Carregando... aguarde
Identidade Coletiva IIde Bere e Abstracionismo Grafico de Carlos Formiga -2022-01-21 - Guia das Artes
'Identidade Coletiva II' , de Bere, e 'Abstracionismo Gráfico', de Carlos Formiga
Evento encerrado
'Identidade Coletiva II' , de Bere, e 'Abstracionismo Gráfico', de Carlos Formiga
Quando aconteceu
Sexta, 21 Janeiro até Sábado, 19 Março
Local
Centro Cultural Correios RJ
Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro
Conteúdo

 

Pintura, fine art e fotografia se misturam para falar das reações e relações na nova realidade
 
 

As exposições 'Identidade Coletiva II', do artista plástico Bere, e 'Abstracionismo Gráfico', do fotógrafo Carlos Formiga, abrem simultaneamente no dia 20 de janeiro de 2022, no Centro Cultural Correios RJ, sob a curadoria de Carlos Bertão, design expográfico/ iluminação a cargo de Alê Teixeira, e realização da EntreArte Consultoria.



As mostras são individuais, mas conversam entre si, já que Formiga procura o detalhe em um todo, em fotos abstratas marcadas por grafismo, e Bere cria personagens que passeiam pelo todo, pela vida e relações pessoais, baseados na globalização provocada pela nova realidade e avanços tecnológicos.
 
 
Os personagens de Bere possuem nomes e caracteri?sticas de personalidade que sa?o expressos atrave?s dos trac?os, cores e detalhes de cada obra. Suas pinturas sa?o como filhos: nasceram de Bere, têm nome e fazem parte da histo?ria e da passagem do artista por este mundo.  Assim, depois de criados, sa?o apresentados à sociedade e com ela interagem. É impossi?vel ver uma obra de Bere sem uma reac?a?o. O espectador sente o poder dos fortes trac?os e  a delicadeza das obras expostas, criando imediatamente uma conexão. Desta forma, as figuras passam a retratar uma mistura de sentimentos e ma?scaras usadas em nossa natureza humana. 
 
 
Bere utiliza acrílico sobre tela, spray e Caneta Posca.  Em 'Identidade Coletiva II', além das telas, serão expostas reproduções seriadas das mesmas, impressas em Fine Art a jato de tinta mineral sobre canvas Hahnemühle. 
 
 
Já o fotógrafo Carlos Formiga trabalha com composições abstratas, com forte presença de um marcante grafismo. Ele sempre busca captar o detalhe de um todo, utilizando, com propriedade, o elemento da linguagem visual. Fotografa sem um planejamento, em busca do inusitado - um aspecto de uma imagem que lhe chame a atenção. E é esse detalhe que ele fotografa.
 
 
Em 'Abstracionismo Gráfico',  são apresentadas fotos abstratas na sua maioria contemporâneas, com clara presença de um grafismo, que refletem a técnica e a sensibilidade que são marcas de seu trabalho.
 
 
Sobre Bere
 
Nascido em 1978, Bernardo de Paula Magalhães Bastos começou a pintar em meados do ano 2000, por influência de Marilu Bueno, também artista plástica, assumindo o nome artístico Bere, seu apelido desde a infância. Formado em arquitetura pela Universidade Santa Úrsula, sempre gostou de pintar e, depois da sua primeira exposição individual no ano de 2002, começou a levar a sério a carreira de artista visual, participando de exposições com mais assiduidade. 
 
Em setembro de 2019, BERE apresentou, no Centro Cultural Correios RJ, a exposição IDENTIDADE COLETIVA, onde mostrou, pela primeira vez, os personagens que cria, que vivem em meio ao excesso de informações e de novas tecnologias. A mostra foi um sucesso de crítica e de público, tendo sido visitada por mais de 51.000 pessoas. 
 
Passados mais de dois anos, esta nova exposição propõe mostrar uma nova leva de personagens criados por Bere num período em que enfrentamos a pandemia do coronavírus e a exacerbação da utilização das mídias sociais, de uma forma cada vez mais globalizada.
 
