Carregando... aguarde
Abdulrazak Gurnah: Nobel de Literatura é o primeiro negro a levar prêmio em 28 anos - Guia das Artes
Abdulrazak Gurnah: Nobel de Literatura é o primeiro negro a levar prêmio em 28 anos
Abdulrazak Gurnah: Nobel de Literatura é o primeiro negro a levar prêmio em 28 anos
inserido em 2021-10-19 18:19:34
Conteúdo

 

Na manhã dessa quinta-feira, a Academia Sueca anunciou que o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2021 é Abdulrazak Gurnah.

O professor universitário nascido na Tanzânia e de origem árabe se tornou o primeiro escritor negro a ganhar a maior premiação da literatura mundial desde 1993.

Abdulrazak Gurnah

Abdulrazak Gurnah se torna quatro negro e segundo árabe a receber laureamento do Prêmio Nobel de Literatura; sua obra reflete sobre imigração, racismo e colonialismo.

A Academia afirmou que Gurnah foi premiado por “sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino do refugiado no abismo entre culturas e continentes.”

Seus romances fogem de descrições estereotipadas e abrem nossos olhares para uma África Oriental culturalmente diversificada, desconhecida para muitos em outras partes do mundo“, afirmou a instituição.

Abdulrazak Gurnah nasceu no Sultanato de Zanzibar — atual Tanzânia — e foi como refugiado para o Reino Unido nos anos 1960. Ele fugiu com 18 anos para a Inglaterra por conta da perseguição da Revolução Zanzibar contra cidadãos de origem árabe. Ele se tornou um proeminente professor de literatura e renomado autor na terra da rainha. Suas narrativas se concentram nos dilemas das sociedades do leste africano.

Entre suas principais obras estão “Paradise“, “Memory of Departure” e “By The Sea“. Seus romances mostram as chagas do colonialismo no continente africano e as dores dos imigrantes. Nenhum livro do autor foi editado para o português ainda.

Abdulrazak se tornou o quarto negro — a última vencedora foi Toni Morrison, primeira mulher negra a receber a distinção, em 1993 — e o segundo árabe a ganhar o prêmio. O primeiro havia sido Naguib Mahfouz, escritor egípcio que levou o prêmio em 1988.

Em entrevista à Academia Sueca, o autor criticou a forma como governos e parte dos cidadãos europeus lidam com os refugiados, com políticas anti-imigração extremamente rígidas: “Quando os imigrantes chegam, isso é uma via de mão dupla porque, certamente, eles têm algo a lhes dar. Ninguém chega de mãos vazias. A maioria deles são pessoas talentosas e cheias de desejo para criar coisas novas. Então é crucial pensar nisso. Vocês não podem pensar nos imigrantes como se eles fossem apenas famintos“. Se há alguém que é prova disso, ele se chama Abdulrazak Gurnah.

 

Fonte: Hypeness

Compartilhe
Comente
Últimos eventos
Qua
27/Jul
Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais
Dom
31/Jul
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
Sáb
18/Set
Buffoni, Desenhos Para A Modernidade -
Saiba mais
Qui
14/Out
Samsung Rock Exhibition Rita Lee - Exposição histórica sobre Rita Lee leva panorama da carreira e da vida da artista ao MIS
Saiba mais
Sex
22/Out
EXPOSIÇÃO- Autora do monumento em homenagem a Ayrton Senna convida o público a repensar a vida através de seus trabalhos.
Saiba mais
Sex
22/Out
"IMORTAL: ARTE, ALMA E FUTURO" - Criado como uma obra de arte, traz duas capas, enfatizando o movimento e a liberdade de escolha
Saiba mais
Sáb
30/Out
Exposição Ema e a Moda no século XX -
Saiba mais
Sex
05/Nov
“A Natureza na Arte” -
Saiba mais
Qua
10/Nov
Exposição Jean Guillaume e Hugo Rodriguez -
Saiba mais
Qui
11/Nov
“O próximo, o longe, o horizonte” -
Saiba mais