Carregando... aguarde
Dan Gran-2017-08-12 - Guia das Artes
Arte em Relação à Arquitetura / Arquitetura em Relação à Arte
aberto agora
Arte em Relação à Arquitetura / Arquitetura em Relação à Arte
Quando acontece
Sábado, 12 Agosto até Domingo, 12 Novembro
dom
seg
10:00
19:00
ter
10:00
19:00
qua
10:00
19:00
qui
10:00
19:00
sex
10:00
19:00
sab
11:00
15:00
Local
Galeria Nara Roesler
Av. Europa, 655 - Jardim Europa
Conteúdo

A Galeria Nara Roesler | São Paulo tem o prazer de apresentar a primeira individual de Dan Graham (n. Urbana, IL, EUA, 1942) em seu espaço. A mostra exibirá Wave Form I (2016), obra criada especialmente para a ocasião, além de seis maquetes Sem Título (2011-2016) e o vídeo Death by Chocolate: West Edmonton Shopping Mall (1986-2005). Paralelamente à exposição, a Galeria Nara Roesler, em colaboração com o MIS , apresentará dois vídeos emblemáticos de Dan Graham: Rock My Religion (1983-1984) e Don’t Trust Anyone Over 30(2004). As sessões acontecerão no auditório do MIS -  Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, no domingo, 13 de agosto de 2017, às 16h, sendo seguidas de mesa-redonda com Marta Bogéa, Agnaldo Farias e Solange Farkas, que conduzirão um debate sobre a obra do artista.

 

Apresentada no mundo todo, a série Pavillions de Graham é representativa de seu envolvimento crítico com os parâmetros visuais e cognitivos da linguagem arquitetônica dentro e fora das instituições de arte. A exposição contribui para elucidar a obra do artista, que desde a década de 1960 realiza experimentos multimídia envolvendo performances, vídeos e arquitetura, no sentido de refletir não apenas sobre as instituições de arte e seu contexto comercial, como também sobre as implicações sociais das estruturas de consumo, representação e comunicação.

 

Ao despontar na cena artística nova-iorquina durante a década de 1960, Graham detectou, na prática dos artistas minimalistas, uma semelhança com o funcionalismo na arquitetura, já que ambas as correntes acreditavam na forma “objetiva” e “negavam o significado conotativo e social e o contexto de obras de arte ou arquiteturas circundantes”. Desde 1976, o artista produz Pavilhões (Pavillions) de vidro e espelhos que aliam a materialidade objetiva da arte ao seu significado conotativo. “De início, o espectador poderá enxergar a estrutura e os materiais em termos puramente estéticos; após passar algum tempo naquele espaço … os aspectos psicológicos e sociais dos materiais e da estrutura se tornarão evidentes”, o artista descreve. Graham cria uma experiência subjetiva para o espectador, que é levado a participar de um jogo de exclusão e inclusão psicológica no qual, ao invés de observar obras de arte ou produtos, torna-se ele próprio o objeto do olhar do outro. A utilização de vidro e espelhos para modificar a experiência dos espectadores encontra um corolário em espaços públicos, como certas áreas de aeroportos internacionais e alas de maternidade, onde esses materiais são usados como divisórias e delimitadores. Como afirma o artista, “nos contextos artísticos, muitas vezes somente os efeitos estéticos do vidro e dos espelhos são notados; ao passo que, fora do contexto expositivo, esses mesmos materiais são empregados para controlar a realidade social de uma pessoa ou grupo de pessoas”.

