Carregando... aguarde
VESTÍGIOS-2019-08-10 - Guia das Artes
VESTÍGIOS
Evento encerrado
VESTÍGIOS
Quando aconteceu
Sábado, 10 Agosto até Sábado, 19 Outubro
Local
Espaço Cultural Correios Niterói
Av. Visconde do Rio Branco, 481- Centro (em frente à estação das barcas)
Conteúdo

 

Exposição de Marciah Rommes ocupa quatro salas do 
Espaço Cultural Correios Niterói.

Mostra abre no dia 10 de agosto e vai até 19 de outubro, com curadoria de Lia do Rio.

 

No dia 10 de agosto, a artista visual Marciah Rommes inaugura quatro instalações no Espaço Cultural Correios Niterói. Com curadoria de Lia do Rio, a exposição “Vestígios” reúne mais de 3 mil peças formadas por uma massa criada a partir da mistura de material, tema de pesquisa da artista desde 2011. Em quatro grandes salas, objetos de 15 cm a 2 m, de formas e texturas inusitadas, sobem pelas paredes, avançam sobre o chão e distribuem-se em estelas*, como vestígios de uma linguagem ancestral, remetendo a outro tipo de raciocínio. A mostra fica até 19 de outubro, com entrada franca.

 

Sem priorizar ângulos, raios ou diagonais, as formas abstratas criadas pela artista são pautadas em vestígios de civilizações históricas e suas memórias, representadas por símbolos, códigos, materiais e objetos. “Desenvolvi um tipo de massa que se tornou matéria prima para a criação de peças de diferentes formas, que parecem surgir como registros de memórias e narrativas poéticas”, conta a artista. Em diálogo com o espaço dos Correios, a exposição reflete sobre memória, tempo e a forma como as mensagens, as narrativas e as histórias são distribuídas e vivenciadas culturalmente pelas sociedades.

 

Dispostas no espaço como uma escrita arquitetônica, os fragmentos de massa em tons de negro, dourado, acobreado ou estanho convidam a uma nova forma de leitura, aludindo a significados profundos. Segundo a curadora, os elementos parecem revelar codificações de memórias, de resíduos de conhecimento. “O trabalho de Marciah Rommes remete a questões do ser humano naquilo que o move dentro do seu psiquê e se encontra sedimentado pelo tempo vivido. A organização narrativa nos deixa uma vaga impressão de reminiscência. É como se pudéssemos entrar no espaço tempo de nossa mente”, conclui Lia do Rio.

 

MARCIAH ROMMES

Nascida no Rio de Janeiro, com cidadania brasileira e luxemburguesa, é graduada em Psicologia pela UERJ. Iniciou sua trajetória como artista visual a partir de estudos em pintura e fotografia. Frequentou cursos livres na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Em 2018, participou da Residência Artística em Cianotipia, no LabClube. Participa de grupos de pesquisa e desenvolvimento de projetos em artes visuais no Atelier Projeto Impresso, no Studio da Galeria OKO Arte Contemporânea e integra o grupo de discussão “Falando de Arte Contemporânea”. Desde fevereiro de 2019, cursa pós-graduação em História da Arte e da Cultura Visual pela Universidade Candido Mendes. Já participou de mais de 30 exposições, sendo essa, do Espaço Cultural Correios Niterói, a sua terceira individual.

https://www.marciahrommes.com


LIA DO RIO

Nasceu em São Paulo, vive e trabalha no Rio de Janeiro. É bacharel pela Escola Nacional de Belas Artes da UFRJ; tem pós-graduação em Arte e Filosofia, e pós-graduação em Filosofia Antiga, pela PUC-RIO. Ao longo de quatro décadas, participou de inúmeras exposições individuais, coletivas e palestras no Brasil e no exterior onde recebeu  prêmios e possui obras em acervos. Como professora de arte, lecionou em instituições como Parque Lage e Instituto Calouste Gulbenkian. Coordena exposições, workshops e palestras, e faz acompanhamento de diversos artistas. Seu livroLia do Rio: Sobre a Natureza do Tempo foi editado, em 2015, pela editora Fase 10. 

 

EXPOSIÇÕES EM CARTAZ NO ESPAÇO CULTURAL CORREIOS NITEROI

Pintar para imortalizar - Coletiva Atelier Baluarte 
Até 3 de agosto (última semana)

A mostra tem como intenção principal emitir um alerta geral ao ser humano que vive em constante confronto com a natureza, transpondo para as telas o que talvez no futuro próximo já não exista mais. A ideia surgiu da observação profunda, da enorme quantidade de animais que estão entrando na lista de extinção, listagem essa que se estende cada vez mais, à medida que o tempo passa e que nós, seres humanos, continuamos insensíveis ao fato de que eles também fazem parte da nossa existência.

 

Seres - Jaime Acioli 
Até 3 de agosto (última semana)

Além de estudar as magníficas formas da natureza, o fotógrafo Jaime Acioli trata cada planta fotografada como um ser e não simplesmente como forma. O resultado é um conjunto de seres minúsculos, muitas vezes não vistos pela maioria das pessoas, ampliados para a dimensão humana e com a altivez de um ser retratado. A mostra "Seres" tem como inspiração o trabalho “Art Forms in Nature”, do fotógrafo alemão Karl Blossfeldt.

 
Fragmentação do Ser - Isabella Marinho
Até 14 de setembro

Isabella Marinho expõe 16 trabalhos entre desenhos, pintura e objetos que resultaram de uma associação de ritmos e grafismos fluentes, ora utilizando materiais como carvão, ora lançando mão de técnicas como utilização de resíduos e colagens. As obras propõem ao expectador questionar o eu fragmentado e a sociedade dividida.


