Carregando... aguarde
Labirinto e Memória-2017-05-13 - Guia das Artes
Labirinto e Memória
abrirá em 1 horas e 42 minutos
Labirinto e Memória
Quando acontece
Sábado, 13 Maio até Domingo, 23 Julho
dom
09:00
19:00
seg
ter
09:00
19:00
qua
09:00
19:00
qui
09:00
19:00
sex
09:00
19:00
sab
09:00
19:00
Local
Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé, 111 – Centro
Conteúdo

O público da capital paulista poderá apreciar cerca de 130 trabalhos de uma das importantes artistas plásticas contemporâneas: Luise Weiss. A mostra intitulada “Labirinto e Memória: A poética visual de Luise Weiss”, ocupará o 1º andar da Caixa Cultural São Paulo, reunindo uma série de desenhos, gravuras e fotografias, trabalhos que marcaram os 40 anos de trajetória da gravadora, pintora, fotógrafa e professora, desvendando todo o seu processo de criação e produção gráfica.

A exposição, que tem curadoria de Sergio Pizoli, receberá visitantes até o dia 23 de julho, sempre de terça a domingo, das 9h às 19h, com entrada gratuita. Vale ressaltar que Luise realizará ainda uma palestra, acompanhada do curador no dia 03 de junho (marcando o lançamento do catálogo da mostra), além de um workshop no dia 10 do mesmo mês.

TEMAS E RECORTES - Os trabalhos selecionados pela curadoria foram divididos em seis segmentos temáticos, num recorte centrado em obras que têm o papel como suporte e a fotografia como ponto de partida: In Memoriam, No Mar, Vestígios (Pepi), Copo d'água, Cadernos de Artista e Silhuetas e Objetos. “O objetivo é levar ao público a percepção da unidade expositiva - elencada por vários discursos gráficos - onde cada obra é a reconstrução de vestígios da memória e transita entre o fazer e o lembrar”, explica o curador Sergio Pizoli.

In Memoriam – O segmento traz 16 pinturas em tela e madeira, 15 xilogravuras, 6 monotipias, 15 sobreposições fotográficas e 16 frotagens. “Certo dia tentei lembrar com detalhes e também representar o rosto do meu avô paterno. Notei as dificuldades da memória, as facilidades do esquecimento. Foi quando surgiu uma busca mais que arqueológica de familiares (fotografias, álbuns, cartões-postais, documentos, desenhos, livros etc.). Como resultado, os painéis, cobertos de retalhos de tecidos bordados, de camiseta, toalhas, luvas, enfim, desses elementos que contam histórias individuais, constituem a base da pintura”, explica Luise Weiss.

“Os retratos de época, elegantes, dão espaço para a recorrente reconstituição da imagem, aparente e silenciosa. As fotografias posam, de algum modo, como modelos, intensificadas no diálogo com a representação artística”, conclui o curador.

No Mar – São 17 gravuras, com uma proposta gráfica iniciadas com a retirada mínima de material da matriz em madeira para fazer surgir, xilografados na pele do papel, traços quase ilusórios de navios, portos, despedidas que, progressivamente, aumentam a incidência da luz.

Vestígios (Pepi) - Objetos e colagens fotográficas criadas a partir de uma caixinha de bitucas, guardada por um companheiro de batalha, em que Luise trabalha na procura e reflexão sobre o tio avô Pepi, morto na Primeira Guerra Mundial. Complementam o item, frames impressos com imagens desfocadas de um vídeo feito sobre a projeção das sombras destes recortes.

Copo d'água - A água é a metáfora entre a busca do sonho futuro e as histórias do passado na viagem imigrante dos avós, pelo mar. Trata-se de uma instalação com 30 recortes fotográficos, imersos na água.

Cadernos de Artista - O segmento reúne 10 peças únicas, quase objetos, onde a experimentação e a ousadia constroem representações móveis, a cada virar de página, de um mundo silenciado na memória, mais afetiva que histórica.

Silhuetas e Objetos – Dez recortes em madeira, realizados sobre as fotografias familiares. Complementam o item, frames impressos com imagens desfocadas de um vídeo feito sobre a projeção das sombras destes recortes.