 

Graham é um escritor prolífico e muitos de seus textos abordam questões de classe, gênero, cultura popular e história da sociedade. Para o curador Bennet Simpson, Rock My Religion(1983-1984), juntamente com os escritos do artista sobre as “ramificações ideológicas da música punk, fez de Graham um precursor daquilo que, nos círculos acadêmicos, começava a ser chamado de ‘estudos culturais’.” O documentário Rock My Religion é uma colagem de música, textos e imagens em vídeo que relaciona a história de grupos religiosos dos Estados Unidos ao desenvolvimento do rock’n’roll. A obra cria uma genealogia cultural que começa com os Shakers, um antigo grupo religioso que pregava o celibato e o trabalho e que se reunia uma vez por semana para realizar rituais religiosos nos quais os fiéis giravam e dançavam até entrar num estado hipnótico. As coincidências entre o movimento do rock e os Shakers vão além do fato de ambos incorporarem o transe a suas práticas. Como escreve Graham, “Na década de 1950, surgiu uma nova classe, uma geração cujo dever não era produzir, e sim consumir; eram os ‘adolescentes’. Libertos da ética do trabalho, para não fazerem aumentar o desemprego no pós-guerra, e da ética puritana do trabalho, sua filosofia era a diversão. Sua religião era o rock’n’roll. O rock inverteu os valores da religião americana tradicional.” Rock My Religion destaca o surgimento da cultura do rock como um marco no desenvolvimento de uma cultura adolescente guiada pelo mercado e surgida no contexto do pós-guerra

Contato
(11) 3063-2344
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Como chegar
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "São Paulo"
0,0Km - Nara Roestler - A galeria mantém em acervo obras de Artur Lescher, Abraham Palatnik, Brigida Baltar, Cao Guimarães, Cristina Canale, Laura Vinci, Tomie Ohtake e outros.
Saiba mais
0,1Km - Canvas -
Saiba mais
0,4Km - Luciana Brito Galeria -
Saiba mais
0,4Km - FUNDAÇÃO CULTURAL EMA GORDON KLABIN - Na 3ª edição da série Jardim Imaginário, os artistas Gisela Motta e Leandro Lima que apresentam a instalação “Controle Remoto”, composta por 30 casinhas de passarinhos feitas em madeira, dispostas em fileiras, como um conjunto habitacional, que de dentro
Saiba mais
0,4Km - Museu Brasileiro da Escultura - Inaugurado há 15 anos, o prédio de arquitetura moderna já abrigou mais de 160 exposições
Saiba mais
0,5Km - Lume - Fundada em 2011 com o objetivo de exibir os grandes nomes da arte brasileira
Saiba mais
0,5Km - g e n í a c o - Mostra composta por 17 obras: esculturas/xilogravuras/fotos
Saiba mais
0,5Km - MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo - Museu da Imagem e do Som foi criado em 29 de maio de 1970, já vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. Na época, a ideia era construir um museu que preservasse e produzisse a imagem e o som, conceito este que tomou forma após a inauguração do MIS do R
Saiba mais
0,5Km - Museu da Imagem e do Som - Desde a sua fundação, em 29 de maio de 1970, o Museu da Imagem e do Som (MIS) coleta,
Saiba mais
0,5Km - Renato Russo - No dia 6 de setembro, o MIS inaugura uma das exposições mais aguardadas do ano.
Saiba mais
0,6Km - GALERIA MARILIA RAZUK - A Galeria Marília Razuk foi inaugurada em 1992
Saiba mais
0,6Km - Democrart -
Saiba mais
0,8Km - RECORTE MODERNISTA - Mostra é uma parceria entre a Ricardo Camargo Galeria e a Galeria de Arte Almeida e Dale.
Saiba mais
0,9Km - Aloisio Cravo - 2017-10-23 -
Saiba mais
1,5Km - Chão em chamas - Joa?o Castilho apresenta se?ries fotogra?ficas e objetos
Saiba mais
1,5Km - Zip’Up: Plano Imaginado - Conjunto de obras, entre desenho, escultura e instalac?a?o.
Saiba mais
1,7Km - Um passo a mais e se desfaz - A exposição é a sexta individual de Ana Calzavara.
Saiba mais
1,7Km - Contemplação - Sandra M.
Saiba mais
1,8Km - Hypnic - Angela Bassichetti
Saiba mais
2,0Km - Enlance - Em parceria com a galeria portuguesa Kubik
Saiba mais