario de Andrade esculpidas por Giorgi; as interpretações discordantes do poema Balada de Santa Maria Egipcíaca de Manuel Bandeira, que ambos fizeram em pintura; e até uma série de trabalhos concebidos na convivência da dupla. Há também as maquetes das obras de Brasília, quando os afrescos de Alfredo Volpi e as esculturas de Bruno Giorgi sublinharam a arquitetura de Oscar Niemeyer. 

A exposição revela como o pintor, que se mudou com a família para o Brasil com apenas um ano de idade, e o escultor, ambos originários da mesma região italiana, a Toscana, compartilharam a fraterna relação e o saber artístico com igual intensidade. Não foram poucas as vezes que, com um esboço debaixo do braço, Volpi saiu de São Paulo e foi ao Rio de Janeiro discutir uma pintura com o amigo. Leontina, a quarta e última mulher de Giorgi, que muito contribuiu para a realização desta exposição, disponibilizando obras e arquivo, testemunhou muitas das longas conversas ou silêncios que os dois amigos gostavam de dividir. Ao mesmo tempo foram artistas que puderam comemorar juntos e reciprocamente virtuosas trajetórias: ambos participaram de prestigiosas exposições nacionais e internacionais, entre as quais em edições, às vezes coincidentes, da Bienal de Veneza e de São Paulo, além de conquistar vários prêmios no Brasil no exterior. 

O projeto foi possível graças ao empenho dos curadores da exposição Max Perlingeiro e Pedro Mastrobuono, Leontina Ribeiro Giorgi, Instituto Volpi de Arte Moderna e à equipe da Pinakotheke. Com os arquivos do marido, Leontina, a viúva de Giorgi, gravou longas entrevistas, rememorando fatos históricos e pessoais, muitos dos quais presenciados por ela. Nas suas pesquisas, Pedro, que é filho de Marco Antonio Mastrobuono, um dos primeiros colecionadores e amigo pessoal de Volpi, teve a oportunidade de encontrar informações preciosas, sobretudo entrevistas de Bruno Giorgi em Brasília, onde o pintor ítalo-brasileiro era constantemente mencionado. 

Durante a exposição será lançada a publicação Estética da Amizade ?Alfredo Volpi e Bruno Giorgi que, além do material da mostra, contém textos de David Léo Levisky, Rodrigo Naves e Mario de Andrade e dos curadores Max Perlingeiro e Pedro Mastrobuono, os quais destacam as personalidades que conviveram com a dupla, como Mário Schenberg, Lasar Segall, Sergio Milliet, e apresentam uma inédita biografia em ordem cronológica entrelaçada dos dois artistas, na qual é possível constatar como arte e amizade pulsavam em particular sintonia.

 

Estética de uma Amizade - Alfredo Volpi e Bruno Giorgi - Pinakotheke São Paulo

Visitação de 25 de março a 25 de maio de 2019

De segunda a sexta-feira das 10 às 18 h e aos sábados das 10 às 16h

 

Informações à imprensa 

Pool de Comunicação

Telefone: 11-3032-1599 

Marcy Junqueira e Martim Pelisson

marcy@pooldecomunicacao.com.br / martim@pooldecomunicacao.com.br   

Contato
(11) 3758-0546 | http://www.pinakotheke.com.br |
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "São Paulo"
Arte Infinita - Nascida em uma família de colecionadores, cuja mãe manteve durante 25 anos uma galeria dedicada a incentivar a escultura, Viviane Teperman inaugurou em 2001 a Arte Infinita Galeria.
Saiba mais
Casa Amarela Leilões de Arte - Casa Amarela Leilões de Arte" atuando no mercado de arte de São Paulo desde 1989 e no Distrito Federal desde 1994, especializada em leilões de arte e residenciais.
Saiba mais
Democrart -
Saiba mais
ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
Exposição "Flávio de Carvalho: o antropófago ideal" - Flávio de Carvalho ganha exposição individual na Galeria Almeida e Dale
Saiba mais
Galeria Cia Paulista -
Saiba mais
Galeria Leme - Desde a sua abertura em novembro de 2004, a Galeria Leme apresenta um programa inovador na cena da arte Brasileira, representando artistas brasileiros e internacionais, frequentemente convidados a criar e produzir novos e ambiciosos projetos no prédio de
Saiba mais
Galeria Luisa Strina - Em 2014 a Galeria Luisa Strina completou 40 anos de atividade Luisa abriu sua galeria em 1974.
Saiba mais
Galeria Millan - Quando de sua fundação, em 1986, a Galeria Millan buscava apresentar relações entre a produção dos artistas contemporâneos que representava e os artistas modernos que influenciaram sua formação.
Saiba mais
GALERIA TÁTIL- A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu. A seleção das obras foi realizada considerando a indicação do público com deficiências visuais que participou de visitas orientadas ao acer
Saiba mais
Galeria Tatil na Pinacoteca de Sâo Paulo - A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu
Saiba mais
Galeria vermelho -
Saiba mais
Luciana Brito Galeria -
Saiba mais
Nelson Screnci, artista paulistano, expõe na Galeria Arte Aplicada - Artista apresenta obras inéditas na exposição As Cinco Estações, a partir do dia 14 de setembro
Saiba mais
Von Brusky Escritório de Arte -
Saiba mais
“MÁQUINA OLHO” - Exposição interativa na Estação Cultura usa ciência e arte para explicar o funcionamento do olho humano
Saiba mais