Carregando... aguarde
NFT levanta debate ético ao prometer destruição de obra de Basquiat ao comprador - Guia das Artes
NFT levanta debate ético ao prometer destruição de obra de Basquiat ao comprador
NFT levanta debate ético ao prometer destruição de obra de Basquiat ao comprador
inserido em 2021-05-12 19:56:16
Conteúdo

 

O debate sobre os NFTs eclodiu na internet faz pouco tempo e seus desdobramentos estão cada vez mais complexos.

Recentemente, uma obra de Jean Michel Basquiat foi colocada à venda na plataforma de comércio de arte digital por tokens não-fungíveis. O vendedor prometeria ainda que a obra original seria destruída e que somente a produção vendida existiria a partir de então.

Vendedor anônimo de NFT acredita que pode destruir um Basquiat em troca por criptomoedas

Se você não sabe o que é NFT, vale dar uma lida no nosso texto sobre o que é NFT e como esse mercado funciona. Mas resumidamente, trata-se de uma tecnologia baseada em criptomoedas que garante a propriedade de arquivos digitais.

Mas o que aconteceu? Um grupo de colecionadores de arte anônimos chamado DAYstrom colocou uma obra de Jean Michel Basquiat à venda no OpenSea, uma galeria de cripto-arte. Trata-se de um desenho de Basquiat chamado Free Comb with Pagoda. 

O anúncio do leilão da obra incluía a promessa de que, após o desenho ser vendido, toda a propriedade intelectual dele passaria ao comprador e que a obra original seria destruída, garantindo assim que o colecionador fosse proprietário da única versão daquela criação.

Os administradores do patrimônio de Basquiat notificaram a plataforma OpenSea. Eles afirmam que o desenho não tem autenticidade comprovada, reitera que o material não pode ser destruído e que o objeto não pode ter sua propriedade intelectual transferida dessa forma.

DAYstrom afirmou que tem formas de comprovar que se trata de um original e que o vendedor obteve a obra legalmente. Ainda afirma que esse debate precisa avançar e que artistas e galerias precisam se adaptar ao novo mercado, pois esse processo se tornará cada vez mais comum.

Segundo Paddy Johnson, crítico de arte, isso se trata de uma tentativa de tentar vender por um valor alto um desenho de Basquiat que ninguém queria. “É uma tentativa midiática de vender um desenho ruim de Basquiat que, em última instância, foi uma péssima ideia de um colecionador”, disse ao Gizmodo.

 

Fonte: Hypeness

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Sáb
05/Jun
"DIVERSO" - COLETIVA 5 ANOS da CASA J GALERIA DE ARTE -
Saiba mais
Sáb
05/Jun
"DIVERSO" - COLETIVA 5 ANOS da CASA J GALERIA DE ARTE -
Saiba mais
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Qua
05/Mai
'ARTE CONTEMPORANEA FEMININA' -
Saiba mais
Sáb
29/Mai
Mostra sobre 'Arte Italiana na Pandemia' será inaugurada em 29/5 - Exposição inédita será realizada na MAC USP até 22 de agosto
Saiba mais
Ter
01/Jun
"Arte Contemporanea Feminina" -
Saiba mais
Sáb
05/Jun
Exposição-
Saiba mais
Seg
14/Jun
"GESTUALIDADE" -
Saiba mais
Sex
18/Jun
Visita virtual à exposição 1981/2021: Arte Contemporânea Brasileira na coleção Andrea e José Olympio Pereira -
Saiba mais