 
COLETIVAS 
 
2019 – Salon Art Shopping em Paris, França 
2019 – “Pink October”, na Gallery Art Space, em Nova Iorque, EUA 
2019 – AVA Art Festival, na AVA Galleria, em Helsinki, Finlândia 
2019 – Festival Internacional de Arte no EnoKojima Art Center, em Osaka - Japão 
2019 – Bienal Europeia e Latino Americana de Arte Contemporânea, no Centro Cultural Correios, no Rio de Janeiro, Brasil 
2019 - Expo Arte SP, Oscar Freire 702, em São Paulo, Brasil 
2019 - Arte e mulher, na Art Lab Gallery, em São Paulo, Brasil 
2018 e 2016 – Mastercasa, em Niterói, Brasil .
2016 - 4º salão de outono da América Latina, na Galeria Marta Traba, em São Paulo, Brasil 
 
INDIVIDUAIS
 
2019- BERE, na Trattoria Torna, no Rio de Janeiro 
2019 – Identidade Coletiva no Centro Cultural Correios, no Rio de Janeiro .2019 - Think Inside The Box – THB, em Niterói
2018 - Máscaras da Personalidade, no MPRJ (corredor cultural), no Rio de Janeiro 
2004 - Bere, na Sala José Cândido de Carvalho, em Niterói 
2003 – Mastercasa, em Niterói
2002 - Efígie, no Centro Cultural Pascoal Carlos Magno, em Niterói. 
 
 
Sobre Carlos Formiga
 
Engenheiro e fotógrafo, o carioca Carlos Formiga fotografa desde os anos 80, tendo, a partir de 2010, passado a se dedicar integralmente à arte, estudando com o consagrado fotógrafo Walter Firmo, de quem se tornou pupilo.  Participou também  da Oficina de Arte Contemporânea na Escola de Artes Visuais - EAV - do Parque Lage, sob a orientação de David Cury. 
 
 
EXPOSIÇÕES/EVENTOS
 
2016 
? Exposição Coletiva da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, curadoria de Lisette Lagnado, Rio de Janeiro. 
2018 
? “TOPOGRAFIAS”, exposição no Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense - UFF, Niterói, Rio de Janeiro (09/05 a 10/06), seleção por Edital Público, curadoria de Marco Antonio Portela. 
? ARTIGO Rio - Feira de Arte Contemporânea, curadoria de Greice Rosa e Marco Antonio Portela 
2019 
? “Mostra Livre de Fotografia 6”, em A Casa – Foto Arte, Rio de Janeiro. júri: Ana Paula Albé (SP) e Luiz Baltar (RJ), curadoria de Greice Rosa 
2020 
? “SÓS” , ensaio publicado na 3ª edição da revista A CASA EM REVISTA.
? Exposição coletiva em EntreArte Consultoria, Rio de Janeiro, curadoria de Carlos Bertão e design expográfico de Alê Teixeira. 
2021 
? Exposição coletiva em Casa Carambola, Rio de Janeiro, curadoria de Carlos Bertão e design expográfico de Alê Teixeira.
? “PEQUENOS FORMATOS” – FOTOGRAFIA CONTEMPORÂNEA”, exposição coletiva no Espaço Cultural Correios, Niterói, Rio de Janeiro (19/06 a 31/07), curadoria de Greice Rosa e Marco Antonio Portela. 
 
 
Sobre Carlos Bertão (curador)
 
Carioca, advogado, formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com mestrado na Universidade de Nova Iorque (NYU), trabalhou em escritórios de advocacia no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova Iorque.
Em 1980, foi contratado pelo Banco Mundial, em Washington, onde trabalhou por quase vinte anos.
Colecionador de obras de arte há mais de 40 anos, ao se aposentar do Banco Mundial retornou ao Brasil e passou a se dedicar à produção e curadoria de exposições.

Foi curador, entre outras, de exposições no Centro Cultural Correios, no Rio de Janeiro, no Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília, no Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, em São Paulo, no Museu de Arte Contemporânea do Estado de Mato Grosso do Sul - MARCO.
 
Hoje divide seu tempo entre o Rio de Janeiro e Bonito, MS, tendo concebido e executado o projeto IMERSÕES MS, que envolveu um trabalho de residência do renomado artista plástico Carlos Vergara na região da Serra da Bodoquena, também com a previsão de  uma exposição no Museu de Arte Contemporânea do Estado de Mato Grosso do Sul - MARCO e a preparação e execução de um livro e de um vídeo do trabalho desenvolvido durante a residência.
 
Foi, também, Curador da exposição CONSCIÊNCIA, do artista peruano Ivan Ciro Palomino, produzida pela ONU, e realizada no Centro Cultural Correios RJ, no período de 25/09/19 a 19/01/20, que foi visitada por 143.524 pessoas.