Contato
Telefone: +55 (11) 3321-4400
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Como chegar
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "São Paulo"
0,0Km - O Gráfico Amador - A exposição será um panorama histórico, embora com uma visão atual, sobre O Gráfico Amador, editora de um grupo de intelectuais que entre os anos 1954 e 1961 produziu, em Recife, mais de 30 obras que vieram a se tornar marcos na história contemporânea da
Saiba mais
0,0Km - Fronteiras: entre a Arte e o Design - Se o design nasce com o compromisso da utilidade, sua capacidade de redesenhar o mundo em termos conceituais e tecnológicos se deve absolutamente a processos de questionamento e investigação artísticos.
Saiba mais
0,2Km - Museu do Futebol - Desde a inauguração, o Museu do Futebol é administrado pela Organização Social de Cultura IDBrasil Cultura
Saiba mais
0,2Km - Museu da TV - A Pró-TV é a associação que agrega profissionais de TV de todas as épocas, dos pioneiros aos atuais.
Saiba mais
0,2Km - Museu da Anatomia Veterinária - O Museu de Anatomia Veterinária (MAV) está localizado dentro da Cidade Universitária
Saiba mais
0,2Km - BECO DO PINTO - O Beco é uma passagem antiga que serviu para o trânsito de pessoas e animais na São Paulo colonial entre o largo da Sé à várzea do rio Tamanduateí.
Saiba mais
0,2Km - Museu do Club Athletico Paulistano - Fundado em 1900 no Velódromo da Consolação e localizado, desde 1917, no Jardim América , próximo a Avenida Paulista, o Club Athletico Paulistano é um dos principais clubes poliesportivos da cidade.
Saiba mais
0,2Km - BIBLIOTECA TEMÁTICA DE CULTURA POPULAR BELMONTE - A biblioteca conta com a exposição permanente Visagens - Visões Comuns, Visões Sublimes, formada por retratos feitos por Ernesto Bonato em xilogravura de pessoas que circulam pelos arredores da biblioteca. O trabalho levou nove meses para ser concluído.
Saiba mais
0,2Km - Museu da Polícia Civil - criado na década de 1920 na Cidade Universitária, no Butantã, preserva e reúne cerca de três mil artigos,
Saiba mais
0,2Km - CASA DA IMAGEM - A instituição foi criada para ser a sede do Acervo Iconográfico da Cidade de São Paulo e promover sua preservação, pesquisa e difusão, além de desenvolver ações voltadas à memória da imagem documental da cidade. A coleção de 710 mil fotografias passou por
Saiba mais
0,2Km - GALERIA CONTEMPO - A CONTEMPO, ESTÁ NO MERCADO DE ARTE CONTEMPORÂNEA HA 2 ANOS, COM INAUGURAÇÃO EM MARÇO DE 2013.
Saiba mais
0,2Km - Jacques Ardies - A Galeria Jacques Ardies está localizada na Vila Mariana e ocupa uma casa antiga completamente reformada.
Saiba mais
0,3Km - Cícero Dias - Um Percurso Poético - São mais de 120 obras de grandes coleções públicas e privadas brasileiras e de outros países como Austrália, China e França.
Saiba mais
1,6Km - Galeria José e Paulina Nemirovsky - Arte Moderna - A mostra é uma reorganização e ampliação da exposição sobre o Modernismo.
Saiba mais
1,6Km - Vlavianos: Trajetória - A mostra tem o patrocínio da BR Properties e da Comerc Energia e o apoio do Consulado da Grécia.
Saiba mais
1,7Km - GALERIA TÁTIL- A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu. A seleção das obras foi realizada considerando a indicação do público com deficiências visuais que participou de visitas orientadas ao acer
Saiba mais
1,7Km - Corte-Contaminação-Contato - Exposição do artista Ricardo Basbaum.
Saiba mais
1,7Km - Galeria Tatil na Pinacoteca de Sâo Paulo - A Pinacoteca do Estado apresenta exposição com 12 esculturas táteis, em bronze, que fazem parte do acervo do museu
Saiba mais
1,7Km - ESCULTURAS NO PARQUE DA LUZ- O Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz, conta com área de aproximadamente 113 mil m² . Foi criado como horto botânico por uma Ordem Régia da Coroa Portuguesa em 19 de novembro de 1798 foi aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico já no
Saiba mais
2,3Km - Figurações do Tempo: Relações entre Moda e Imagem - Inscrições até o dia 14 de abril.
Saiba mais