Assim como aqueles que buscam - Nadia Aguilera
Até 21 de setembro

A artista faz uso de uma técnica mista na qual o desenho, a pintura e a colagem estão a serviço de um jogo de passagens, de maneira tal, que poderíamos relacioná-lo a vivência de um sonho ou de uma recordação. A exposição apresenta 35 obras em que objetos e imagens aparecem em meio a arquiteturas urbanas idealizadas, enquanto personagens, por não terem com o que se relacionar concretamente, passam a fazer parte de momentos nos quais algo parece estar sempre prestes a acontecer.


Humanidades - Rodrigo Pedrosa 
Até 31 de agosto

A exposição do artista plástico Rodrigo Pedrosa, tem por objetivo provocar o questionamento a cerca das contradições e das incongruências da natureza humana. Pedrosa procura deslocar contextos e pontos de vista para se debruçar sobre questões que tratam da condição humana: a solidão, o medo, a autodestruição. O espectro imagético de suas obras percebe, coleta, contrapõe, propõe, instiga e confronta estas ideias.


ComTemplo - Ana Biolchini 
Até 10 de agosto

A exposição da artista plástica Ana Biolchini é uma grande instalação que ocupa toda a Galeria I, localizada no andar superior do Espaço Cultural Correios Niterói. Dessa forma, temos uma obra “site specif”, que foi criada especialmente de acordo com o ambiente e com o espaço. A mostra “ConTemplo” é um trabalho planejado, em que os elementos esculturais dialogam com o meio circundante, para o qual a obra foi elaborada.

Programação completa: http://bit.ly/programaçãoeccniterói

 

SERVIÇO

 

Exposição: Vestígios
Artista: Marciah Rommes 
Curadoria: Lia do Rio
Abertura: 10 de agosto, às 15h
Local: Espaço Cultural Correios Niterói 
Visitação: 12 de agosto a 19 de outubro de 2019
Horário: Segunda a sábado, das 11h às 18h (exceto feriados)
Endereço: Av. Visconde do Rio Branco, 481- Centro (em frente à estação das barcas) – Niterói
Entrada franca
Classificação etária: livre 
Tel.: 21 2503-8550 / 8560
www.correios.com.br

Contato
Tel.: 21 2503-8550 / 8560
www.correios.com.br
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
"IMPERMEÁVEL" Pinturas de Maia Bueloni ocupam o Espaço Cultural Correios Niterói. - Maia Bueloni inaugura a exposição “Impermeável” no Espaço Cultural Correios Niterói.
Saiba mais
"O OVO E A GALINHA" | SIMONE CADINELLI ARTE CONTEMPORÂNEA - Simone Cadinelli Arte Contemporânea inaugura a exposição “O Ovo e a Galinha”, que abre as comemorações do centenário de Clarisse Lispector (1920-1977), com obras dos artistas Claudio Tobinaga, Gabriela Noujaim, Jeane Terra, Jimson Vilela, Leandra Espírito
Saiba mais
Casa de Oliveira Vianna - "[...] Centro de Pesquisa voltado à divulgação da vida e da obra de seu proprietário."
Saiba mais
CILDO MEIRELES ABRE EXPOSIÇÃO NO RIO DE JANEIRO, DEPOIS DE 10 ANOS - Mostra com obras de diversos períodos da carreira do artista será inaugurada dia 19 de novembro, na galeria Mul.ti.plo.Entre as surpresas, “Múltiplos Singulares” apresenta quatro obras inéditas, que só serão reveladas no dia da inauguração.
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Exposição- “PONTO DE QUEDA” BIANCA MADRUGA INAUGURA EXPOSIÇÃO QUE INVESTIGA O TEMPO A PARTIR DO ESPAÇO, NA GALERIA DE ARTE IBEU.
Saiba mais
Exposição Scorzelli Megabichos - Museu reúne instalações e obras inéditas de Marcos Scorzelli
Saiba mais
Galeria Evandro Carneiro apresentaExposição Ira Etz e Uziel - A Galeria Evandro Carneiro Arte, na Gávea, apresenta de 30 de novembro de 2019 a 4 de janeiro de 2020 a Exposição Ira Etz e Uziel. A mostra reúne 15 telas e 43 objetos de ambos os artistas.
Saiba mais
MAP - "[...] primeiro museu de arte do Estado do Rio de Janeiro e o primeiro dedicado à memória de um artista."
Saiba mais
MUSEU DA CHÁCARA DO CÉU APRESENTA EXPOSIÇÃO “MUNDO”, CRIADA ESPECIALMENTE PARA O PÚBLICO INFANTO-JUVENIL - Crianças passarão por uma passagem secreta e terão acesso pela primeira vez a objetos de viagem de Castro Maya.
Saiba mais
Museu da Imprensa Brasileira - O Museu da Imprensa é considerado o oitavo mais importante no gênero do mundo.
Saiba mais
Museu de Arte Contemporânea de Niterói - MAC - "[...] mundialmente reconhecido pelo arrojo e audácia de sua forma, nascida da simplicidade da imagem de uma flor de lótus, símbolo da criação para os egípcios. "
Saiba mais
Museu do Ingá - "Guardião da memória que entrelaça o antigo estado do Rio de Janeiro a sua capital, a cidade de Niterói [...]"
Saiba mais
NAS ÁGUAS QUE SE ESCONDEM - COLETIVA COM NOVE ARTISTAS MULHERES OCUPA O ESPAÇO CULTURAL CORREIOS NITERÓI E RETRATA A HISTÓRIA DA INSTITUIÇÃO E DA CIDADE, QUE COMEMORAM ANIVERSÁRIO NO MÊS DE NOVEMBRO.
Saiba mais
Solar do Jambeiro - "Sua fachada, constitui um dos mais importantes acervos de azulejos do Brasil."
Saiba mais