Em todas as exposições que curou, nas quais apresentou obras de mais de 40 artistas, Carlos Bertão contou com a participação de Alê Teixeira, que foi responsável pelo design e pela iluminação delas.
 
 
Serviço
 
Exposição: "Identidade Coletiva II" 
Artista: Bere @bere.arte 
Exposição: "Abstracionismo Básico"
Artista: Carlos Formiga @carloscformiga
 
Curador: Carlos Bertão @cbertao
Design Expográfico/Iluminação: Alê Teixeira @aleartale
Realização: EntreArte Consultoria @entrearteconsultoria 
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem @_paula_r_soares
 
Local: Centro Cultural Correios RJ
Dias e horários: terça a sábado, das 12h às 19h
Abertura: 20 de janeiro de 2022
Visitação: 21 de janeiro a 19 de março de 2022
Censura livre
Gratuito
Acessibilidade
 
Uso de máscaras e comprovante de vacinação são obrigatórios, conforme determinação dos órgãos competentes.
 
Apoio: Centro Cultural Correios RJ/ Ministério das Comunicações 
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Fotos
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
"...no silêncio das flores" -
Saiba mais
"De-lírios" - Deborah Netto abre a exposição "De-lírios" no Centro Cultural Correios RJ, apresentando 32 pinturas com a técnica encáustica
Saiba mais
'Terra em tempos: fotografias do Brasil -
Saiba mais
1500 BABILÔNIA GALERIA - “Redesenhos” é mostra de série inédita do fotógrafo Edouard Fraipont composta de sete imagens e um vídeo. Ele explora o conceito de fotoperformance, em parceria com a coreógrafa e bailarina Alexandra Naudet, e propõe figuras redesenhadas pelo movimento do
Saiba mais
A Gentil Carioca - Fundado em setembro de 2003 pelos artistas plásticos Ernesto Neto, Franklin Cassaro, Laura Lima e Márcio Botner, esse espaço para a arte contemporânea representa e mantém em acervo obras dos artistas Thiago Rocha Pitta, João Modé, Jarbas Lopes, Paulo Nenf
Saiba mais
ALMACÉN GALERIA DE ARTE BARRA DA TIJUCA - Estabelecida no CasaShopping, na Barra da Tijuca, desde 1986, a galeria mantém em acervo obras de Tomie Ohtake, Cildo Meireles, Antonio Dias, Marco Coelho Benjamim, Fernando Velloso, Walter Goldfarb, Cruz-Diez, Jussara Age, Yuli Geszti, Silvio Baptista, H
Saiba mais
AMARELONEGRO ARTE CONTEMPORÂNEA - O artista curitibano Juan Parada apresenta na exposição “Teto Verde” uma grande instalação. A obra, que tem o formato de uma casa, está disposta de cabeça para baixo. Destaque para o teto verde, no qual o a terra está por cima e as plantas crescem para ba
Saiba mais
ANTIGA FÁBRICA DA BHERING - O espaço onde funcionava a ex-fábrica de chocolates Bhering, abriga 52 ateliês de artistas e 22 pequenas empresas do ramo cultural. O maquinário e as antigas instalações da fábrica servem de inspiração para criação e também são incorporados aos trabalhos
Saiba mais
ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
BIBLIOTECA NACIONAL - O prédio, em estilo neoclássico, foi projetado pelo arquiteto Francisco Marcelino de Souza Aguiar. Inaugurado em 1910, reúne um acervo de cerca de nove milhões de peças, entre raridades como a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462, a edição dos Lusíadas de
Saiba mais
Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO - O local é um dos espaços culturais mais interessantes do Rio. Integra a Rede Municipal de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura. Tem uma programação variada, com exposições de arte, palestras, debates, workshops, espetáculos de teatro, recitais de po
Saiba mais
FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA - A mansão onde está instalado o museu, construída em 1849, em estilo neoclássico, serviu de residência a Rui Barbosa (1849-1923) durante os últimos 28 anos de sua vida. Possui um acervo de 1.400 peças de mobiliário, objetos decorativos e de uso pessoal e p
Saiba mais
Galeria Valdir Teixeira -
Saiba mais
Ivan Serpa & Amigos - Rio de Janeiro ganha nova galeria de arte em Copacabana
Saiba mais
Portinari Raros -
Saiba mais
“Hal Wildson – Re-Utopya” -
Saiba mais
“Janelas Indiscretas, eu vejo o que você vê?” -
Saiba mais