Carregando... aguarde
Chácara do Céu - Museus Raymundo Ottoni de Castro Maya- Guia das Artes
Chácara do Céu - Museus Raymundo Ottoni de Castro Maya
amanhã às 12:00h
Museus
Chácara do Céu - Museus Raymundo Ottoni de Castro Maya
Horários de funcionamento
dom
12:00
17:00
seg
12:00
17:00
ter
qua
12:00
17:00
qui
12:00
17:00
sex
12:00
17:00
sab
12:00
17:00
Local
Rua Murtinho Nobre, 93
Conteúdo

O Museu da Chácara do Céu assim como o Museu do Açude no Alto da Boa Vista integram os Museus Castro Maya, hoje, vinculados ao Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM/MINC. A estratégia museológica implantada nos Museus Castro Maya foi estabelecida a partir da definição de um trinômio que identificasse a prática cultural específica de cada um dos museus. O Museu da Chácara do Céu foi definido pelo trinômio Museu-Arte-Cidade em função do diálogo evidente entre seu acervo e a cidade do Rio de Janeiro. O museu busca promover a difusão de seu acervo por meio de diferentes recortes temáticos e conceituais de leituras para as obras de arte; dar continuidade ou retomar projetos iniciados por Castro Maya, como Os Amigos da Gravura; possibilitar o diálogo de seu acervo com o acervo das instituições museológicas ou dos colecionadores particulares. A casa que virou museu A casa da Chácara do Céu e seu acervo foram tombados em 1974 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN. A museografia preserva o caráter original de residência, como a disposição da sala de jantar e da biblioteca. Os outros espaços foram reservados para a exposição temporária de objetos das coleções que compõem o acervo do museu como pinturas, desenhos e gravuras de Matisse, Picasso, Dalí, Seurat, Miró, Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, dentre outros. A preocupação com a preservação do vasto e diferenciado acervo dos Museus Castro Maya está presente no módulo expositor, especialmente criado para abrigar pequenas seleções do acervo de mais de 3000 desenhos e gravuras em papel, sem prejuízos para sua conservação. Espaço Físico: prédio, território e entorno A propriedade, já conhecida como Chácara do Céu, foi adquirida pelo engenheiro Raymundo de Castro Maya, em 1898, que nela residiu até 1917. A casa de feições neoclássicas, herdada por seu filho, em 1936, é demolida, em 1957, para a construção da casa atual, com projeto do arquiteto Vladimir Alves de Souza. Com linhas retas e grandes janelas de vidro, a casa modernista integra-se aos jardins. Instituição: trajetória e natureza jurídica O Museu da Chácara do Céu e o Museu do Açude, localizado no Alto da Boa Vista, integram os Museus Castro Maya, instituição pública federal, vinculada ao Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM/MINC. Os dois museus foram incorporados pela União, após a extinção da Fundação Raymundo Ottoni de Castro Maya, em 1983, gestora do patrimônio doado por Castro Maya para a constituição da fundação, em 1963. ACERVO “O hábito de colecionar de Raymundo Ottoni de Castro Maya tem sua origem nas coleções de moedas, livros e objetos de arte de seu pai. Entre 1920 e 1968 descobriu, colecionou e adquiriu a quase totalidade dos objetos que hoje compõem o acervo dos Museus Castro Maya e que somam aproximadamente 22 mil itens, entre peças, livros e documentos. Sua atividade como colecionador, iniciada e desenvolvida num período em que, no Brasil, inexistiam galerias de arte e começavam a surgir os primeiros marchands, durou quase 50 anos. As coleções por ele reunidas e que hoje formam o acervo dos Museus, carrega a marca do ineditismo e da peculiaridade.” (fonte: Museus Castro Maya) Acervo Museológico O acervo é composto pelas coleções: Brasiliana, Arte Brasileira, Arte europeia, Arte Oriental, Artes Aplicadas e Azulejaria. A Coleção de Arte Européia reúne pinturas, desenhos e gravuras de artistas consagrados como Matisse, Modigliani, Degas, Seurat, Miró. A coleção de Arte brasileira é formada principalmente por trabalhos de artistas modernos, entre eles Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antônio Bandeiras, além de importante conjunto de obras de Portinari, considerado o maior acervo público deste artistas. A coleção Brasiliana é considerada uma das mais expressivas, inclui mapas dos séculos XVII e XVIII, pinturas a óleo, aquarelas, guaches, desenhos e gravuras de viajantes do século XIX, como Rugendas, Chamberlain e Taunay, destacando mais de 500 originais de Jean-Baptiste Debret. Acervo bibliográfico A Biblioteca Castro Maya tem cerca de oito mil títulos entre livros de arte, literatura brasileira e europeia, principalmente francesa, e também algumas das mais importantes publicações dos primeiros viajantes do século XIX: Maria Graham, Maximilian von Wied-Neuwied, Henry Chamberlain, William Gore Ouseley e Victor Frond.

Informações adicionais
Entrada franca às quartas.
Contato
Telefone: (21)3970-1297 - 21 3970-1641
chacara@museuscastromaya.com.br
* Os horários podem variar em função de férias e feriados. Recomendamos ligar antes para verificar.
Compartilhe
Comente
Mais Opções em "Rio de Janeiro"
0,1Km - Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas - "[...] voltado à produção e difusão das diferentes formas de expressões artísticas [...]"
Saiba mais
0,2Km - ATELIER CURVELO - Instalado em um casarão de 1896 com vista para a Baia de Guanabara, em Santa Teresa, o espaço abriga criações do artista plástico Zemog e peças de sua esposa, a designer Rita Dias. Zemog usa materiais nada nobres como tampinhas de refrigerante, espelhos e
Saiba mais
0,4Km - Museu Casa de Benjamin Constant - "[...] preserva os aspectos das moradias típicas do bairro de Santa Tereza, em meados do século XIX. "
Saiba mais
0,5Km - Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo - "'O Laurinda', como é conhecido, é o centro cultural do bairro mais ligado à memória de Santa Teresa."
Saiba mais
0,6Km - Fundação Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro - a riqueza da cultura brasileira, especialmente, da carioca.
Saiba mais
0,7Km - Estudio Dezenove - Espaço de exposição e produção de arte que oferece cursos regulares de gravura e possui acervo de obras sobre papel para comercialização.
Saiba mais
0,7Km - Sala Cecília Meireles - É uma tradicional e conceituada casa de concertos de música.
Saiba mais
0,8Km - Museu do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro - Os objetivos da instituição, estabelecidos no Art. 1º do Estatuto de 1838, são mantidos até a atualidade, adaptados às conjunturas nacionais e internacionais, de que é o primordial, "coligir, metodizar, publicar ou arquivar os documentos necessários para
Saiba mais
0,8Km - Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro - É uma entidade que busca preservar documentos históricos.
Saiba mais
0,8Km - Museu da Força Expedicionária Brasileira - "[...] rememorar, divulgar e perpetuar a história da Força Expedicionária Brasileira [...]"
Saiba mais
11,3Km - Circuito de arte contemporânea do museu do açude ganha obras permanentes- CIRCUITO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO MUSEU DO AÇUDE GANHA OBRAS PERMANENTES DE WALTERCIO CALDAS, ANGELO VENOSA E JOSÉ RESENDE
Saiba mais
211,3Km - Bruno Almeida Maia , em entrevista para o GuiaDasArtes - Bruno Almeida Maia , ministrante do curso Constelações Visionárias , a relação entre moda , arte e filosofia nos concedeu a ótima entrevista que se segue :
Saiba mais