Carregando... aguarde
SOPRO S-2021-02-04 - Guia das Artes
SOPRO (S)
amanhã às 12:00h
SOPRO (S)
Quando acontece
Quinta, 04 Fevereiro até Domingo, 04 Abril
dom
seg
ter
12:00
19:00
qua
12:00
19:00
qui
12:00
19:00
sex
12:00
19:00
sab
12:00
19:00
Local
Centro Cultural Correios RJ
Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro
Conteúdo

 

Primeira individual de Cota Azevedo apresenta proposta 

que conjuga pintura e poesia no Centro Cultural Correios RJ

        

Artista e jornalista, Cota Azevedo desenvolve um trabalho que dialoga entre as “artes-irmãs”: pintura e poesia. Em Sopro (s), sua primeira individual, o ponto de partida para a criação são aldravias, formas poéticas minimalistas de seis palavras, seis versos e nenhuma pontuação, das quais ela se apropria, como fagulhas criativas, construindo a partir de suas leituras um outro espaço, a pintura. A individual de Cota inaugura no 3 de fevereiro, no Centro Cultural Correios RJ, sob curadoria de Edson Cardoso. Todo o trabalho deste acervo se baseia na investigação da transposição do escrito para o visual e vice-versa, em um jogo intersemiótico, não literal, nos quais as subjetividades das palavras aliadas aos elementos figurativos pictóricos permitem criar narrativas inventadas. Ela utiliza as técnicas de pintura a óleo, pastel e acrílica e apresenta 18 telas, em formatos que vão de 50 x 50cm a 156 x 116cm. 

A exposição SOPRO (s) age no encontro das linguagens. A imagem encontra a palavra que ressona em pura expressão. Seja na visão existencial de mundo ou da intimidade convencional das obras, é possível quase tatear o sentimento. As pinturas surgem das aldravias tituladas de Fernando Azevedo (seu pai), poemas sintéticos, que condensam a poeticidade na simplicidade, portas abertas a interpretações. Com espessa camada de tinta, a obra de Cota Azevedo é tátil. Seu tema, o corpo humano surpreendido em posições que revelam emoções inesperadas, encontra-se no limite entre a abstração e a figuração. Colocadas em atividade estrutural, a imagem e a palavra se fundem fertilizando uma a outra. Dessa maneira, seus territórios resultam de um processo que poderiam frutificar, ainda, outras mais

 

“Ao mesmo tempo em que as dinâmicas das cores sugerem uma corporeidade, elas também podem abarcar o resultado de planificação das figuras temas. As manchas e os traçados tortuosos carregam a desmaterialização, a desfiguração das pinturas expressionistas. As narrativas são planos de fundo de uma poética e de uma figuração não conclusivas, onde o expectador passa ser coautor de Sopros. Uma história confessional que poderia ser tão minha como do outro.  O minimalismo das aldravias ganha uma outra dimensão ao aliar-se à carga emotiva pictórica em Sopros. Duas questões que parecem antagônicas, a sutileza e a dramaticidade passam a conviver lado a lado, de modo que a natureza do que é humano surge, em uma narrativa não limítrofe de um pensar que vai muito além de uma visão de produção e de mundo dual”, explica Cota Azevedo.

 

Saiba mais sobre a artista

Cota Azevedo é natural da Bahia e reside no Rio de Janeiro. Trabalha com a narrativa experimental, no qual o corpo é o protagonista. As temáticas das obras abordam as construções linguísticas, do humano em seus meios individuais, histórico e/ou temporal. A cor ganha um destaque em seus trabalhos, assim como as pinceladas texturizadas que dão vida à superfície da tela. A intenção é deformar a “realidade” para expressar a subjetividade da natureza do corpo no espaço e dialogar com as composições da imaginação no plano pictórico - a expressão que se impõe sobre o possível real. Uma poética expressiva da cor em uma realidade imaginada.

 

Entre as coletivas que já participou, estão a Coletiva EIXO  2020 - EIXO Arte Contemporânea – Niterói; Desvio para o Vermelho – Homenagem a Cildo Meireles  –  Espaço ZAGUT; Abstração e Figuração - Espaço ZAGUT (todas no ano de 2020). E em 2019:  Doce Dezembro - Vogue Gallery; A VER - Galeria Espaço do Artista; e Respirarte – Galeria OKO de Arte Contemporânea.

 

Serviço:

Abertura: dia 3 de fevereiro, às 18h

Período: de 4 de fevereiro a 4 de abril de 2021

Curadoria: Edson Cardoso

Centro Cultural Correios RJ

Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – RJ

3º andar

Visitação: de terça a sábado, das 12h às 19h

Entrada gratuita

Medidas sanitárias serão tomadas por conta da pandemia. A exposição terá o material em 3D para aqueles que não conseguirem ir ao local.

Contato
+55 21 2253-1580
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
"LIBERDADE" - “Liberdade” - exposição da artista Carla Carvalhosa reúne telas com diversas técnicas e estilos, além de instalação de material reciclado e esculturas em papietagem e papel machê.
Saiba mais
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
CATARSIS - Abertura: dia 21 de janeiro, quinta-feira, às 18h
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Encontros Culturais do Ecomuseude Santa Cruz (virtual) - Encontros Culturais do Ecomuseu de Santa Cruz
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
GESTUALIDADE - Abertura: dia 3 de fevereiro, quarta-feira, às 18h
Saiba mais
MAM recebe exposição com obras de Hélio Oiticica - Mostra conta com cem obras relacionadas ao ritmo, música e dança
Saiba mais
Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro– Espaço Vivo - Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro– Espaço Vivo
Saiba mais
SOPRO (S) - Abertura: dia 3 de fevereiro, quarta-feira, às 18h
Saiba mais